Por que não operamos milagres maiores que os operados por Jesus?

13

Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.” João 14:12

Certo dia, um amigo muito angustiado me procurou, preocupado com o seu ministério, dizendo que não conseguia adquirir a promessa de Jesus descrita nesta passagem. Em outras palavras, não chegava a um nível de espiritualidade elevada, a ponto de operar milagres maiores dos que o Mestre operou em seu ministério terreno.

A primeira coisa que questionei: se realmente as “obras maiores” que Jesus prometeu que iríamos fazer, for os sinais miraculosos que Ele operou durante seu ministério terreno, então estamos com um problema muito grave: A realidade da Igreja hoje estaria muito distante do ideal! Os sinais extraordinários operados por Jesus deveriam acontecer em quantidades maiores, com milagres mais espetaculares e extraordinários dos que o Mestre operou. Imaginem, por exemplo, qual milagre seria maior do que ressuscitar um morto? Ou então reconstruir uma orelha decepada?

Confesso que até hoje não vi ninguém operar milagres e sinais extraordinários como: andar sobre as águas, curar cegos e paraplégicos, reconstituir mutilados, ressuscitar mortos, transformar água em vinho, ler pensamentos, multiplicar pães e peixes etc.

Na verdade, o grande problema é que muitos pregadores “milagreiros” utilizam Jo 14:12 de forma isolada e fora de contexto, interpretando o texto de maneira literal, para tentar justificar seus truques de ilusionismo e de misticismos exóticos. Este errôneo “padrão de ensino” vem sendo propagado há muito tempo nas igrejas neopentecostais brasileiras, tendo em vista os inúmeros casos de pessoas que se frustraram ministerialmente por não conseguir alcançar esta suposta “promessa sobrenatural” de Jesus, bem como por serem vítimas dos milagreiros fraudulentos.

Analisando o versículo de maneira exegética, o termo grego utilizado para “maiores” é meizõn, literalmente significa “coisas maiores”. Já o vocábulo “obras” a palavra grega é ergon, que significa trabalho, ato, ação. [1] O termo ergon é direcionado, em sentido amplo, a “trabalho”. Na versão Bíblica inglesa King James (KJV), o vocábulo ergon é empregado a “works”, que significa trabalho. [2] Seguindo o contexto direto da passagem, as “obras maiores” significam a longitude do trabalho através da expansão do evangelho. Em outras palavras: o foco é trabalhos maiores e não milagres maiores!

Cristo não está afirmando que faríamos milagres extraordinários maiores do que Ele fez, mas sim que a obra da Igreja, no poder do Espírito Santo, será “maior” do que a obra de Jesus, em sentido numérico e territorial. As obras maiores estão diretamente conectadas à ida de Cristo ao Pai (“porque eu vou para junto do Pai”), onde após isso o Espírito Santo seria enviado (Jo 14:16) e os discípulos revestidos de autoridade para anunciar o evangelho (At 1:8). Quando o Espírito foi derramado sobre os discípulos, todos eles pregaram a Palavra de Deus. Com isso, converteram-se ao evangelho uma enorme multidão de pessoas, quantidade bem mais numérica do que todas as pregações de Jesus juntas (At 1:15, 2:41, 4:4, 5:14, 6:7, 9:35, 12:24, 16:15). As “obras maiores” que os discípulos realizaram foram, sem dúvida, às milhares de conversões de vidas, através da propagação do evangelho pelo poder do Espírito Santo.

Os apóstolos não operavam milagres como meio de pregar o evangelho, mas em casos específicos como sinais inquestionáveis do poder de Deus (At 19:11). O Evangelho em si tem como objetivo de salvar vidas e não de operar milagres físicos, pois estes são meros coadjuvantes da mensagem evangelística (1Co 15:1-4, 1Tm 1:15). Em seus sermões, Jesus nunca priorizou curas, milagres e sinais. Os mesmos eram acompanhantes de suas pregações, nos quais testificavam que Ele era o Messias Ungido de Deus.

Sendo assim, não devemos de forma alguma lamentar por não realizar milagres iguais ou maiores dos que Cristo operou. Na verdade, o nosso lamento deve estar na superficialidade bíblica em que algumas igrejas estão inseridas, pois o que é pregado e ensinado por muitos vem prejudicando a essência da mensagem bíblica, enfatizando experiências místicas extra-bíblicas em detrimento da verdadeira mensagem evangelística que é a salvação e transformação de vidas.

O maior milagre que pode acontecer na vida de alguém é a salvação em Cristo Jesus. Portanto, vamos anunciar o evangelho!

Soli Deo Gloria!

Notas:
1 – GINGRICH, F. W.; DANKER, F. W. Léxico do N.T. grego/português. Vida Nova, 2003. pág. 85.
2 – KING JAMES Amplifield Parallel Bible, 2005 Thomas Nelson Publishing Staff

COMPARTILHAR
Cristão reformado, casado com Sandra Nara e pai do Davi. Diretor de arte, designer gráfico por formação. Teólogo, apologista cristão e blogueiro, autor de diversos artigos referentes à defesa da fé cristã, bem como refutações de práticas anti-bíblicas, de seitas e heresias. Editor do Blog Bereianos e articulista de outros blogs e sites. Twitter @ruymarinho

13 COMENTÁRIOS

  1. O RUI SÓ ESQUECEU EM SUA BRILHANTE EXPLANAÇÃO QUE QUEM CURA NÃO É O HOMEM. JESUS LITERALMENTE NOS OUTORGOU ESSE TRABALHO. COMO ELE TODOS NÓS NASCIDOS DE NOVO, DEVEMOS ENSINAR, PREGAR E CURAR NO NOME QUE ESTA ACIMA DE QUALQUER COISA EXISTENTE, JESUS. SHALOM!

  2. Prove você mesmo as mentiras de Jesus >>>

    E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
    Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
    João 14:13-14

    SE ISSO FOSSE VERDADE, TODAS AS ORAÇÕES (SEM EXCEÇÃO) DOS CRENTES SERIAM ATENDIDAS .

  3. só sou contra esta afirmação: "não devemos de forma alguma lamentar por não realizar milagres iguais ou maiores dos que Cristo operou" ; acredito que como cristãos devemos lamentar sim! creio sem duvida que a maior obra deixada por jesus é de ganhar almas pois a grande comissão é isso. Lembrando que os sinais acompanharão os que crêem.

  4. Já tive pensando sobre este fato um tempo atras e na minha humilde compreensão, chequei a seguinte conclusão : Imagine você toda forma de invencionice em nome de Cristo , um verdadeiro bombardeio comercial em cima do seu nome, um vale tudo por dinheiro, fama, e gloria , isto sem os sinais extraordinários do passado, por homens servos de Deus totalmente dirigidos pelo poder do Espirito Santo, que buscavam a gloria do Reino de Deus.Hoje ao contrário, tais lideres estão mais preucupados com a gloria terrena.Deus não divide sua Gloria com mercenários

  5. E disse-lhe: "Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo: mas quem não crer será condenado.E estes sinais seguirão aos que crerem ; Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas linguas; Pegarão nas serpentes;e, se beberem alguma coisa mortifera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. MARCOS 16:15 A 18. E eles tendo partido, pregaram por todas as partes , cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram.amém.
    ao irmão que disse que não conseguia ver as curas no ministério dele, não se preocupe com isso , apenas pregue a palavra e creia que o Senhor fará os sinais, é ele que confirma a palavra com os sinais .a palavra diz que o Espirito Santo concede os dons , segundo a necessidade da igreja. O Senhor Jesus fez milagres através de homens no antigo testamento, no novo testamento e hoje ele usa igreja para sua glória, amém…Jesus Cristo é o mesmo ontem , hoje e o será para sempre.

  6. Muito bem Ruy , vejo que você reconhece que o objetivo do evangelho e espiritual ,e não satisfazer as necessidades da carne ,creio que os milagres verdadeiros operados por Jesus na época da igreja primitiva foram uteis para a divulgação do evangelho, em João cap,1: 12-13 esta escrito ,” mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de DEUS: aos que crêem em seu nome, os quais não nasceram do sangue. nem da vontade da carne nem da vontade do varão , mas de DEUS. Muitos estão pregando um novo evangelho focado em riquezas materiais bem estar do corpo físico, esquecendo que este corpo físico, e estas riquezas materiais não entrarão na Nova Jerusalém , Paulo disse que , ainda que o seu homem exterior se desfizessem o seu homem interior estaria renovado pelo poder de DEUS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here