Perdemos o apologista Natanael Rinaldi

1

A morte do Pastor e apologista Natanael Rinaldi (às 4h30 da manhã de hoje, 24/2), põe fim ao ciclo da “apologética combativa” no Brasil. Advogado por profissão, Rinaldi foi um dos principais responsáveis pela difusão e crescimento da Apologética no país. Era o ano de 1983 quando o Dr. Walter Martin veio ao Brasil para proferir uma série de palestras. “Suas reuniões, tanto no Rio de Janeiro como em São Paulo, causou um impacto de tal dimensão que ele viu-se persuadido a iniciar uma extensão do seu ministério em nosso país”, lembra o também Pastor e apologista Paulo Romeiro em prefácio do volume II da Série O Império das Seitas (Editora Betânia, 1992, p.10). Um ano depois é aberto em São Paulo o escritório do Instituto Cristão de Pesquisas (ICP) que teve como primeiro presidente o Dr. Aristóteles Alencar e o Pr. Dr. Natanael Rinaldi como o segundo secretário da filial norte-americana no Brasil.

Curta a nossa página no Facebook

De segundo secretário do ICP, Natanael Rinaldi assumiu a direção do instituto alguns anos depois, fato que contribuiu com a expansão do instituto no território nacional. Apologista combativo começou sua trajetória na área após alguns embates com adeptos da Igreja Adventista do Sétimo Dia, grupo religioso que abordaria com maior profundida ao longo de seu ministério. No ICP organizou palestras, simpósios, seminários e colabarou com a criação, em 1996, da revista Defesa da Fé, da qual também fez parte nosso amigo Jamierson Oliveira. Também foi o responsável pela criação do programa de rádio Defesa da Fé, que ia ao ar em diversas emissoras do Brasil. Segundo editor da DF, Oliveira descreve o Pastor Rinaldi como um “teólogo respeitadíssimo, com uma carreira de mais de 60 anos de defesa da fé cristã”. Em 2000 foi publicada a primeira edição da Bíblia Apologética Cristã, tendo Jamierson Oliveira como editor e Natanael Rinaldi como Coordenador Teológico.

Com o início da segunda fase da atuação do ICP assume a direção do instituto o Pr. Antônio Fonseca. Rinaldi é mantido como presidente de honra e, anos depois, devido à idade avançada, diminuiu o ritmo de viagens e atividades internas para se dedicar aos trabalhos da Igreja Evangélica da Paz (IEP), com sede em Santos e ao programa Consultando a Bíblia (programa este que resultaria no recente lançamento de um livro com o mesmo nome). Apesar da diminuição das atividades o Pastor Natanael Rinaldi continuou contribuindo com a Apologética brasileira, seja como articulista em alguns eventos, publicação de artigos em portais como CACP, e realização da Conferência Apologética Natanael Rinaldi, na igreja-sede da IEP. Não obstante o esforço de Rinaldi, sua honrada participação na direção do ICP, e seu desejo obstinado de defesa da fé, entre o final da década de 90 e inicio do século XXI a imagem da Apologética brasileira sofreu um revés com uma série de desentendimentos e disputas no âmbito do Instituto Cristão de Pesquisas.

Além das disputas internas dentro do instituto outros fatores contribuiram com o término da fase combativa, como uma mudança de enfoque na área. A nova fase é marcada por uma apologética com maior ênfase teológica e menos combativa, a exemplo do enfoque editorial de institutos como o Núcleo Apologético de Pesquisas e Ensino Cristão (NAPEC); e da extinta revista Apologética Cristã, esta com edição de Jamierson Oliveira. Faço parte do NAPEC como articulista e também tive o privilégio de assinar algumas matérias de capa da Apologética Cristã. Portanto, sou testemunha da mudança de enfoque teológico e apologético que passou a vigorar na virada do século. Atualmente apenas o Centro Apologético Cristão de Pesquisas (CACP) mantém um enfoque apologético combativo, porém muito aquém do que já foi a Apologética. Em busca de um norte o instituto fez parceria com Natanael Rinaldi, razão pela qual conseguiu dar sustentabilidade ao trabalho desenvolvido quase que unilateralmente por seu fundador, o Pastor João Flávio Martinez.

Na verdade, os antigos e os novos apologistas brasileiros perderam seu referencial.  O Pastor e Doutor Natanael Rinaldi faleceu uma semana após sua esposa, Paulina Rinaldi. Que Deus console sua família, amigos e membros da Igreja Evangélica da Paz. A apologética não será mais a mesma.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here