PLC122 e o ovo da serpente: os riscos de um Estado preconceituoso anticristão

12

por Rubens Teixeira

Um dos argumentos mais utilizados pelos defensores do PLC122 é a violência a homossexuais decorrentes do ódio a essas pessoas. Esse comportamento reprovável é classificado como homofobia. Os ativistas homossexuais, à procura de algum grupo para imputar a culpa por essas deploráveis condutas, elegeram os cristãos como seus opositores. Agora fica a questão: o que os cristãos fazem para que estejam relacionados aos atos de violência contra estas pessoas?

A rigor, querem mesmo tentar convencer a estes religiosos que não emitam opiniões contrárias a eles, o que em si é uma aberração. A relação de afetividade é algo que pertence à intimidade de cada pessoa e ninguém precisa da legitimação alheia para que exerça a gestão dos seus sentimentos e vontades, de modo que, se não há impedimento legal, cada um tem liberdade para fazer o que quiser, especialmente nos ambientes privados.

Pessoalmente, nunca vi um homossexual ser expulso de qualquer lugar, especialmente igrejas, onde normalmente são muito bem tratados, especialmente se forem respeitosos como são as pessoas de boa educação, sejam homo ou heterossexuais. Isso não quer dizer que estes cidadãos e cidadãs, e outros, não passem por estas situações, mas não é algo tão frequente quanto a quantidade de pessoas pobres que têm seus direitos violados em hospitais, escolas, repartições públicas, deixadas no cárcere com penas cumpridas, ou agredidas nas ruas por agentes públicos, ofendidas em ambientes de trabalho, e desprezadas em muitas mídias poderosas.

O artigo 8º da Lei 7716 atualmente prevê pena de reclusão de um a três anos para quem: “Impedir o acesso ou recusar atendimento em restaurantes, bares, confeitarias, ou locais semelhantes abertos ao público”. Querem inserir neste artigo: “Parágrafo único: Incide na mesma pena quem impedir ou restringir a manifestação de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público, resguardado o respeito devido aos espaços religiosos.”

Este dispositivo legal que buscam incluir elege os dois grupos que este projeto de lei quer colocar em posição de confronto: homossexuais e religiosos, mormente cristãos. Não há qualquer demonstração ou indícios de que religiosos sejam responsáveis pela proliferação da violência contra homossexuais, inclusive provocando mortes, as quais os defensores do PLC122 afirmam existir em decorrência exclusiva do preconceito e, por isso, defendem a urgência da sua aprovação. Essa solução fictícia que tentam dar ao problema não tem o foco que eles apresentam como argumento. Na verdade, querem legitimar, à força, a proibição aos cristãos de defenderem o que acreditam com relação aos comportamentos dos que, voluntariamente, escolhem seguir a fé cristã.

Observe que estão querendo dar um ‘salvo conduto’ para que se possa ter o direito de ‘manifestação de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público’, sabe lá o que venha a ser essa liberdade tão ampla e inatacável de manifestação de afetividade. Ressalto que essas brechas, abertas propositalmente, deixarão qualquer pessoa nas mãos de juízes, promotores, delegados ou qualquer cidadão que invocar esse direito amplo de demonstrar sua afetividade para quem quer que queira recebê-la no lugar, público ou privado, escolhido estritamente por eles.

Se não existindo esta previsão legal, hoje, o Estado brasileiro permite livremente passar símbolos religiosos em partes íntimas, além de outras formas de agressões aos religiosos tipificadas como crimes, imagina se exigir respeito tornar-se crime. Fazem-se manifestações agressivas em frente de igrejas, ou mesmo no meio de cultos, enquanto instituições que sistematicamente defendem violentos, incendiários e destruidores do patrimônio público e privado minimizam agressões contra cultos cristãos, além de tentar impor seus pensamentos contrários aos princípios em defesa da família e da vida, como fez a OAB no caso do ‘beijo lésbico” escandaloso de duas jovens em meio a um culto.

O Brasil é um dos países mais desiguais do mundo, a exemplo disso, foi o último a abolir a escravatura, e tem 90% dos moradores de comunidades pobres negros, percentual coincidente com a população carcerária. Se esse país com uma diversidade enorme de preconceito eleger apenas um como crime, estará consagrando-se como um país preconceituoso. Contudo, não parece haver um ativismo político contra a desigualdade social que aduba a proliferação e crescimento de várias formas de preconceito, muitos discriminados nesta lei que se presume tão boa, importante e urgente. Se houvesse um desejo de dar igual reprovação a todas as formas de discriminação e preconceito, certamente refletiriam sobre a proposta que apresentei sob o título: ‘Transformando o PLC122 preconceituoso e discriminatório em um PLC122 democrático e justo’.

Não nos enganemos. Isso é o ovo da serpente. Esta é uma metáfora usada por Ingmar Bergman no filme, do ano de 1977, que teve este nome e demonstrava o surgimento do nazismo com toda a sutileza. Faz referência a algo apresentado como bom, mas que abre portas para um resultado futuro perverso. Neste caso atual, o endereço da armadilha está dado exatamente no parágrafo único da lei supracitada, como expliquei no artigo ‘Novo PLC 122 dá garantia nula a religiosos e pode ser uma grande armadilha’. Definitivamente, a aprovação do PLC122 traz um risco de formar, discretamente, as bases de um Estado preconceituoso anticristão que elegerá outros motivos para colocar na conta deste grupo de religiosos outras mazelas sociais e assim tentar acuar cidadãos que queiram defender a sua fé, forma de pensar, se comportar, educar seus filhos, tudo com base na Bíblia.

COMPARTILHAR
• Evangélico • Doutor em Economia pela UFF • Mestre em Engenharia Nuclear pelo IME • Pós-graduado em Auditoria e Perícia Contábil pela UNESA • Engenheiro de Fortificação e Construção (civil) pelo IME • Bacharel em Direito pela UFRJ (aprovado na prova da OAB-RJ) • Bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN)

12 COMENTÁRIOS

  1. Texto didático.

    Até que enfim os que escrevem essas colunas estão se conscientizando de que não bastam cinco mal traçadas linhas, de conteúdo supérfluo(isso fica conosco), pois pior do que tratar mal quem a gente julga despreparado, é tratar com qualquer resto, sendo ainda pior quando se tenta impôr ao leitor pensamentos e teses desprovidos de imparcialidades.

    • Sr. Levi, todos tomamos partido de algo e não existe nenhum analista que consiga AINDA QUE O QUEIRA ser IMPARCIAL(isto é um paradoxo da crença ciêntífico-empirista moderno, ou seja, ela também é parcial na sua crença da prova de tudo pelo experimento empirista e no DESENCANTO do mundo{anti metefísica e religião[ões] }desde os seus primórdios com o Iluminismo).

  2. Texto didático.

    Até que enfim os que escrevem essas colunas estão se conscientizando de que não bastam cinco mal traçadas linhas, de conteúdo supérfluo(isso fica conosco), pois pior do que tratar mal quem a gente julga despreparado, é tratar com qualquer resto, visando impôr ao leitor pensamentos e teses desprovidos de imparcialidades.

  3. nesta tecla venho batendo faz anos, mas na verdade sofremos dois tipos de angustia, e dois ou tres tipos de nojo, primeira angustia, nossos deputados federais, e senadores desenvolveram uma artimanha muito bem armada, para não trabalhar em prol da igreja da familia da bíblia moral e bons costumes. Antes se blindaram uns aos outros mesmo tendo sido elegidos sobre esta plataforma, mas a realidade é outra, vemos que a maioria, votou com o governo no salario minimo de fome, e quando contestados, argumentos mil, respostas convicentes nenhuma, quebraria-nos o inss, endividaria-nos o governo, mas em contra partida, só no primeiro semestre, estes custaram aos cofres publicos dosi bilhões e oitocentos milhões, não fabricaram nenhuma lei para moralizar a casa e acabar com a farra do erário público , antes as contas do governo cresceram assustadoramente, vimos o governo dilma investir bilhões em países sul americanos atravéz do bnds, a fundo perdido. Ou seja dinheiro Brasileiro gasto em solo estrangeiro que nunca mais volta. ex. conjuntos habitacionais auto estradas metros refinarias, os países amigos comunistas ou comandados por ditadores, estão rindo atoa, elegeram lula, e agora recebem milhões, enquanto isto, no Brasil o nordeste sofre com a industria da seca, o milho prometido, não chega, a transposição do rio são francisco, superfaturada muitas vezes mais do que saiu no papel, afronta o pobre povo Brasileiro, que morre da sede da fome, e nossos politicos, nada.
    vemos também que enquanto eles politicos gozam de hospital pago por nós o melhor do país, pessoas morrem diariamente as centenas, nas filas de emergencias dos hospitais, sem atendimento, sem remédio e sem médicos, estes uma mafia no Brasil corporativismo a explorar o cidadão.
    vemos milhares de pessoas morrendo assassinadas todos os dias, não que se possa dizer , hoje não morreu ninguém, pela corte e juízo da bandidagem, rouba-nos matão executam os cidadãos que pagadores de impostos, ficam a merce deles.
    nas escolas prédios caindo aos pedaços, professores mal pagos, e mal preparados, roubo da verba da merenda, do transporte escolar.
    milhares de crianças vilipendiadas da sua infancia, nos semafaros, nas esquinas mendigando, muitas vezes, para sustentar o vício dos pais , estrupadas seviciadas, seus algozes entram e saem pelas portas da frente da polícia e da justiça ( foro ) crianças marcadas pelo resto da vida, e mesmo contando com o estatuto das criança e do adolescente, este só serve para proteger menor bandido assassino,
    mulheres espancadas mortas, roubadas em seus sonhos são destruidas moral psicológicamente todos os dias as centenas, e a lei maria da penha, nada geralmente culminando em suas mortes, esta lei que serve mais aos gays do que as mulheres.
    Idosos , que mesmo tendo o seu estatuto, são roubados de sua dignidade e muitas vezes jogados em asilos , abandonados socialmente definhão , sem familia ou amigos, quando ainda não são abusados espancados humilhados e mortos, mas seu estatuto não os protege.
    Milhares de cidadãos comuns que todos os dias morrem vitimas da bandidagem, tem seus suados bens roubados, morrem por ter um carro, morrem por um tenis por um celular, morrem porque tentam evitar ser assaltados, morrem porque bandido saiu hoje e disse não volto sem matar mais um, enfim a merce destes politicos , que gozam de saúde, segurança, bairros nobres, dinheiro bons salarios, ( fora os conchavos para votar as leis que interessa ao governo, ou fazer como fazem sempre nossos candidatos, não veem não ouvem e não falam ) alheios aos interesses, fazem como fez deputado que cortinou de fumaça a entrada de josé genuino e joão na camara federal, é uma vergonha.
    então concluindo, volto

  4. Manipulação das traduções biblícas.

    ” Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros , nem idólatras , nem adúlteros , nem afeminados , nem sodomitas.”
    ( I Corintios 6:9-10)
    ” Impuros , sodomitas , raptores de homens , mentirosos , perjuros e para tudo que se opõe a sã doutrina”
    ( I Timoteo 1:10)

    Neste versículos bíblicos encontramos uma clara tradução errada das escrituras sagradas. As primeiras traduções podem terem sido traduzidas de modo errôneo por acidente ou limitação de conhecimento.
    Estes versículos acima foram retirados das primeiras traduções da Bíblia sagrada ( João Ferreira de Almeida 2° Edição e Padre Antonio Pereira de Figueiredo).
    Porém em traduções mais novas há uma clara tradução errada feita de propósito pelos tradutores da Linguagem de Hoje e a Nova Versão Internacional. E todo aquele que traduz a Bíblia de forma errada e tendenciosa é usado pelo diabo e tal versão não deve ser usado nas igrejas , ao contrário deve ser usado como exemplo de traduções enganosas para que saibamos estudar nas traduções fiéis a Santa Palavra.
    As palavras acima traduzidas como Afeminados e Sodomitas não condizem com o texto original do grego.

    Tradução Errada:
    Malakoi= Afeminados
    Arsenoikoitai=Sodomitas.

    Mas quais seriam de fato o significado de Malakoi e Arsenoikoitai ?

    Malakoi= mole , suave , covardia ou fraqueza.

    Ou seja aquilo que esta traduzido como efeminados pode se entender como alguem covarde , preguiçoso algo do tipo , algo que não tem a haver com homossexualidade.
    A segunda palavra Arsenoikoitai não tem uma tradução clara em outras palavras Paulo ao usar tal palavra criara uma palavra para ilustrar algo que se praticava em sua época , mais uma vez o contexto nos manda analisá-lo.

    Tradução aproximada:
    Arsen= homem
    Koitai= cama.

    Paulo se referia á algum pecado cometido pelos homens na cama. Traduções mais antigas traduziram a palavra sodomita como masturbadores , assim o pecado que um homem pode praticar na cama pode ser tanto heterossexual quanto homossexual: adultério , estupro , pedofilia , prostituição entre outros. E como saber o que realmente significa ? Ao analisarmos o contexto veremos que era muito comum a prostituição masculina nos templos pagãos daquela época assim como a pedofilia também era. Existiam de fato homossexuais naquela época mas Paulo estava mais preocupado em acabar com a pedofilia e a prostituição do que com o amor de duas pessoas.
    Já aa tradução certa para afeminados é THILYPREPÍS
    e para sodomitas é SODOMÍTES , algo nada parecido com as palavras em seu original.
    Qualquer tradução destes versículos que tenham as palavras : homossexuais / homossexuais ativo e passivo são traduções tendenciosas e tais traduções devem ser rejeitadas como verdadeiras pois toda distorção bíblica provém de satanás , tais traduções como a NVI e a BLH devem servir de exemplo de má traduções.
    Não devemos nos esquecer do último verso de I Timóteo “e para tudo que se opõe a sã doutrina” em outras palavras todo aquele que se opõe a santa doutrina de Deus (os Dez Mandamentos) também não herdaram o reino dos céus. Muitos que usam estes versículos para condenar os homossexuais se esquecem do último versículo , na qual os que julgam os homossexuais de forma errada não seguem a santa Lei de Deus , transgredindo o 4° mandamento , que fala sobre o Sábado , qualquer que se opõe a qualquer mandamento incluindo o 4° sobre o Sábado estes sim não herdaram o reino dos céus e não alguem que ama uma pessoa do mesmo sexo.
    A tradução correta nos diz que os preguiçosos e os pedófilos/ou/ prostitutos pagãos não herdaram o reino dos céus , e não os homossexuais

    • Cientistas criaram queijo feito com bactérias retiradas do umbigo, dos pés e das axilas humanas

      …Homossexualidade não é genética, mas surge no útero, afirma pesquisa .Qua, 12 de Dezembro de 2012 21:25 Victor de Andrade Lopes Acessos: 8667 . .

      Um estudo publicado na The Quartery Review of Biology por um grupo internacional de cientistas mostra que nós talvez nunca encontremos um “gene gay”.

      Segundo os pesquisadores, a orientação sexual não é definida pela genética, mas sim pela epigenética, ou seja, o processo no qual o DNA sofre ação de fatores externos do ambiente. E, no que diz respeito à homossexualidade, o “ambiente” é o próprio útero materno.

      A Chave Epigenética

      A homossexualidade pode ser explicada pela presença de epi-marcas, segundo William Rice, professor da Universidade da Califórnia, EUA, e Urban Friberg, da Universidade Uppsala, na Suécia. Essas marcas são alavancas temporárias que podem controlar como nossos genes se expressam na gravidez e depois que nascemos.

      Há marcas específicas do sexo que passam de pai para filha ou de mãe para filho, diferente de outras marcas, que não costumam passar de geração para geração e terminam “deletadas”. Isso explicaria porque a homossexualidade parece se repetir em famílias, mesmo sem que haja algum motivo genético para isso.

      Os mecanismos genéticos são como camadas de informação adicionadas ao nosso DNA. As epi-marcas regulam a expressão dos genes de acordo com as pressões externas. Elas determinam o momento, o local e a quantidade em que esses genes são expressos. Além disso, elas são feitas desde a estaca zero a cada geração, apesar de evidências novas apontarem para a ocasional transferência de uma mãe para seu filho. É esse fenômeno que faz parecer que temos genes compartilhados com nossos parentes.

      Masculinização e feminização

      Para alcançar os resultados, os dois professores criaram um modelo biológico-matemático para mapear o papel da epigenética na homossexualidade. Para tanto, eles aplicaram a teoria evolutiva em avanços recentes na regulamentação molecular de expressão genética e desenvolvimento sexual dependente de hormônios.

      Os dados foram combinados com descobertas recentes do controle epigenético da expressão de genes, principalmente em células-tronco. Com isso, os pesquisadores desenvolveram e apoiam empiricamente um modelo matemática de uma canalização baseada em epigenética, que é a tendência da hereditariedade de restringir o desenvolvimento de novas características em um ou alguns traços. O modelo previu com sucesso a evolução da homossexualidade em homens e mulheres quando epi-marcas canalizadoras passaram de geração em geração com probabilidade diferente de zero.

      De acordo com a equipe que conduziu o estudo, “mudanças rastreadas na estrutura de cromatina influenciaram a taxa de transcrição dos genes (codificantes e não codificantes), incluindo reposicionamento de nucleossoma, metilação do DNA e/ou modificação das caudas das histonas, mas sem incluir mudanças na sequência de DNA”.

      O modelo resultante previu que a homossexualidade pode ser produzida por herança epigenética transgeracional.

      Epi-marcas sexuais são ativadas durante o desenvolvimento fetal para proteger a futura criança de variações naturais excessivas na testosterona, o que ocorre mais tarde na gravidez. Os processos epigenéticos previnem que um feto acabe adquirindo características de outros sexos quando a testosterona atinge altos níveis. Eles também trabalham para impedir que traços sexuais acabem resultando em seus opostos, o que inclui a orientação sexual.

      Willian e Urban acreditam terem descoberto, essencialmente, que há epi-marcas “sexualmente antagônicas” que podem às vezes passar para a próxima geração e tornar uma prole de sexo oposto homossexual.

      As regras darwinianas de seleção também atuam aqui: essas características epigenéticas podem se proliferar facilmente na população porque elas aumentam a aptidão da mãe e as protegem de variações naturais em hormônios sexuais durante o desenvolvimento do feto. Só em raros casos eles reduzem a aptidão em filhos.

    • A biblia é bem clara.

      I Coríntios 6:9 
      Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, 
      I Coríntios 6:10 nem os LADRÕES , nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

      Quem nao tem capacidade de seguir os princios desde mundo é mundo. Que rasgue sua biblia.

      Pois foi o proprio fundador do mundo que estituiu isso e nao os cristao. Essa lei vai ser somente mais uma porta de entrada pra o diabo fazer o que bem que com a humanidade, e Deus nao podera fazer nada, pois sua palavra esta sendo desconsiderada.

      Prefiro que Deus acabe com tudo isso antes. Como fez com o diluvio.

  5. Como pode em pleno século XXI, ainda não ter direito para todos, tantos problemas no brasil ( falta de agua no nordeste, corrupção,pobreza e etc… ) e pessoas levam mais em conta a discutir a aprovação do casamento igualitario…Poderiamos ser mais inteligente lutando para um brasil melhor, recentemente o brasil mostrou a força que tem quando saiu as ruas…

    Nasci em um lar cristão, desde pequeno fui criado na igreja.. Mas hj não frequento mais a igreja.. discordo de muita coisa da igreja, acredito que temos lutar pelo bem de todos, poderiamos ser mais humanos, quanso sentimos a dor do proximo podemos evoluir , ex: e se um heteresexual tivesse o msm problema de se casar, se eles passassen pelas msm situaçoes que um homosexual?..

    Acredito que a igreja tem que ter dialogo e nao sair por ai, chamando tudo de demonio, não acrdito que isso seja inteligente, as igrejas tem que abrir a porta para o dialogo, Dialogo é tudo.
    uma vez assistindo um programa religioso, me lembro de bispo, falando que É TEMPO DA IGREJA CONSTRUIR PONTES, E NAO LEVANTAR MUROS.
    essa frase é linda, e mostra a realidade.

  6. 03/12/2013 12:20
    Liderança de Garotinho é destaque no jornal O Dia, vai ser dificil candidato do partido do mensalão ganhar, e crente não vai se deixar levar por ninguém, o titulo é do cidadão e a responsabilidade de como ele deve usar é puramente dele e temos as redes sociais, garot-ganha n v atraz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here