Artigos

Um Evangelho ‘cheio de graça’ é sem graça!

Comments (7)
  1. Sandra disse:

    Muito bom

  2. Antonio Porto disse:

    Eu também não gosto de certos pregadores, principalmente aqueles
    que mudam o tom de voz na pregação e berram como se não estivessem com um microfone nas mãos.
    Mas congrego numa igreja (ADMadureira) que adora os barulhentos.

  3. elias freitas da silva disse:

    esse tema,altamente importante,não é tão comentado como a ultima fofoca gospel da dona bianca não sei das quantas…na minha família,todos cristãos,sou voto vencido pois abomino as piadas sexuais biblidióticas do grande nome desse gênero novo de mensagens,o pr sem ovelhas, claudio duarte.a cada dia que passa as igrejas são circos,com espetáculos para todos os gostos e a seriedade da PALAVRA DE DEUS é deixada de lado por causa do deus mamon,a raiz de todos os males.excelente texto.parabéns amado.

    1. Cleber disse:

      Muito Muito bom, estou cansado desses pregadores cheios de piadas. O que converte o homem é a palavra.

  4. Samuel Lopes disse:

    É por isso que eu uso parábolas para falar com essas pessoas. Porque elas olham e não enxergam; escutam e não ouvem, nem entendem. 14E assim acontece com essas pessoas o que disse o profeta Isaías:
    “Vocês ouvirão, mas não entenderão;
    olharão, mas não enxergarão nada.
    15 Pois a mente deste povo está fechada:
    Eles taparam os ouvidos
    e fecharam os olhos.
    Se eles não tivessem feito isso,
    os seus olhos poderiam ver,
    e os seus ouvidos poderiam ouvir;
    a sua mente poderia entender,
    e eles voltariam para mim,
    e eu os curaria! — disse Deus.” (Mateus 13:15).
    Creio que quando falamos a pessoas sem entendimento, vale usar de uma linguagem cotidiana para exemplificar um fato bíblico, e usando da palavra de Deus como base, como estruta.
    Você destaca que "Estamos diante de um modismo perigoso e pseudo da pregação do evangelho; estamos dando ao povo o que eles querem e não o que precisam". Mas o próprio Jesus não falava diretamento aos ignorantes porque eles não estavam prontos para entender "16Jesus continuou, dizendo:
    — Mas vocês, como são felizes! Pois os seus olhos veem, e os seus ouvidos ouvem." (Mateus 13:16). Afirmando que aqueles que estão próximos conseguem entender as verdades do Reino, sendo que ele mesmo diz: "A vocês Deus mostra os segredos do Reino do Céu, mas, a elas, não".
    Antes falarmos ao povo a mensagem de Deus de maneira que elas consigam compreender do que ensiná-las textualmente coerentes sem a exemplificação literária advinda de aplicações usuais, pois geralmente o humor usado pelos pregadores e para amenizar o impacto da ministração, fazendo com que eles compreendam e não se frustem com o tamanho dos desafios que teram de superar para viver aqueles ensinamentos.

  5. eliel disse:

    Gostei do argumento. Jesus utilizava figuras de linguagem e parábolas com intuito de ensinar, não entreter. Mensagens que mais divertem que trazem edificação são aquelas que fazem bem ao ouvido daqueles que não tremem diante da palavra Deus. Tenho o pé atrás com pregadores e cantores que fazem sucesso no mundo secular, porque, no final das contas, não “pregam a Cristo, e este, crucificado”. Ensinam suas próprias experiências como se fossem divinas, colocam seu talento acima da verdade, e com a desculpa de “levar a mensagem ao maior número de pessoas possíveis”, não trazem nem arrependimento nem a revelação do amor de Deus.

  6. MARCELO VIDAL disse:

    hoje vivo o EVANGELHO SÓ da GRAÇA, onde eu sou o templo, e o meu coração é o altar do SENHOR. Já santificado pela palavra e pronto para prestar culto a DEUS. Hoje eu vivo em cristo, congrego em cristo e sou santificado por Ele, só por Ele através da PALAVRA VIVA DO EVANGELHO DA GRAÇA! Graça verdadeira e PAz

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Colunas Gospel+ é um espaço de opinião, voltado ao público cristão, com abordagem de diversos assuntos ligados à jornada de fé, sociedade, política, música e muito mais.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.