Queima da Bíblia é uma afronta ao Estado Democrático

11

Vivemos um período turbulento, de intolerância religiosa e ideológica. Nesta guerra entre o sagrado e o ideológico, entre o meu e o teu, demonstrações irracionais de aversão ao outro se manifestam através de atos brutais, como assassinato de inimigos, sequestro e estupro de meninas na Nigéria, intolerância religiosa em alguns redutos fundamentalistas, destruição e contrabando de relíquias históricas e queima de exemplares de livros “sagrados”. Exemplos de extremismo ocorrem em todos os países e culturas, como a exemplo da campanha midiática do pastor estadunidense Terry Jones, que é conhecido por suas declarações ofensivas ao islamismo e que acabou sendo preso antes de queimar três mil exemplares do Alcorão, o livro “sagrado” do mundo islâmico. 

Curta a nossa página no Facebook

Apesar do espetacular avanço científico e tecnológico verificado nas últimas décadas – particularmente a partir da segunda metade do século XX – a humanidade ainda é vitíma da intolerância, da truculência de indivíduos que tomam o mundo pra si, que veem a sociedade a partir de uma ótica isolacionista, preconceituosa e destrutiva. Em suma, ainda não conseguimos nos livrar da bárbarie, do primitivismo cruel e desumano. Cabeças ainda rolam no Oriente Médio, religiões destrutivas continuam a transformar seus adeptos em tolos úteis, em amebas facilmente manipuláveis, crianças e mulheres continuam sendo alvos da truculência e do machismo arcaico e medieval. Dá-se pouco valor ao outro, ao indivíduo, ao direito de cada um professar sua crença, de se manifestar livremente e sem empecilho. Tem-se um Estado de sítio, uma oposição cruel.

Nesta guerra de ideias e de intolerância religiosa livros e relíquias são alvos preferenciais. Entende-se que para atingir o todo é preciso focar em um objeto, um símbolo com o qual o todo se identifica, se relaciona em seu cotidiano de devoção. Foi assim na Idade Moderna, com o Index Librorum Prohibitorum – Índice dos Livros Proibidos pela Igreja Católica – e, mais recéntemente, no período entreguerras, quando a Alemanha nazista de Adolf Hitler realizou diversas sessões de queima de livros, “sagrados” ou não, impossibilitando o acesso a recursos literários e dogmáticos que contrariavam sua ideologia e pretensão de domínio mundial. Pouco mudou de lá para cá. A intolerância e o desrespeito são realidades incontestáveis, presentes em nosso dia a dia, problemáticas cuja solução se perde nas longas discussões acadêmicas e partidárias.

Vivemos algo semelhante no Brasil do século XXI. Além de uma das piores composições do Congresso Nacional, temos uma acirrada disputa ideológica e religiosa que nos remete ao primitivismo bárbaro, que estabelece barreiras invisíveis, porém palpáveis, entre grupos distintos da sociedade. Exemplo da intolerância e do desrespeito para com o outro, para com a religião alheia, foi a recente queima de um exemplar da Bíblia na Universidade Federal do Acre (UFAC) pelo estudante e ateu Roberto Oliveira. Nada justifica a queima de exemplares de quaisquer que sejam os livros confessionais. Apesar de laico – característica indispensável ao funcionamento de um Estado -, o Brasil é um país multireligioso, que assegura o direito à livre expressão religiosa. A atitude de Oliveira é uma afronta ao Estado Democrático e um exemplo de intolerância.

11 COMENTÁRIOS

  1. belo texto.
    a queima de uma biblia eh um protesto inocuo alem de ofensivo.
    algo bobo, infantil e autoritario.
    a biblia eh um belo livro de historias mesmo para quem nao eh religioso.
    o que fazem dela, assim como o que fazem do corao, eh fruto de ignorancia fundamentalista, maniqueismo imbecil e fortes tendencias autoritarias.
    infelizmente existem aqueles que nao valorizam ou entendem a diversidade, um dos grandes valores da humanidade.
    somos diferentes entre si.
    mas tem gente que quer que sejamos todos iguais.

    • Criaram um DEUS DITADOR e querem que todo mundo se curve à suas vontades.

      Mas felizmente, tem aqueles que NUNCA SE AJOELHARAM AOS DITADORES.

      Aqueles que não torcem o nariz para todo mundo, só pq são diferentes. Me orgulho de fazer parte desse grupo. Um grupo que tem tudo para crescer.

      E quando tivermos crescido o bastante, SE PREPAREM . PQ SERÁ A HORA DE ACERTARMOS AS CONTAS.

      E colocar um PONTO FINAL NISSO, de uma vez por todas.

  2. Não aprovo a atitude dele. Porém, quantos outros símbolos religiosos são desrespeitados todos os anos neste país? Quantas pessoas são discriminadas por conta de serem o que são, sejam elas descrentes, não cristãos, gays e etc.?

    Os evangélicos confundiram a liberdade de expressão e de opinião, com carta branca pra DESTILAR ÓDIO a todo mundo que eles julgam pecadores. E isso é uma afronta muito maior do que o ato do rapaz. Agora todos temos que ser PAPAGAIOS DE PASTOR, DIZIMISTAS e CRENTE EM UM DEUS só pq a maioria quer? Isso é uma DITADURA OPRESSORA que já deixou claro que quer a hegemonia de uma visão pessoal e egoísta de mundo.

    Pior é que se vc falar alguma coisa, vc é herege, é comunista, é gayzistas, é esquerdopata e todo o tipo de taxação imbecil que se pode imaginar. Proferidos por uma cambada de PAU NO CU, que não tem mais do que fazer do que ficar brincando de Deus com as vidas das pessoas na sociedade.

    Tomamos um caminho muito perigoso para uma TEOCRACIA GENOCIDA em nome de uma divindade. Só não percebe quem não quer.

    Agora fica a pergunta, PQ ISSO? Pq evangélicos se tornaram essa coisa asquerosa que defende pastores que discursam o apedrejamento de pessoas até a morte? Ou que pessoas não devam ter os mesmos direitos civis de cidadãos, como todo mundo?

    Nota: Se vc se sentiu incomodado com o post, é pq a carapuça serviu. Se vc por outro lado não faz parte desse movimento sociopata bíblico, esse post não é pra vc.

    • Prezado Sr
      Não me senti ofendido, nem tão pouco faço parte, mas vejo que o seu universo do mundo evangélico, esta bem diminuto.Em Sociologia, chama-se “esteriótipo”. Em Antropologia, desconhecimento.Na língua portuguesa: “ignorância de fatos”.Por favor, estude 1 pouco +, do que foi e é o movimento Evangélico no Brasil, desde o Séc. XIX e você se surpreenderá, que à maioria, sabe “conviver” com os diferentes e respeitá-los.

      • Antes talvez. Mas agora, pode ter certeza de que não.

        Muito disso se deve a esta teologia errada da prosperidade que vem acompanhada de uma teologia ainda mais errada e abominável, que é a teologia TEOCRÁTICA. Uma teologia que prega um DEUS DITADOR ao qual todos devem se curvar, quer queriam ou não.

        Os evangélicos que não fazem parte disso, tem sido sufocados por essa monstruosidade. Me aponte um pastor com poder de comunicação nível nacional, que não discurse prosperidade financeira, estado religiosos e intolerância as liberdades individuais das pessoas?

        Os que tentam, são apedrejados verbalmente. Taxados de hereges, relatividades e filhos do demônio. Exemplos não faltam. Lembra do que fizeram com o Pastor Ricardo Gondin? O cara quase deixou de ser evangélico por conta do desgosto que teve ao se ver alvejado de pedras e mais pedras desferidas por evangélicos estúpidos que não sabem diferenciar ESFERA CIVIL de ESFERA TEOLÓGICA. Algo que Gondin sabe fazer muito bem, sendo EXEMPLAR no assunto.

    • Slash, quero lhe afirma que,o seguimento religioso que você procura certamente em parte nenhuma do mundo você vai encontrar,porque sempre terá o que nos favorece,mas também o que nos desfavorece,a exemplo do cristianismo,que temos como manual a Bíblia Sagrada,começando pelo Velho Testamento,eramos regidos pela lei,com determinações severas para os que vinhe-sem a transgredir a lei,onde alguns homens eram chamados para o serviço do Senhor, estes não tinham escolha tinha que fazer,como no caso,Jonas,mas no Novo Testamento, em Mateus 23:23 a palavra do Senhor nos diz: Ai de vós escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã,o endro e o cominho,E DESPREZAIS O MAIS IMPORTANTE DA LEI,O JUÍZO,A MISERICÓRDIA E A FÉ; DEVEIS,PORÉM,FAZER ESTAS COISAS E NÃO OMITIR AQUELAS;Quando Jesus nos fala isto,ele nos diz que devemos fazer uso da lei, mas sem esquecer,de fazer uso do juízo, da misericórdia e da fé,porque que julgue eu mim colocando na posição de quem eu estou julgando;se fosse eu no lugar dele,que tipo de penalidade eu concordaria em receber, seria justa!,usando de misericórdia,certamente,eu teria a oportunidade de mim arrepender,e a penalidade que eu vinhe-se a receber,seria justamente para saber através da minha fé pude-se mim achegar ao meu Senhor,e levar uma vida conforme a sua vontade Senhor,a Bíblia não foi escrita para ser discordada,mas sim para ser cumprida,ninguém sem nenhuma exceção,é obrigado a seguir o que Deus nos deixou escrito,o único diferencial é seguir conforme a vontade de Deus e ser salvo,não seguir e ter que ir para o reino das trevas,mas de qualquer maneira o sol nasce para todos,todos os dias indiferente,da cor,sexo,idade,orientação sexual,gordo magro,preto branco,a diferença esta na obediência, isto Ele não obriga a ninguém,o que não é certo, é cada um de nos querermos,impor uma bíblia ,conforme os nossos anseios, e que resolva todas as nossas necessidades, ai fica a pergunta quantos milhões de bíblias teríamos que escrever?

  3. AO SLASH, NÃO GENERALIZE, TEM MUITAS PESSOAS DE BEM QUE SÃO CRENTES, PESSOAS INTELIGENTES , EMPRESÁRIOS, MÉDICOS ETC.. REALMENTE TEM PASTORES QUE DENIGREM A IMAGEM DA IGREJA, NÃO FALANDO A VERDADE E SIM DANDO AO DINHEIRO UM GRANDE VALOR, MAIS QUE O PRÓPRIO DEUS, MAS NÃO SÃO TODOS, SOU JUIZ E SEI O QUE ESTOU FALANDO. CONCORDO COM ALGUNS PONTOS SIM, UMA VERDADE, INFELIZMENTE TEMOS MEMBROS NAS IGREJAS QUE ACABAM SE TORNANDO FANÁTICOS E AI ESTA O GRANDE ERRO EM NINGUÉM OS PARAREM, MAS ACABAM NÃO PERMANECENDO.

  4. Eu vejo a bíblia como livro sagrada apenas quando aberta e inspirada, doutra sorte é apenas letras e estas não edificam, queimar a bíblia só demonstra ignorância, mas não nos afeta em nada.

  5. E aqui no Brasil a iudr começou este odio chutando a santa e não pararam mais de se adentrarem e, igrejas católicas e quebrarem tudo., a polícia precisa agir, antes que os católicos arregassem as mangas e mande os hereges pro inferno.,

  6. Ao ler o comentario de Saslh pode perceber que esta sofre de sindrome da mudança o que venha ser isto:Alguem que nao era nada e passa a ser alguém precioso aos olhos de Deus ela por outro lado tem medo de experimentar esta mudança em sua vida,na biblia temos um personagénm que tambem pensava assim este era Saulo de Tarso um homem como mesmos sentimento desta pessoa e a graça de Deus alcançou ele e foi grandemente transformado,quanto a ela deixa fazer seus comentarios sem sentido por que o mesmo que ela despreza lhe pedira conta…

  7. O verdadeiro cristao deve andar sempre no caminho da verdade e do amor. Devemos respeitar a liberdade dos outros. A Biblia nos diz: Amai-vos uns aos outros e assim cumprireis a lei de Cristo. – Os verdadeiros pastores evangelicos devem apenas pregar o evangelho e nao criticar aqueles que nao querem aceitar Jesus como o Salvador da humanidade. Nao e por forca e nem por violencia.Cada pessoa e livre de aceitar ou de nao aceitar o verdadeiro evangelho. Nos nao podemos e nem devemos de modo algum julgar os outros. Nao temos essa prerrogativa. Quem nos pode julgar e apenas o Nosso Criador.

    Vos convido a visitar o Blog: vienouvelle.eklablog.com – Neste blog encontrareis mensagens evangelicas. Apos a leitura seria bom deixar comentarios Obrigado e boa leitura. Que Deus nos ajude na compreensao da sua Santa Palavra. Amen!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here