Cartilhas apoiadas pelo MEC erotizam crianças precocemente

39

Nossas crianças estão cada vez mais indefesas, e as escolas, que visam formar academicamente nossos filhos, estão se tornando o local onde nossos filhos são compulsoriamente sexualizados precocemente.

O que antes era papel da pornografia e de filmes proibidos para menores (de conteúdo adulto), hoje aparece de forma manipulada em gravuras infantis, apresentadas nas escolas por professores que acreditam que sexo infantil é um direito da criança, e não mais um abuso; um perigo para a estrutura física e emocional das nossas crianças.

Estão matando a inocência de nossas  crianças e as tornando em predadores sexuais desde a tenra idade. O que antes era um local de aprendizado de valores de vida, de pertencimento, de re-significação e valorização do ser humano, hoje se tornou uma escola de sexo, fábrica de crianças sexualizadas, onde crianças pequenas são obrigadas a estudar de forma impositiva sobre sexo quase que explicito, vendo cenas que beiram a pornografia. E tudo isso sob a visão dos relativistas sexuais de que sexo na infância faz bem para as crianças e as tornas mais livres e menos PRECONCEITUOSAS?!

Nossas escolas estão, aos moldes europeus, tronando-se escolas de sexo onde, de forma multidisciplinar, todas as matérias tem conotação sexual, manipulam falas e adaptam figuras. Sempre com conteúdos que visam à banalização sexual e a aceitação pela criança ainda pequena de que fazer sexo na infância é um direito que os pais negam.

Ignoram os riscos à saúde da criança ainda em formação, as doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez na infância, pois mesmo que ensinem o uso da camisinha, por esta criança ainda  estar com seu sistema nervoso central em formação, ela não tem formada a noção de julgamento tão necessário para sua proteção e convivência em família e sociedade. Ensinam que  a mesma pode  e devem fazer sexo, basta se cuidar, como se a criança já fosse capaz de discernir o que é bom ou ruim para sua saúde, ou de ter controle completo sobre seu querer.

Estão doutrinando sexualmente nossas crianças, mudando a cultura de uma nação sobre seu corpo tornando-as presas fáceis para a indústria sexual infantil. Sabemos que se ela aprender precocemente o prazer do sexo adulto se tornará presa fácil para predadores sexuais, achando até mesmo que está sendo cuidada. #Monstruosidade.

Essa não é a cultura do nosso povo, estamos sendo violentados em nossa cultura. Estamos repudiando estas “literaturas”, não por sermos uma maioria crente em Deus, mas por sermos uma nação que tem uma história de luta e proteção da criança e do adolescente; e porque sabemos que, embora para os sem fé em nada e para os relativistas sexuais pode ser uma boa, preparar a criança para o abusador pedófilo ao invés o denunciar é ser cumplice dele. Para nós, toda e qualquer ação que vise sexualizar a criança precocemente torna-se um perigo à integridade física e psíquica dessa criança.

Essas cartilhas não seriam tão graves se não fossem exclusivas para crianças pequenas que nem se quer tem interesse nesses assuntos, não te forma tão explicita. Criança deve ser tratada como criança, tudo a seu tempo, e não adiantando etapas como explicita esse material pornográfico infantil, travestido de “boa intenção”.

Os riscos de desenvolver  uma  compulsão sexual nestas crianças são consideráveis, pois não sabemos suas história de vida. O risco dessas crianças se tornarem presas fáceis para um pedófilo é muito alto.

Me pergunto o que realmente o governo quer com isso: Criar crianças, mulheres e gays que aceitam serem abusados para não dar problema para o governo? Ou oferecer matéria prima para a indústria milionária do aborto? Pois, fatalmente, muitas correrão estes riscos. Ou a intenção é ensinar a criança a transar desde cedo, mas usar camisinha? Prevenção? Redução de danos? O que nossas crianças são? Cobaias?

Então, essas são as politicas públicas contra a violência e o abuso infantil? Fazer a criança gostar do abuso e encarar como um direito dela sentir prazer? Notem a manipulação psíquica desse inocentes.

Seria essa uma maneira sórdida que os apologistas à pedofilia encontraram de militar a favor de sua causa, travestido de direitos sexuais da criança? E os defensores da homossexualidade não percebem esta manipulação, e que estão sendo usados nesta causa? Pois, em todo o mundo, as mais de 12 associações que discutem a aceitação social da pedofilia o fazem a partir da aceitação da homossexualidade, dos direitos dos LGBTTs. Não estou dizendo com isso que os LGBTTs sejam a favor dessa monstruosidade, estou afirmando que, na luta por direitos, estão deixando brechas para a aceitação da pedofilia, quando aceitam essa sexualização  precoce de crianças.

Não posso acreditar que o movimento LGBTT e os sexólogos não tenham percebido essa possibilidade. Não posso crer que não tenho percebido como a bestialidade tem entrado nas escolas em forma de perguntas em provas, desenhos, discussões e redações, que tem o intuito apenas de normalizar tudo que se refere a sexo sem juízo de valor; sem censura alguma.

Nossas crianças estão indefesas. Nossa população mais carente está desprotegida e os pais ausentes da vida escolar de seus filhos.

Vejo essas ações do governo como uma tentativa sórdida de incentivar  a escravidão sexual infantil e a prostituição infantil, e as escolas serão os  celeiro para criação de crianças  sexualizadas, amantes não de brinquedos (carrinhos, bonecas, etc.), mas de sexo.

Veja um novo exemplo de livros que estão invadindo as salas de aula com o objetivo de estimular crianças a partir de 9 e 10 anos a fazerem sexo (homo, bi, e hétero). O livro é sugerido pelo  MEC a diretores e professores da rede pública e privada de ensino. Vemos aqui uma jogada conjunta do governo com a mídia. Será que o próximo passo será distribuir a “caixa do sexo”, tal como foi feito na Suíça?

Esses livros de pornografia infantil, em minha opinião, vão sendo introduzidos gradualmente no ambiente escolar, atingindo crianças a partir dos seis anos de idade até os adolescentes no Ensino Médio.

São livros que não ensinam apenas como colocar um preservativo no pênis. Eles ensinam que um casal homossexual, bissexual  ou heterossexual deve fazer sexo. Ele se chama “Aparelho Sexual & Cia, Um guia inusitado para crianças descoladas”, escrito pela autora francesa Hélène Bruller e editado no Brasil desde 2007 pela Companhia das Letras.

Para esta autora, e para quem publica uma obra dessas, “criança descolada” é uma criança que está pronta para fazer sexo. Vejam abaixo várias imagens do livro e notem que ele ensina as crianças a transarem, exibindo posições sexuais, explicando o orgasmo e o que se pode sentir com a prática sexual.

Em outra página do mesmo livro, as crianças são estimuladas a colocar o dedo num buraco feito no livro onde se pode simular um pênis ou a introdução dele numa vagina.

Confira abaixo alguns exemplos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

No site da editora encontramos a resenha do livro:

“Essas e muitas outras questões intrigantes são explicadas neste guia, com bastante humor, mas também com sólida base pedagógica, rigor científico e delicadeza. Inspirado nas aventuras do personagem de histórias em quadrinhos Titeuf – sucesso absoluto na Europa, com onze livros publicados, que venderam mais de dezesseis milhões de exemplares – Aparelho sexual e cia. traz o humor das tiras do personagem, que aparecem espalhadas pelas páginas do guia, complementando as explicações e deixando a leitura mais leve. Sem cair em moralismo ou usar clichês, a obra trata de todos os aspectos da sexualidade na linguagem do público a que se destina: a paixão, as mudanças da puberdade, a transa, a contracepção, doenças sexualmente transmissíveis, pedofilia e incesto são alguns dos temas esclarecidos.”

Todas as palavras cuidadosamente escolhidas e planejadas para convencer crianças e pais que deixar seus filhos transarem com idades de 06, 09, 10 anos, por exemplo,  é bom para sua saúde física e psicológica. Exatamente como denunciei.

Os livros são de autoria de europeus, escritores oriundos de um continente onde a sexualidade já foi desconstruída, onde a ideologia de gênero foi idolatrada, onde a banalização da sexualidade atingiu as crianças e onde pais estão em conflito com o governo e lutam para educar seus filhos em casa. É na Europa onde há os maiores índices de suicídios por conflitos psíquicos, e onde estão as principais associações que lutam pelo direito a pedofilia estão instaladas e crescem influenciando todo mundo, através da teoria queer de desconstrução sexual. É lá também onde  há o maior número de ateus. Esses são autores idolatrados e ovacionados pelo MEC e pela libertinagem travestida de direito da criança e do adolescente.

Alerto  os pais e a sociedade de bom senso para que repudiem esse material, que enviem e-mails e telefonem para o MEC, que enviem estas fotos para os deputados que nós elegemos, independente de sua religião. E que se manifeste. Estamos às portas de uma adultização sexual de nossas crianças. Ou seja, da aceitação da pedofilia como direito da criança.

Sexualidade  infantil, ou preparação para pedofilia? Direitos sexuais de crianças, ou doutrinação cultural para favorecer supostos direitos sexuais de adultos?

O objetivo é proteger a criança? De quem? Dos pais? Para servir a quem? É ingenuidade, falta de conhecimento, ou uma tentativa de eliminar os problemas sociais  transformando crianças em objeto sexuais, presos por vontade?

Deixem as crianças brincarem de ser criança, deixem as crianças em paz, deixem nossos filhos serem crianças, nãos roubem a sua inocência. Não as transforme em adultos mirins  compulsivos por sexo adulto. Não as tornem presas fáceis para pedófilos, não banalizem a sexualidade das nossas crianças. Nação brasileira, independente de sua religião, ou ausência de religião, protejam nossas crianças e as deixem curtir sua fase. Esse pulo de fase pode as transformar em adultos cheios de conflitos com suas emoções e sua sexualidade.

Mais exemplos. Veja o texto deste livro infantil brasileiro. Existe a necessidade de um texto tão explicito?

Clique para ampliar
Clique para ampliar

Escola é lugar de informação e não de sexualização precoce de crianças. Há de se ter consciência de que desta maneira estamos apenas despertando precocemente o interesse e desejos sexuais que podem ser motivo de inúmeros conflitos psíquicos e sociais.

Marisa Lobo.

Este artigo foi baseado nas denúncias trazidas pela advogada e assessora parlamentar Dra. Damares Alves durante o Fórum Nacional de Ação Social Cristã. Outras cartilhas e livretos estão sendo denunciados por vários grupos pró-família, porém muitas outras estão sendo apoiadas pelo MEC com conteúdo cada vez mais explicito e sexualizado. Faça sua parte denuncie, mostre seu descontentamento.

Fonte: http://www.escolasempartido.org/educacao-moral?start=12

http://fenaspbrasil.com/ Livro: Mamãe com eu nasci; Editora: Salamandra

LIVRO: Aparelho Sexual e Cia., da Editora Companhia das Letras

COMPARTILHAR
Marisa Lobo é psicóloga clínica, escritora, pós-graduada em saúde mental, conferencista realiza palestras pelo Brasil sobre prevenção e enfrentamento ás drogas, e toda forma de bullying, transtornos psicológicos, sexualidade da familia, entre outros assuntos. Teóloga, ela é promoter e organizadora da ExpoCristo realizada no Paraná. Marisa é casada, tem dois filhos e congrega na IBB em Curitiba.

39 COMENTÁRIOS

  1. Excelente texto, já ouvi esta denuncia antes , mas não com tão sentimento e inteligencia. espero que os homossexuais acordem e nos ajudem a proteger nossas crianças. Um texto que esclarece e não ofende ninguém, se os homossexuais lerem e se mostrarem contrário a essa sexualização infantil. serão bem vindos em nossa causa. o de proteger a infância de nossas crianças.

    • Convido vocês a lerem as orientações curriculares em relação ao sexo, como esta que vemos no site do MEC “Parâmetros Curriculares Nacionais: ORIENTAÇÃO SEXUAL”, vale um post por si só. Outro dia vou colocar apenas alguns trechos para dar uma ideia, mas a ideia é garantir o direito da sexualidade infantil.

      portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/orientacao.pdf

      E adivinhem quem da apoio para estes projetos? Veja no fim deste documento, que é o mesmo que o de cima:

      Apoio:

      Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD, Projeto BRA 95/014Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura UNESCO Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação FNDE

      Participe da petição pública que pede que o Ministro da Educação revogue IMEDIATAMENTE a indicação do referido livro às escolas do Brasil:

      peticaopublica.com.br/?pi=P2012N33194

      Abaixo-Assinado contra o Livro Aparelho Sexual & CIA

    • Gente, como que voces podem criticar, dar opiniao sobre um livro sem ler ou se informar melhor sobre eles ? O que temos aqui e a opiniao da marisa e trechos de livros fora de seu contexto. Nao se deixem ser envolvidos pela emocao e vao procurar ler os livros ou buscar mais informacoes sobre eles , para ai sim poder concluir uma opiniao se concordam ou nao com a denuncia da marisa.

      • Ulisses,conheço os livros dos Parâmentros Curriculares Nacionais que se referem a
        sexualidade e não tem nada a ver,viu,gente.Os Parâmetros foram criados pelo
        Governo do PSDB e são orientações maravilhosas reconhecidas pelas autoridades
        dos 3 Poderes do País como excelente.Pais e escolas de todoso Brasil,pulicas e particulares usam e nada a ver.Estão fora do contexto e fazendo de um copo
        com água,uma tempestade.Esse mauro está sendo capacho da Marisa Lobo e
        também já começou a se corromper atacando os Parâmemetros como se eles
        fossem do mal.Não São orientações sabias e cultas aos professores.Esse pessoal
        envolvidos em política são capazes de tudo.Raça de víboras venenosas e men-
        tirisas.Esse PCN esá nas escolas a mais de 15 anos e só agora, a tal querendo
        se eleger,fala mal dos PCNs aterrorizando os crentes verdadeiros que não vão
        votar nessa corjade mentirosos.Os falsos crentes,sim,vão votar em quem não presta.E os candidatos são muitos.A pior podridão é a política.Mauro,você sabe muito bem que os PCNs são reconhecidos a muitos anos.Esse terrorismo em
        cima dos irmãos crfentes de JESUS tem um Objetivo:voto para a marisa lobo.Não
        vai ser eleita.Os crentes convertidos,do bem,não votam. É triste viverem desespero…

        • Os links estão aí para provarem o contrário. O próprio governo dilma num passado recente mandou o mec recolher conteúdo semelhante.

          De resto sobram devaneios e paranóias políticas de libertinos travestidos de cristãos.

        • politica? a formação do conselho lá dos LGBT é sobre o que? cidadania LGBT existe né? mas um conselho ou uma cidadania para a familia onde esta? Os LGBT’s ou tudo que tem sido criado é usado verba de onde? dos nossos impostos, cartilhas onde são gastos milhões de reais, SUS, UNESCO, MEC mas as escolas estão ae sem verba para cadeiras, hospitais sem leitos. Meus caros homossexualismo é uma coisa agora o Brasil está caminhando para uma ditadura Gay abram seus olhos.

        • Realmente essas pessoas que postam esses absurdos deveriam ser processadas, nunca ví tantas inverdades e tanta falta de respeito, com certeza essas ditas cartilhas nunca foram usadas nas escolas, trabalho com esses temas já fazem 16 anos, fui capacitada pelos órgão competentes, participei e participo de vários cursos de atualização sobre sexualidade e nunca ví nenhum livro ou cartilha desse tipo, pois acima de qualquer coisa não é qualquer um que vai falar ou discutir sobre o tema sem conhecimento de causa e tão pouco estar preparado pára, é como já foi dito é só checar no site do MEC e ver os Parâmetros Curriculares onde ORIENTAÇÃO SEXUAL faz parte e buscar se informar melhor antes de sair fazendo esses tipos de comentários irresponsáveis por conta de equívocos de pessoas que deveriam se envergonhar de cometer esses impropérios. Muito feia essa atitude, fiquei ecom vergonha de vocês, vão ler e se atualizar primeiro pessoas

  2. Está certíssima Marisa, temos que zelar pela nossa comunidade. mas adicionalmente, nós temos que também fazer como os judeus. eles passaram por Egito, Babilônia, Roma, perseguição na Idade Média, perseguição dos muçulmanos, perseguição na Europa, holocausto, e agora essa liberação geral aí, e eles nem aí, mantém firme as suas tradições e se mantém unidos. qual o segredo?

    “Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.
    E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; (primeiro, elas devem estar no nosso coração)
    E AS ENSINARÁS A TEUS FILHOS e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te”. – Deuteronômio 6:5-7.

    a verdade, é que estamos deixando a educação dos nossos filhos para a escola, para o governo, para os amigos, para a televisão, e até para os pastores. por isso estamos nos preocupando demais com o que há por aí. mas a responsabilidade por ensinar os filhos no Caminho é dos pais, e ensinar é mais do que só falar, mas dar exemplo, mostrar caráter.

    E o pai disse ao filho: cuidado por andas por meu filho.
    E o filho respondeu: cuidado o senhor, eu sigo os seus passos.

    acho que nós cristãos (católicos, evangélicos, todos), temos algo muito poderoso que nos une: Jesus Cristo. o q nos separa são dogmas, doutrinas e tradições. quem é mais forte, o que nos une (Jesus Cristo), ou o que nos separa (tradições e doutrinas)?

    então pq deixar de chamar o outro de irmão, só pq ele tem um costume humano diferente do seu? por acaso não somos servos do mesmo Senhor? quem aqui nunca mudou de opinião? quem nunca esteve em uma religião, e depois descobriu erros e mudou? e por acaso, quem garante q agora está certo?

    mais vale ser julgado pela ignorância de crença, do que pelo seu próprio julgamento, pq quando julgar o seu irmão de não pertencer a Cristo por erros doutrinários, está dando permissão para ser julgado com o mesmo rigor. melhor ser misericordioso no seu julgamento, já que é imperfeito, e seus juízos são imperfeitos, para q seu juízo imperfeito não se volte contra você, pq como julgar, vc será julgado.

    então, vamos nos unir, pela família, pela igreja, pela fé. o q nos une é o amor de Deus.

    • Sábias palavras Edy Mancebo, temos mesmo que nos engajar nesta luta em defesa das crianças sejam elas brasileiras ou não. Quem não puder fazer nada que pelo menos ore pelas crianças.

    • Edy Mancebo, você disse tudo. Principalmente quando cita “E o pai disse ao filho: cuidado por andas por meu filho.
      E o filho respondeu: cuidado o senhor, eu sigo os seus passos” , como está escrito: “Ensina o teu filho NO CAMINHO em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele” Quem tem filho, tem bênção, mas deve andar ao lado dele. Ficar atento a todas essas coisas que aparecem e com certeza aparecerão mais, para orientar e conduzir pelo caminho certo.

      • Quando eu era criança, minha mãe que era evangélica, me deu livro tipo esse para crianças, colorido mais com desenhos demostrativos de relações sexuais, falando um pouco de tudo, eu tenho esse livro ainda, é da Marta Suplicy e eu não achei nada demais, era algo que simplesmente eu conheci mas não me incentivou a nada!

          • diogo, se sua mãe te deu esse livro quando era criança, vc era gay desde que idade? descobriu rápido sua sexualidade heim? sua mãe parece ser bem liberal. sim ou nãao?

          • Edy Mancebo, sou gay desde que me entendo por gente, isso dele ter sido lá por uns 8 e 9 anos. Não era um livro que iria me fazer gay, mas sim o que se sente, e desde menino se eu olhava um homem eu sentia que aquilo me chamava atenção, mas eu não sabia o que era, mas aquilo mexia comigo mas a sexualidade só aflora na adolescência (como deve ser). Minha primeira vez foi aos 13 anos com 2 garotos (vizinhos) por livre e espontânea vontade, nunca toquei uma mulher pois não sinto nada, tinha algumas amigas que davam em cima de mim mas eu não aceitava, afinal sou gay!

      • A Marisa , faz as coisas de forma impulsiva e irresponsavel, sem pensar nas conseguencias , depois quando o crp pr vai em encima dela , diz que esta sendo perseguida.
        Mesmo que a denuncia, seja verdadeira e nao mas uma das muitas paranoias dela, como psicologa deveria agir de forma diferente.
        Que me deixa supreso é o responsavel do site gospel mais, permitir a publicacao desse texto onde faz denuncias de livros, mostrando a capa, citando o titulo e o nome do autor, sem veriguar a vericidade dos fatos, sera que nao sabe que pode responder um processo junto com a Marisa ?

  3. Nada como requentar uma notícia antiga e acrescentar algumas mentiras para espalhar o pânico, não é mesmo? O livro em questão foi distribuído em Recife em 2010 e depois de algumas denúncias recolhido. Só isso. Não tem nada novo, logo não há uma denúncia sendo feita porque esse livro não está mais sendo distribuído. Além disso, o livro não teve apoio do MEC, mas sim da Secretaria de Educação de Recife. Inventar mentiras tentando envolver o governo federal é muito fácil. Dificil é discutir seriamente o tema da educação sexual. Saibam mais sobre isso nestes dois links: http://colunas.revistaepoca.globo.com/falabrasil/2010/04/28/recife-recolhe-livro-de-educacao-sexual-para-criancas/ e http://www.cartacapital.com.br/carta-fundamental-arquivo/sexo-palavra-constrangida

  4. SÓ DEUS PODE NOS AJUDAR…CADA DIA QUE PASSA AS COISAS SÓ PIORAM…OS PAIS DEVEM ASSUMIR A TOTAL RESPONSABILIDADE DE ENSINAR SEUS FILHOS SOBRE TUDO…INCLUSIVE SEXO…MAS INFELIZMENTE O MUNDO ESTÁ CADA VEZ MAS DIFÍCIL DE SE VIVER E MANTER O CARÁTER.DEVEMOS AMAR NOSSAS CRIANÇAS, E NÃO DEIXAR ESSES LOBOS, QUE SÓ QUEREM SATISFAZER SEUS DESEJOS CARNAIS,DESTRUIR O FUTURO DE UMA NAÇÃO…É REVOLTANTE…DA ATÉ NOJO DESSE TIPO DE GENTE…BANDO DE IDOLATRAS DO SEXO…

  5. Doutora marisa, isso tudo é por culpa dos pais que a grande maioria são omissos em ensinar sexualidade deixando isso pras escolas ensinarem. Eu mesmo sou prova, doutora.

  6. Se fosse verdade,os autores destas cartilhas teriam que ser presos.A Marisa não cita nomes.
    Qualquer pessoa mal intencionada pode escrever cartilhas e enviar o material ao MEC para
    análise.As cartilhas podem até existir,mas nunca,jamais chegarão às escolas do Brasil.Não
    existe esse material horrível e terrível nas escolas do Brasil.Nem na rede pública e nem na rede
    particular.A Marisa está levando essa denúncia leviana aos extremos. É coisa de fundamentalista mesmo.Como é ano de eleição e ela está desesperada atacando a tudo e a
    todos em busca de fama,dinheiro e poder,acredito que as cartilhas não são reconhecidas
    oficialmente pelo MEC e o destino delas é o lixo.A Marisa está querendo aparecer na grande
    imprensa,ser comentada pela sociedade geral e ter seus quinze minutos de fama em cima de
    uma mentira.Digo mentira,pois ,para ser verdade, tem que ter provas,citar nomes de autores,
    pessoas importantes do MEC,nomes de escolas. .Essas denúncias devem ser mais velhas do.
    que a minha vovó.Ninguém da Grande Imprensa séria está fazendo está denúncia sem
    provas contra o MEC,só a Marisa.Acredito,também, que as cartilhas ridículas podem ter sido
    enviadas ao MEC para estudo.Vamos esperar a próxima jogada política da Marisa em busca
    de votos dos incultos e incautos.Perdendo a credibilidade a cada dia,vai acabar não sendo
    eleita para deputada federal.SANTO DEUS VIVO,como a política é suja.Não acredito na Marisa
    Lobo.Se fosse uma mãe que chamasse a polícia em fragrante com imprensa,sim.Se alguém
    acreditar em papai noel,acredite na marisa lobo.
    ,

  7. Ridícula essa cartilha… isso é uma pouca vergonha! A natureza sexual aos poucos vai sendo descoberta pela própria pessoa. Ñ é necessário expor às crianças um conteúdo de linguagem carregada de sexualismo e à imagens sexuais animadas. A criança perde a sua inocência característica da idade!

  8. Marisa Lobo, teorias da conspiração não fazem um(a) candidato(a) e não elegem ninguém.
    Você precisa entender melhor a dinâmica de uma eleição até para não ser massa de manobra.

  9. Isso é inaceitável, criança tem que ser criança, brincar, estudar, e não fazer sexo!!! A idade não permite isso, tanto que o corpo nem está preparado pra isso!! Bando de safados e pervertidos!!!

  10. Meu Deus o trem é mais feio do que a gente imagina.
    Procure saber de seus filhos o que eles tem aprendido nas escolas…se possível matriculem as crianças em escolas cristãs confiáveis, visto que infelizmente muitas estão se rendendo aos ideais comunistas. Querem a saúde mental de seu filho? Fique ligado!
    Eleições 2014…faça a diferença!

  11. Mais isso faz parte de um plano da Nova ordem Mundial ONU de aceitaçao do homossexualismo, esles querem que as crianças nao estranhem essa aberraçao. Voces ja ouviram falar em Agenda Gay. Entao pesquise, voces vao se surpreender. Tewnham cuidado tambem com os filmes, desenhos e a novelas Globo Gay.

  12. É uma falta de respeito com nossos pequeninos. Deixa eles viverem uma coisa de cada vez. Estou muito indignada com isso tenho um filho com nove anos e não quero que ninguém vemcom este absurdo falando que é normal.muito revoltada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here