Artigos

Dilema do Natal

Comments (32)
  1. O que a Bíblia diz sobre o Natal?

    Nada. O Natal não é mencionado nenhuma vez nas Escrituras.

    Todos os anos, em todo o mundo, algumas pessoas guardam o dia escolhido pelos homens para comemorar o nascimento de Jesus.

    Algumas pessoas o guardam como um dia santo especial, enquanto muitas outras fizeram dele um tempo de comercialização, de interesses egoístas.

    As modernas comemorações do Natal têm pouco a ver com os fatos da Bíblia.

    A Bíblia não revela a data do nascimento de Cristo, nem mesmo o número de magos que o visitaram em Belém.

    As Escrituras não autorizam uma comemoração especial na igreja, nem um dia santo para comemorar o nascimento de Jesus.

    Evidentemente, a Bíblia não dá aprovação ao materialismo egoísta, tão comum nessa época do ano.

    Mas Jesus nasceu, e por um motivo muito bom.

    Ele veio para salvar-nos do pecado (1 Timóteo 2:6).

    Ele é o Rei, não só dos judeus, mas de todos os homens (Mateus 28:18-20).

    Sua grande vitória veio, não com seu nascimento, mas com sua morte e ressurreição.

    Esta é a vitória que o faz nosso Redentor, digno de honra e adoração (Apocalipse 5:8-14).

    Hoje, precisamos imitar os magos, que procuraram tão esforçadamente encontrar Jesus.

    Não podemos nos contentar com as crenças tradicionais, as doutrinas humanas, ou os dogmas das igrejas.

    Temos que examinar as Escrituras (Atos 17:11).

    Temos que aceitar o que é certo e rejeitar o que é errado (1 Tessalonicenses 5:21-22).

    Temos que estar certos de que Jesus veio a esta Terra uma vez, e que ele voltará para chamar-nos ao julgamento (Atos 17:30-31; 2 Coríntios 5:9-10).

    Na época do Natal, quando muitas pessoas mostram uma religião superficial e falam sobre um Jesus desconhecido para elas, nós devemos lembrar que é possível ser só cristãos, seguidores de Jesus.

    Não devemos ensinar ou defender doutrinas de homens.

    Temos que simplesmente seguir a Jesus e encorajar outros a fazerem a mesma coisa. Que possamos adorar a Cristo de acordo com a vontade dele!

    1. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

    2. Mary da Silva disse:

      muito bom seu comentario irmão,realmente não tem nem um fundamento biblico sobre natal., mas esses lideres religiosos ensina aquilo que o convem,é um bando de hipocritas,ensina um falso evangelho,distorcem a palavra de DEUS,para seus proprios interesses…o natal é sim uma festa pagã desdeo egito ate antiga roma,que é comemorado nos dias de hoje….o cristão de verdade não comemora natal,porque é uma farsa,nimguem sabe a data exata que JESUS nasceu!!como pode comemorar um aniversário sem saber a data exatamente?

  2. Lilia Cunha disse:

    tem tanta coisa dentro das igrejas que são antibliblica e tantas heranças da igreja romana , isso ´ é o de menos , a biblia realmente nao menciona a data do nascimento de cristo , mas uma coisa de bom reunir a familia parentes que nao vemos com frequencia , devemos reter o que é bom nao somos do mundo mas vivemos esse sistema .

    1. Roberto Filipe disse:

      têm 365 dias para reunir a família sem sentimentalismos falsos.

    2. Lilia Cunha disse:

      se vc tem esses sentimento problema seu

    3. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

    4. Muito boa esta Roberto Filipe mas as pessoas elas não querem saber da verdade preferem as mentiras do diabo é mais gostoso do que a verdade de Jesus uuauauuuuu

    5. Mary da Silva disse:

      irmã,vç ta bom de estudar a biblia,porque só pode reunira a familia nesse dia 25 de dezembro?tem 365 dias para fazer isso.porque logo nesse dia?tudo é licito mas nem tudo nós convém…

  3. Características da Festa dos Solstícios
    Glutonaria – Grandes banquetes com lugares para vc vomitar e poder comer mais. Tinha início a meia noite.
    Confusão de identidade – De Papai Noel em dezembro para rei Momo no Carnaval, onde o prefeito da cidade entrega a chave para este principado deixando ele reinar naqueles dias. Homens se vestem de mulheres e vice versa com o lema ninguém é de ninguém.
    Exaltação de deuses – adoração a deuses falsos e a um deus menino. Enquanto Jesus já cresceu, morreu e ressuscitou.
    Culto a sensualidade – nestas festas chamava-se a atenção pela beleza exposta, não é diferente hoje. Mas o que tem a ver a sensualidade com uma festa religiosa.
    Orgia dentro do templo – Lema: carne liberada – sarkos – o princípio era o curso do desejo. Adoração a deusa da fertilidade.

    Papai Noel
    Alguém dirá: Certamente que o velinho tão querido, "Papai Noel", não é uma criação pagã. Porém ele é, e o seu caráter verdadeiro não é tão bondoso e santo quanto muitos pensam!
    nome "Papai Noel" vem de "São Nicolau" um bispo romano que viveu no século V.
    Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, o seguinte: "São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro… A lenda de sua dádiva oferecida as escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido…" diz se ter originado o costume de dar presentes as escondidas no dia de São Nicolau (6 de dezembro), o que mais tarde foi transferido para o dia de Natal.
    Daí a associação do Natal com São Nicolau (Papai Noel), que sorrateiramente a idéia é fazê-lo substituir Papai do Céu.
    Durante o ano os pais castigam suas crianças por falarem mentira. Então na época de Natal conta-lhe mentiras. (Provérbios 14:12).
    "Velhinho" de barba branca é sempre alguém que se disfarça para parecer bonzinho! Satanás também se mostra como "anjo de luz" para enganar! (II Co 13:14; Apo. 12:9)

    1. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  4. Temos que ler mais a bíblia e parar de asseitar mentiras do diabo nesta épocaE conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
    Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

    1. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  5. Rodolfo Neves disse:

    Acredito que podemos, em nosso intimo e em nossas ações, fazer do natal, da páscoa, do carnava…l datas voltadas para Deus. Dependo do que comemoramos. Eu comemoro o nascimento de Cristo!! Toda honra e Glória seja dada a Deus quem enviou seu filho amado para que a humanidade, crendo, pudesse ter a oportunidade de se religar a Ele e salvar a sua alma. Maranata! Vem senhor Jesus!!!

    1. Lilia Cunha disse:

      muito bem RODOLFO NEVES

    2. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  6. Palavra Natal e Nascimento de Cristo.
    A palavra "Natal" tem a ver com nascimento, ou aniversário natalício.
    De onde tirou a Igreja Católica Romana? Não saiu do Novo Testamento – Não foi da Bíblia nem dos primeiros apóstolos que foram instruídos por Cristo.
    "O Natal não era considerado entre as primeiras festas da Igreja… Os primeiros indícios da festa provêm do Egito."
    Sob o tema "Dia do Natal", encontramos que Origenes, um dos patriarcas católicos, reconheceu a seguinte verdade: "… Não há registro nas Sagradas Escrituras de que alguém tenha comemorado uma festa, ou realizado um grande banquete no dia do seu aniversário. Somente os pecadores (como Faraó e Herodes), que se rejubilam grandemente com o dia em que nasceram neste mundo."
    No século V, a Igreja Ocidental deu origem, para que fosse celebrada para sempre no dia da antiga festividade romana em honra ao nascimento do Sol, porque não se conhecia ao certo o dia do nascimento de Cristo."
    Jesus não nasceu em 25 de dezembro? Jesus nem sequer nasceu na estação do inverno!
    (Lucas 2:8) Isto nunca poderia ter acontecido na Judéia no mês de dezembro. Os pastores recolhiam os rebanhos das montanhas e dos campos e colocavam-nos no curral no mais tardar até o dia 15 de outubro, (as primeiras chuvas começavam no princípio do mês de "Marchesvan") para protegê-los do frio e da estação chuvosa que se seguia. Cantares de Salomão 2:11/ Esdras 10:9-13
    A data exata do nascimento de Jesus é inteiramente desconhecida. Se Deus desejasse que guardássemos e comemorássemos o nascimento de Cristo, Ele não teria ocultado tão completamente a data exata.
    Não se pode determinar com precisão até que ponto a data da festividade dependia da brunária pagã (25 de dezembro), que seguia a Saturnália (17-24 de dezembro) celebrando o dia mais curto do ano e o "Novo Sol"… As festividades pagãs, Saturnália e Brumária estavam a demais profundamente arraigadas nos costumes populares para serem abandonadas pela influência cristã… A festividade pagã acompanhada de bebedices e orgias, agradavam tanto que os cristãos viram com o agrado uma desculpa para continuar a celebrá-la em grandes alterações no espírito e na forma. Pregadores cristãos do Ocidente e do Oriente próximo, protestaram contra a frivolidade indecorosa com que se celebrava o nascimento de Cristo, enquanto os cristãos da Mesopotâmia acusavam os irmãos ocidentais de idolatria e de culto ao Sol, por aceitarem como Cristã a festividade pagã.
    Lembre-se que o mundo romano era pagão. Antes do século IV, os cristãos eram poucos em número, embora aumentassem, eram perseguidos pelos pagãos. Porém, com a chegada de Constantino, como imperador, que no século IV (336) fez profissão pública de fé cristã, colocando o cristianismo ao mesmo nível do paganismo, o mundo romano passou a aceitar esse cristianismo popularizado pelo imperador. Porém, lembre-se que eles haviam sido criados em costumes pagãos, dentre as quais 25 de dezembro era a maior das festividades idólatras. Era uma festa alegre com seu espírito especial. Todos se divertiam! Não queriam renunciá-la!
    E assim foi que "o Natal" se enraizou em nosso mundo Ocidental!

    1. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  7. Jairo Luis Jairo disse:

    SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  8. Jairo Luis Jairo disse:

    JESUS CRISTO É UA FRAUDE BÍBLICA INVENTADA ATRAVÉS DA DESCONTEXTUALIZAÇÃO DE VERSÍCULOS E PROFECIAS FAJUTAS DO VELHO TESTAMENTO >>>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  9. Muito boa esta Roberto Filipe mas as pessoas elas não querem saber da verdade preferem as mentiras do diabo é mais gostoso do que a verdade de Jesus uuauauuuuu

    1. Jairo Luis Jairo disse:

      SE CRISTO FOSSE REAL, OS CRENTES NÃO PRECISARIAM FICAR INVENTANDO COISAS SOBRE SUA SUPOSTA VIDA, MAS É SÓ UMA FRAUDE BÍBLICA >>> http://pt.scribd.com/doc/49683782/Colecao-Fabulas-Biblicas-Volume-39-Jesus-Cristo-NAO-e-Deus

  10. leandro disse:

    Em primeiro so observo que vcs adoram diminuir o nome da IGreja Catolica Apostolica Romana ,pra Igreja catolica Romana ou simplesmente iG Romana.Nem é dificil saber porque o fazem.

    Sobre a Festa comercial esta roupagem deu-se com o avanço capitalista do sec XIX e o primeiro país cristão a comemorar deste modo foi a inglaterra onde a influência catolica é ate hoje minima. A Holiwwood americana e tambem protestante é que popularizou tal modo consumista de comemorar o natal no mundo.

    Em resposta ao senhor Eleandro que comenta no facebook,digo que so porque um nome não se encontra na Biblia isto não quer dizer que não seja cristão.Ele muito provavelmente segue a Santissima Trindade que foi defendida com a propria vida por alguns papas e bispos catolicos.Em que parte da Biblia Cristo ou algum apostolo fala Santissima Trindade….Ou Jesus falou:”Eu sou Um com o Pai e o esp Santo”.

    Ele citou Origenes no tempo do mesmo ainda nã otinhmamos um canon biblico definido para cristãos então quem segue sola biblia não faria acreditaria em algumas coisas que hoje fazem parte da teologia cristã.

    1. jonatas oliveira disse:

      só para satisfazer o amigo ai em cima olha isso e tire suas conclusões , vc nao encontrou a trindade na bíblia pq simplesmente não a lê:
      Após Sua ressurreição, Jesus diz aos Seus discípulos: “Fazei discípulos de todas as nações”, batizando os convertidos “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mateus 28:19 e 20) .

      “Quando o nascimento de Cristo foi anunciado pelo anjo, este declarou: “: “Descerá sobre ti o Espírito Santo e o poder do Altíssimo te envolverá com a Sua sombra; por isso também o ente Santo que há de nascer, será chamado Filho de Deus” (Lucas 1:35).

      O apóstolo Paulo ao terminar a segunda carta aos Coríntios declara cristalinamente: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós” (2 Cor. 13:13).

      1. leandro disse:

        Senhor Jonatas primeiro eu perguntei se o nome Santissima Trindade foi usado por Cristo ou pelos apostolos e ELE NÃO FOI. Alem disto,Nenhum deles disse a definição dogmatica da Trindade Santa.

        Somente em 325 é que temos a OFICIALZAÇÃO DO DOGMA.Não estou dizendo que oficializar é igual a criar.Se procurar vsai ver que bspos ordenados pelso apostolos com oInacio de Antioquia em 100 DC ja falava em termos mais claros a diferenciação entre o Pai, o Filho e o ESp santo.

  11. Enéia disse:

    Sabemos que Jesus não nasceu nesse dia. Mas isso realmente importa? Pra mim o importante é que Ele nasceu, morreu e ressuscitou e vai voltar para nos buscar!! Porém, não vejo nada de errado em passar esse momento junto com a família e amigos. Amo fazer isso e não me sinto menos crente por causa disso! Acho que deveríamos nos preocupar com outras coisas. Façamos uma autoanalise: será que comemorar o Natal é tão errado assim? Será que não fazemos coisa pior??? Queridos, apesar de sermos cidadãos dos céus, ainda vivemos neste mundo!! Fica aí um versículo para nossa reflexão:

    ” Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados”, Colossenses 2:16

  12. Rodolfo Neves disse:

    Sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro e que provavelmente, segundo o livro de lucas, tenha nascido em setembro ou outubro, o que seria a festa dos tabernáculos em Israel. Sabemos também que essa data só passou a ser comemorado à partir de 300 d.c., quando eles decidiram cristianizar a festa pagã do solstício, que acontecia no início do inverno. Se é assim, por que comemoramos o dia 25 de dezembro como o Natal? Porque sendo o tempo de Deus o kairós (o eterno), e não o kronos (cronológico), para o Senhor, o importante é reconhecermos que Ele nos amou de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3.16). Porque o mais importante do Natal não é o dia em que Jesus nasceu, e sim o fato de ter nascido como homem, habitado entre nós e nos salvado.
    É isto que comemoramos; este é o significado do Natal! Essa festa aponta para a necessidade de Cristo nascer em cada coração, trazendo vida, cura, libertação, comunhão com o Pai.
    Eu penso que devemos ter muito cuidado em julgar e tecer comentários sobre a comunhão das pessoas com Deus… Não devemos coar mosquitos e engolir camelos, pois assim fazem os hipócritas.
    O calendário ocidental pode ter inúmeras datas pagãs, mas o que importa é o que você intimamente, pessoalmente comemora nelas. No carnaval, por exemplo, varias igrejas fazem festas em retiros celebrando e louvando a Deus.
    “Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus.” (1 Cor. 10:31)
    O problema não é a data exata em que Cristo nasceu, as festas, as comidas… o que importa é apenas uma coisa que devemos nos perguntar: É para a glória de Deus??

    Que Deus abençoe a todos, não só no natal, na data 25 de dezembro, mas em todos os dias de nossas vidas. Que possamos utilizar a data 25 de dezembro para expor a nossos familiares e amigos em confraternização o seu verdadeiro significado: que não há mais abismo entre o homem e Deus, pois Jesus, seu filho, foi enviado para nos religar ao Pai através de sua morte e ressurreição.

  13. ailton disse:

    Sr Juan Sterfan,O Senhor Jesus deixou bem claro que deveríamos celebrar sua morte até que Ele venha,isto é,a santa ceia.Se fosse para celebrar o seu nascimento,Ele mesmo nos teria dito.
    Não ameis o mundo,nem o que nele há…

    1. leandro disse:

      devemos rememorar sua morte e COMEMORAR SUA RESSUREIÇÃO.Se os anjos celebraram seu nascimento no céu e os magos que eram pagãos vieram adorar-lo enquanto menino Deus então eu tambem posso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Colunas Gospel+ é um espaço de opinião, voltado ao público cristão, com abordagem de diversos assuntos ligados à jornada de fé, sociedade, política, música e muito mais.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.