O Poder do Evangelho

1

Paulo não se envergonhava de anunciar o Evangelho porque é o poder de Deus para todo aquele que crê, Rm 1:16.

Há, porém, outros evangelhos em que não está presente o poder de Deus.

Desejo reflectir com o Estimado Leitor em que consiste o Evangelho que manifesta o poder de Deus, a saber:

Primeiro, é preciso crer que Jesus morreu pelos nossos pecados, I Co 15:3, segundo, que Ele foi sepultado I Co. 15:4, terceiro, que ressuscitou, I Co 15:4 e finalmente que foi visto I Co 15:5.

Paulo advertiu as eclésias de que permanecer no Evangelho era fundamental a fim de que, pela incredulidade, não perdessem a manifestação do poder do Evangelho, I Co. 15:2.

Muitos se têm enredado em apresentar um tipo de evangelho cujo alicerce não está fundamentado nestes princípios. Não raro é procurar obter pela fé na fé bençãos de Deus, sem o poder que o Evangelho confere o resultado é a desilusão e a vergonha.

Deus odeia o pecado e por esta razão é que Jesus foi crucificado e pelo Sangue que verteu na cruz do Calvário justificou o pecador, Rm 5:1. Não pode haver justiça de Deus sem arrependimento e sem o perdão de Deus, mediante a Sua graça.

A fé na morte e no sepultamento de Jesus, como acima referimos, firma em nós propósitos de que unidos com Ele na Sua morte, Rm 6:4 também ressuscitamos com Ele para andarmos em novidade de vida, Rm 6:4 e 5.

Andar em novidade de vida é ser visto, o Cristo em nós ressuscitado se faz aparecer aos homens e por nossas mãos manifesta o Seu poder, segundo a Sua graça que em nós opera pelo poder do Espírito que Ele fez habitar em nós, teologia Paulina.

O reavivamento tão desejado pelas eclésias acontecerá quando nos auto examinarmos se permanecemos no Evangelho do poder de Deus ou se nos desviamos para outros evangelhos, de acordo com o que Paulo advertiu aos Corintios.

Estou certo de que todo aquele que crê no Evangelho aparece, com poder aos homens como embaixador de Cristo, II Co. 5:20.

casal com uma Missão
Amílcar e Isabel Rodrigues

COMPARTILHAR
Amilcar Rodrigues foi ordenado pastor em 1978 na "Apostolic Faith Mission" na República da África do Sul, onde fez estudos teológicos. Como missionário em Portugal, fundou três igrejas e foi Presidente Nacional da Comissão de Programas da Aliança Evangélica Portuguesa, para a televisão, RTP2. Foi formado produtor de televisão "Broadcast" pela "Geoffrey Connway Broadcast Academy" Toronto, Canadá, é filiado do "Crossroads Christian Comunication". Em 1998 veio para o Brasil convidado pelo Ministério Fé Para Todos, Rio de Janeiro. No ano 2000 fundou em Cabo Frio uma congregação do mesmo Ministério e foi nomeado Vice-Presidente do Conselho de Pastores até ao ano de 2004. Em 2006 ficou cego. Escreveu o livro "Deus da Aliança" , Evangelho dos Sinais aos Hebreus" e "Contos do Apocalipse". Foi convidado pelo Gospel+ para participar como colunista em Maio de 2012.

1 COMENTÁRIO

  1. Realmente o evangelho é poder para aquele que crê!!! isto por si só deveria bastar, mas… o ensejo de ser nova criatura e ter deixado as coisas velhas para traz, faz com qua a maioria dos novos crentes se deixem cercar pelos espinhos, e morram sufocados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here