Artigos

O pentecostalismo é uma heresia? Dons de línguas e curas não procedem de Deus?

Comments (29)
  1. STARDUST disse:

    Não sou adepto das denominações evangélicas, seja de que ramo forem, seja tradicional, pentecostal ou neopentecostal, exatamente pelas distorções que fazem do evangelho real, mas que os dons existem, isso sim e são atuais.

    Dons de lingua existem, não é pq estão fazendo uma confusão sobre esse assunto que ele deve ser desconsiderado. Da mesma forma os outros dons.

    O problema é que tem denominações evangélicas que estão supervalorizando o dom de linguas, chegando até ao cumulo de ensinarem que quem não fala em linguas não tem o Espírito Santo, coisa que a bíblia nunca diz, e por outro lado, denominações evangélicas que ensinam que o dom de linguas cessou, que só era para os tempos bíblicos… coisa também que a bíblia não ensina.

    Todo dom tem um objetivo específico, e o dom de linguas também:

    “De sorte que as línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis…” (I Coríntios 14:22a)

    a quem interessar deixo uma palavra bíblica muito interessante sobre o dom de linguas:

    ” Contudo, prefiro falar na igreja cinco palavras com o meu entendimento, para instruir outros, a falar dez mil palavras em outra língua.” (I Coríntios 14:19)

    Mais direto, impossível!

    1. Paulo Tarso disse:

      Você diz que não pertence a nenhuma Igreja evangélica por causa das distorções…

      Aí você está totalmente errado!

      Você não pertence a nenhuma Igreja evangélica por ainda não ter tido a oportunidade em se chamado por Jesus…

      Você, nem ninguém irá a Ele, sem que antes Ele o chamar… espero que Ele chame a você também….

      Foi o Senhor Jesus quem declarou: “Ninguém vem ao Pai, senão por mim”…

      Que um Dia Jesus lhe chame a Deus…

    2. Paulo Tarso disse:

      Errei… me desculpe…

      1. clamando disse:

        E NEM PODE SER CHAMADO POR DEUS POIS FOI CHAMADO PARA SER ADVOGADO DO DIABO E NINGUÉM PODE SERVIR A DOIS SENHORES, OU BEM A DEUS, OU ENTÃO AO DIABO, E ELE VEZ SUA OPÇÃO PELO MAL

  2. Gil disse:

    O pentecostalismo é uma heresia? SIM!!
    Dons de línguas e curas não procedem de Deus? NEM SEMPRE!!!

    1. lrraimundo disse:

      Falou agora o próprio “deus”…
      rsrsrsrs… Cuidado ao ser categórico em uma coisa q ñ sabe.

    2. edelson disse:

      Gil herege é você que não tem domínio do assunto.

  3. Mary disse:

    Tem pessoas ensinando a falar em línguas! Ensinando palavras, ou mandando repetir palavras até que a pessoa entre em transe, enrole a língua e fale qualquer coisa!
    Eu acredito no dom de línguas, mas com um propósito e sem a criação de ambientes que gere emoções nas pessoas.
    Acredito em curas, já fui curada, numa oração simples, quase silenciosa!
    Deus não é surdo, nem precisa de espetáculos pirotécnicos para ser impressionado!

  4. Gildo Ribeiro disse:

    Excelente artigo!!! Fiquemos com Atos 2.19

  5. clamando disse:

    IMAGINEM DIA DE PENTECOSTES PODER DE DEUS DESCENDO SOBRE AS PESSOAS QUE ESTAVAM ESPERANDO, PEDRO PREGANDO COM TAL AUTORIDADE, QUE GANHOU MILHARES DE ALMAS NAQUELES DIAS, E TENDO EM VISTA CERTAMENTE GRITOU BERROU PULOU ISTO FOI O PENTECOSTES, A MAIORIA CARNAL NA VOLTA ACHAVAM QUE ESTAVAM EMBRIAGADOS, ORA QUE É SER PENTECOSTAL? PARECE LOUCURA E OS CARNAIS INCENSIVEIS AO ESPIRITO SANTO…POR NÃO CONSEGUIREM TER COMUNHÃO COM DEUS, FALAM BESTEIRA BOCA A FORA , LEMBRAM DE ESTEVAM E A ESTRADA DESERTA, COMO CHEGOU AO EUNUCO E COMO FOI EMBORA, ISTO É LOUCURA, JOÃO PASSAVA E SUA SOMBRA CURAVA, DAVI DANÇOU MIRIAM DANÇOU, CHAMEM DE LOUCOS E DAI, NO QUE É MELHOR QUE NÓS, POR NÃO SEREM NEM FRIOS NEM QUENTES É QUE DEUS QUER VOMITAR, DE SUA BOCA GENTE CARNAL, O HOMEM NUNCA PODE SUPORTAR A GLÓRIA DE DEUS

    1. Cristão disse:

      I Coríntios 14:19

      1. clamando disse:

        Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar.
        Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.
        Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação.
        O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.
        E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação.
        E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, que vos aproveitaria, se não vos falasse ou por meio da revelação, ou da ciência, ou da profecia, ou da doutrina?
        Da mesma sorte, se as coisas inanimadas, que fazem som, seja flauta, seja cítara, não formarem sons distintos, como se conhecerá o que se toca com a flauta ou com a cítara?
        Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?
        Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.
        Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo, e nenhuma delas é sem significação.
        Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim.
        Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.
        Por isso, o que fala em língua desconhecida, ore para que a possa interpretar.
        Porque, se eu orar em língua desconhecida, o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica sem fruto.
        Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.
        De outra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o que ocupa o lugar de indouto, o Amém, sobre a tua ação de graças, visto que não sabe o que dizes?
        Porque realmente tu dás bem as graças, mas o outro não é edificado.
        Dou graças ao meu Deus, porque falo mais línguas do que vós todos.
        Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida.
        Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento.
        Está escrito na lei: Por gente de outras línguas, e por outros lábios, falarei a este povo; e ainda assim me não ouvirão, diz o Senhor.
        De sorte que as línguas são um sinal, não para os fiéis, mas para os infiéis; e a profecia não é sinal para os infiéis, mas para os fiéis.
        Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos?
        Mas, se todos profetizarem, e algum indouto ou infiel entrar, de todos é convencido, de todos é julgado.
        E, portanto, os segredos do seu coração ficam manifestos, e assim, lançando-se sobre o seu rosto, adorará a Deus, publicando que Deus está verdadeiramente entre vós.
        Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
        E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete.
        Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus.
        E falem dois ou três profetas, e os outros julguem.
        Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro.
        Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam consolados.
        E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas.
        Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.
        As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.
        E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.
        Porventura saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?
        Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.
        Mas, se alguém ignora isto, que ignore.
        Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas.
        Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.

        1 Coríntios 14:1-40

    2. clamando disse:

      Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas Aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” Mateus 3.11

      1. Cristão disse:

        I Coríntios 14:19

        pra bom entendedor um pingo é letra.

        1. lrraimundo disse:

          Pra quem lê o capítulo 14 todo, entende muito bem o q está sendo discutido.

          1. clamando disse:

            todos estamos certos de uma maneira vista por angulos diferentes mas eu sou pentecostal

  6. Marcos Oliveira disse:

    O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos; quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.

    1 Coríntios 13:8-10

    1. lrraimundo disse:

      E o q isso quer dizer???? Ñ disse nada com nada em cessar os dons espirituais. Apenas fala da supremacia do amor em relação a outras coisas.

      1. Marcos Oliveira disse:

        Continuando:

        “Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.” 1 Coríntios 13:11

        1. lrraimundo disse:

          E aí? Continua falando nada com nada. O próximo capítulo o próprio apóstolo trata extensivamente sobre dons espirituais.

          1. Gilberto disse:

            Nos mandamentos de Deus não é solicitado falar em linguas seja ela lingua dos anjos ou linguas estrangeiras. Nele só fala para amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, então temos que a mar a Deus sobre este mundo mas fica a pergunta para reflexão: voce quer Deus? Ama a Deus?, morreria por Ele agora? Esta é a real situação que um crente tem que ter pois ele já não é deste mundo e deve com certeza querer estar com o Pai. Então se voce se considera um cristão e fala em linguas faça esta pergunta para sí mesmo: “EU MORRERIA POR CRISTO?”

  7. Rany disse:

    Dons de Linguas, profetizar, sonhos profeticos ainda existem, pois o Deus de Ontem é op mesmo Deus de hoje!

  8. Gilberto disse:

    Nos mandamentos de Deus não é solicitado falar em linguas seja ela lingua dos anjos ou linguas estrangeiras. Nele só fala para amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, então temos que a mar a Deus sobre este mundo mas fica a pergunta para reflexão: voce quer Deus? Ama a Deus?, morreria por Ele agora? Esta é a real situação que um crente tem que ter pois ele já não é deste mundo e deve com certeza querer estar com o Pai. Então se voce se considera um cristão e fala em linguas faça esta pergunta para sí mesmo: “EU MORRERIA POR CRISTO?”

  9. geraldo goulart disse:

    ja estive em igrejas pentescostais e falei em linguas desconectantes é tudo clicagem não dizem coisa nenhuma, a palavra de Deus diz pra não dizer-mos amém para o que não podemos entender alguem alguma vez ja viu alguem traduzir o que se esta sendo falado nos ditos avivamentos pentescostais com linguas estranha?

  10. DOUTOR DA LEI disse:

    DAVID MIRANDA ENSINA TEOLOGIA DA PROSPERIDADE NA IPDA-HD

    https://www.youtube.com/watch?v=dOcLp__sb18

    DAVID MIRANDA SEMPRE DISSE QUE ENSINAMENTOS DE PROSPERIDADE EM OUTROS MINISTÉRIOS ERAM DOUTRINAS DE DEMÔNIOS E DE FALSOS PROFETAS, E NESSE VÍDEO PODEMOS OUVIR CLARAMENTE O AUDIO DE UM PROGRAMA DA SEDE MUNDIAL CHAMADO TELE BENÇÃO ONDE O DAVID MIRANDA LIGA PARA OS OUVINTES PEDINDO PARA CONTAR AS BENÇÃOS RECEBIDAS ATRAVÉS DA IPDA, É O MESMO TIPO DE PROGRAMA QUE O VALDEMIRO E PASTORES DA MUNDIAL FAZEM, AGORA QUEM ESTÁ IMITANDO QUEM EU JÁ NÃO SEI, E NESSE VÍDEO UMA SENHORA DIZ QUE DEPOIS QUE ELA COMEÇOU A FREQUENTAR A IPDA DEUS DEU DUAS CASAS PARA ELA E A TODO INSTANTE O DAVID MIRANDA INCENTIVA ELA A DIZER QUE AS DUAS CASAS FORAM ADQUIRIDAS SOMENTE DEPOIS QUE ELA COMEÇOU A FREQUENTAR A DEUS É AMOR, E EM DETERMINADA PARTE DO VÍDEO O DAVID MIRANDA DIZ QUE SE OS OUVINTES FOREM VISITAR A SEDE MUNDIAL OU QUALQUER OUTRA CONGREGAÇÃO DA IPDA DEUS TAMBÉM PROSPERARÁ COM CASAS ASSIM COMO PROSPEROU A IRMÃ QUE ESTAVA CONVERSANDO COM ELE VIA TELEFONE NO PROGRAMA TELE BENÇÃO, SÃO CENTENAS DE HERESIAS JÁ ENSINADAS PELO DAVID MIRANDA USANDO A VOZ DA LIBERTAÇÃO, E AGORA ELE ESTÁ NO MESMO CAMINHO DAQUELES QUE ELE SEMPRE CRITICOU AGINDO COMO UM FARISEU HIPÓCRITA

    E tu, ó homem, que julgas os que fazem tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?

    Romanos 2:3

    Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus;
    E sabes a sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei;
    E confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas,
    Instruidor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei;
    Tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas?
    Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras? Tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio?
    Tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei?
    Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós

    Romanos 2:17-24

  11. Lindomar disse:

    Acho um exagero criticar as igrejas pentecostais dessa forma, mas que o dom de línguas é utilizado de forma inadequada é um fato inegável. Primeiramente explico, aceitei Jesus em uma igreja tradicional e por causa da minha esposa hoje frequento uma igreja renovada. Acho um absurdo o foco excessivo no dom de línguas nessas igrejas, inclusive participei de um culto onde o palestrante leu somente parte do versículo 4 de 1 Coríntios 14: “4 O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo…” e em cima desse retalho de versículo pediu que todos os membros da igreja buscassem receber o “batismo do Espírito Santo” e orassem em línguas. E aí começou todo mundo a repetir o que está acostumado a ouvir na igreja: “oh decanta surianbaché…”. Engraçado é que o palestrante pega um única versículo de um texto cujo foco é falar sobre a ordem no culto e colocar regras sobre a utilização dos dons espirituais. Por exemplo, porque ele não leu o seguinte versículo? “Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.” 1 Coríntios 14:9. Ou então: “Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida. 1 Coríntios 14:19. Ou ainda: Se, pois, toda a igreja se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos? 1 Coríntios 14:23.

    Paulo, inspirado pelo Espírito, disse: E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus.
    1 Coríntios 14:27,28

    Agora eu pergunto: qual igreja pentecostal obedece esse versículo? Das que eu já frequentei, e olha que não foram poucas, nenhuma! E não venham me dizer coisas como “não podemos limitar a ação do Espírito” pois foi o próprio Espírito que regulamentou como o dom deveria ser usado. E olha que, por enquanto, estou partindo do pressuposto de que a interpretação pentecostal sobre o significado do dom de línguas está correto, o que não é verdade. A passagem de Atos deixa claro que a língua estranha falada ali eram idiomas existentes na terra e não “língua de anjos”. Haviam pessoas de várias nações e todos entenderam em suas línguas em suas línguas maternas. Isso está claríssimo na passagem bíblica, e Deus, na sua sabedoria, tem um propósito no que faz. Não há o menor sentido e propósito em ficar falando na igreja um monte de palavras que ninguém entende (nem quem está falando) e dizer que isso é dom do Espírito. Os dons do Espírito tem uma finalidade! E pra terminar, você, que conhece um monte de gente que “ora em línguas” conhece quantas pessoas que tem o dom de interpretar línguas? Onde está o dom de interpretar línguas nas igrejas pentecostais?

  12. CONCORDO PLENAMENTE COM SEU COMENTARIOS POIS SAO BASEADOS NAS ESCRITURAS SAGRADAS,SOU ASSEMBLEIANO DESE O DIA QUE NASCI,E JAMAIS PODERIA CONCORDAR COM QUALQUER COISA QUE SEJA ESCRITA CONTRA O PENTECOSTES,,,SABEMOS QUE EXISTEM MUITAS HERESIAS MAS O PENTECOTES E TTOTALMENTE BIBLICO.

  13. Dan disse:

    Falar em linguas não vem de Deus. Engraçado seus fulanos dizendo “sou pentecostal!”… Não deveria dizer “sou Cristão!”? Vão ler a Bíblia com calma, e talvez com um dicionário do lado, para entender o significado histórico do pentecostes e o que foi o “falar em línguas”. O que existe hoje nessas igrejas é uma heresia, uma coisa de Satanás para desencaminhar até mesmo os escolhidos.

  14. Paulo José Evangelista disse:

    Prezados,
    Bom dia.
    Tenho alguns questionamentos a fazer com relação a isso.
    1º Por que os crentes que nunca falaram em línguas não são considerados “espirituais” ou “completos”, “plenos do Espírito”? O próprio Paulo diz que nem todos falam em outras línguas (1Co 12.30).
    2º Se as línguas são o sinal ou prova de que alguém foi batizado com o Espírito Santo, baseado nos textos de At, então está faltando algo: lá, nos episódios listados como prova dessa evidência física inicial desse batismo, as línguas são acompanhadas de fala (At 2.6) ou mensagem – “as grandezas de Deus” – inteligível (At 2.11). Em At 10.46, se diz “e engrandecendo a Deus”, ou seja, novamente de forma inteligível, sendo que neste texto, o batismo com água ocorre após o derramamento do Espírito. E em 19.6, está dito que “tanto falavam em línguas como profetizavam”, i.e., havia entendimento para quem os ouvisse.
    3º Por que os c. 3000 novos convertidos de At 2.41, portanto presentes à descida do Espírito Santo, não começaram a falar em línguas ao se arrependerem e serem batizados, uma vez que, feito isso, de acordo com Pedro eles receberiam o dom do Espírito Santo? Era para eles buscarem a partir daí? Pedro não disse nada a respeito. E em Lc 24.49, Jesus disse que a promessa do Espírito Santo era para ser aguardada e não buscada. Os discípulos estavam “assentados”,i.e., numa atitude de espera, não de busca.
    4º Por que os crentes que nunca falaram em línguas não podem ser ordenados diáconos, presbíteros e muito menos pastores nas AD? Eles possuem ou não o Espírito Santo? Ou será que possuem o “Espírito por medida”, contrariando Jo 3.34? Ou, em verdade, de acordo com a visão pentecostal, jamais foram crentes genuínos, uma vez que “algo” os impede de falarem em línguas, provando assim que foram batizados com o Espírito Santo? Normalmente, se diz que é “pecado oculto”, “frieza”, “falta de fé, oração e jejum”, entre outros motivos alegados como impedimento para aqueles que não falam em línguas, pelo menos uma única vez. Nem que seja para, depois disso, nunca mais; mas, ao menos para comprovar que foi batizado com o Espírito Santo.
    5º Paulo diz que as línguas são sinal para os incrédulos, e não que sejam o sinal do batismo com o Espírito Santo. E como sinal para os incrédulos, elas implicam “juízo” divino (1Co14.22 com Is 28.11-12). Assim foi nos episódios elencados em Atos: no capítulo 2, para os judeus incrédulos em relação ao Cristo; no capítulo 8, para os judeus incrédulos em relação à inclusão dos samaritanos, um povo que guardava parentesco com eles, na igreja do Cristo; no capítulo 10, para os judeus incrédulos em relação à inclusão dos gentios; e no capítulo 19, para que a igreja do Cristo não nascesse dividida entre “discípulos de João” e “discípulos de Jesus”.
    6º Por que as línguas faladas hoje em dia são tão parecidas, de poucas palavras ou sílabas, sem interpretação ou com interpretação duvidosa, expressas ao mesmo tempo nos cultos, em voz alta e até mesmo ao microfone, totalmente contrário ao ensino de Paulo (1Co 14.26-28)? Por que não se ensina este capítulo no cultos de doutrina das AD?
    7º Crentes carnais vão para o céu? Se assim não for, os crentes que nunca falaram em línguas estão todos descartados, uma vez que, no meio pentecostal, eles são considerados suspeitos de carnalidade, quer seja por algum pecado inconfesso, quer seja por não se “abrirem” à atuação do Espírito, o que quer que isso signifique. E o paradoxal é que os próprios pentecostais reconhecem que muitos desses irmãos manifestam outros dons espirituais (sic!), relacionados a outras áreas do serviço cristão, como por exemplo, o ensino, a misericórdia e a contribuição. Ora, se é assim, de que Espírito estamos falando? De um que discrimina entre crentes e crentes, fazendo de uns cidadãos vip do Reino dos Céus e de outros meros súditos?
    Há muito erro envolvido com o ensino pentecostal. Até mesmo na sua origem moderna. E dizer que o crente mais espiritual é o que fala em línguas, porque isso prova que ele foi revestido de poder ficando assim mais forte do que os demais para pregar e viver em santidade é uma falácia. Milhares de crentes que tiveram essa experiência hoje perambulam por aí desviados, quando não envolvidos com outras religiões totalmente estranhas ou heréticas ao Cristianismo. Será que a experiência deles foi espúria? Será que ninguém viu isso no local onde essa experiência ocorreu? Qual é o papel dos obreiros nessas reuniões onde supostamente isso acontece? Não seria a de usar o discernimento e provar os espíritos?
    No artigo acima é citado o nome de vários predecessores do Pentecostalismo moderno, para apoiar a tese de que o movimento vem de modo contínuo através dos séculos da história da igreja. Mas há dois grandes lapsos nesse período: de Agostinho a Simão, o Novo Teólogo (c. 500 anos) e daí aos Jansenitas (c. 600 anos). Portanto, mais de um milênio de história sem “Pentecostes”. Os movimentos citados dos valdenses, albigenses e frades mendicantes não se conectam ao Pentecostalismo: ao contrário, creio que os pentecostais não gostariam realmente de ser identificados ou de alguma forma ligados a eles. Estranho é não ter sido citado Thomas Müntzer (1490-1525) ligado aos Anabatistas, e que tinha crenças análogas ao Pentecostalismo. Nem John Wesley (1703-1791), com sua experiência do “coração aquecido”. E quanto ao fato de terem falados em línguas, os grupos mencionados acima, que tais eram? Há comprovação de que fossem do Espírito Santo?
    Os pentecostais podem alegar que há uma intensificação, nestes últimos séculos, dos sinais do Pentecostes porque, imediatamente antes do “Arrebatamento Secreto” da Igreja, haverá um último e marcante “Reavivamento Espiritual”. Porém, o que Jesus predisse, antecipando-se à Sua Segunda Vinda, visível e gloriosa, foi justamente o contrário: que haveria apostasia (Mt 24.12); e falsos profetas e falsos cristos propagando engano com falsas mensagens e operações de sinais e prodígios grandiosos para autenticá-las (Mt 24.11, 24). Paulo também corrobora essa afirmação para o tempo que culmina com o Segundo Advento: ele diz que o Dia do Senhor será precedido de a) a apostasia e b) a revelação do Anticristo (2Ts 2.1-3).
    Há fogo estranho no meio evangélico pentecostal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Colunas Gospel+ é um espaço de opinião, voltado ao público cristão, com abordagem de diversos assuntos ligados à jornada de fé, sociedade, política, música e muito mais.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.