Trindade – Como é possível que o Pai, Filho e o Espírito Santo sejam Um?

21

É bem comum este questionamento, principalmente por parte daqueles que defendem uma religião monoteísta: que adora apenas um deus. Os muçulmanos e judeus normalmente questionam os cristãos sobre a trindade. Como podem três pessoas serem apenas um Deus? Pode o Pai, o Filho e o Espírito Santo serem um?

Antes de iniciar qualquer argumento, é necessário dizer que a séculos este tema tem sido debatido e o que irei fazer aqui não é uma exposição teológica sistemática para defender a doutrina da trindade, contudo explicar àqueles que não a compreenderam totalmente.

Primeiramente é importante saber, que são três pessoas distintas. Não estamos falando de uma pessoa apenas que se apresenta de três formas diferentes. Estamos falando de pessoas distintas que se relacionam entre si. Desta forma, é extremamente importante saber que: O Pai não é o Filho, o Filho não é o Espírito Santo, e o Espírito Santo não é o Pai. Contudo, estas três pessoas são Deus. Eles são Um em substância. Um em essência. Há quem compare a trindade com a doutrina tricotomista que divide o homem em corpo, alma e espírito. Contudo não acho que seja uma boa comparação.

Outro importante ponto a se saber, é que o Filho procede do Pai, e o Espírito Santo procede do Pai e do Filho. Contudo, cada uma das pessoas da trindade é igualmente Deus. Ou seja, cada pessoa da trindade tem um papel e função, contudo, isso não implica que um é inferior ao outro em substância. Por exemplo: um policial em sua função exerce autoridade sobre um civil. Contudo, o policial de maneira nenhuma é superior ontologicamente (em seu ser) ao civil. Ambos são seres humanos iguais.

Algumas pessoas que tentam defender a trindade de forma racional e lógica algumas vezes se frustram, pois muitas das comparações que temos não são adequadas pois de alguma maneira não representarão de fato o que é a trindade. Como o exemplo da água, vapor e gelo, que de maneira alguma consegue demonstrar corretamente a trindade.

Certo é que sabemos que o Filho é Deus, pois ressuscitou dentre os mortos, venceu a morte. E sabemos que o Filho não é o Pai, pois Ele está à direita do Pai. Mas sabemos que o Filho e o Pai são Deus e são distintos como diz João: No princípio era o Logos (Jesus), o logos estava com Deus, e o logos era Deus.

Sabemos que o Espírito Santo é o Espírito da Promessa, o Consolador, que nos lembrará das palavras de Cristo. Mas sabemos que Ele não é Jesus, pois este disse que iria para o Pai, e Eles enviariam o consolador que estaria conosco até o fim.

A trindade é um mistério. Contudo é um mistério que pode ser experimentado, vivido. Recebemos o Espírito Santo como selo de Deus em nossa conversão e a partir do momento que nossa vida é entregue a Deus passamos a ouvi-lo em nós. Nos direcionando, consolando, exortando, nos lembrando das palavras de Deus. Podemos ter uma experiência real e sincera com o Filho, que entregou sua vida por nós na cruz do calvário para nos livrar do peso da culpa e da condenação do pecado. E quando cremos no Filho de Deus, então podemos andar com Ele, ouvi-lo e ter comunhão com Ele. Podemos experimentar vivamente o Pai, assim como o Filho experimentou. Podemos caminhar com o Pai, orar ao Pai, pedir perdão ao Pai, correr para seus braços certos que nos receberá.

A trindade é um mistério. E é o mistério mais bonito do cristianismo, que é experimentado e vivido por cada cristão todos os dias!

21 COMENTÁRIOS

  1. Daniel, você falou, embolou tudo, e no final concluiu com a única coisa sensata a se dizer da trindade: é um mistério.

    Daniel, se os três tem a mesma substância, mas são três pessoas distintas, então há 03 (três) deuses sim.

    Algumas definições de Deus: o Criador, a causa eficiente de todas as coisas, onisciente, onipresente e onipotente, eterno, imaterial, todo-poderoso, infinitamente perfeito e único.

    Se os três possuem todas essas características, e são três pessoas distintas, de igual poder, então existem sim três deuses.

    Na verdade existem vários deuses (deus de barro, deus de bronze, o deus do futebol, o deus desse sistema iníquo). Deus pode ser simplesmente um título às vezes. O que é totalmente diferente da idéia do Deus Único, quando se diz que há um só Deus, é que há apenas um Deus acima de todas as coisas, apenas um que é Deus de tudo. O Maradona só é deus do futebol. O diabo só é deus desse sistema de coisas. Jesus é Deus, mas tem um Deus, que é o Pai. Mas o Pai não tem um Deus, ele não pode olhar para cima e ver outra pessoa. Ele é o único que é Deus de tudo:

    “Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas. E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos. (1 Coríntios 15:27-28).

    Uma empresa possui três diretores. Os três possuem exatamente o mesmo poder, porém cada um com sua função. Eles possuem o mesmo propósito (o crescimento da empresa), e um sempre apóia a decisão do outro, estão sempre em harmonia, e como pensa um, pensa o outro.

    Eles são? Três diretores. Não pode dizer que há um só diretor. Há três diretores. Você pode dizer que há três chefes.

    Daniel, fiz igual a você. Fui tentar explicar e me compliquei todo também.

    A trindade é um mistério inventado por homens. As coisas reveladas são para o homem, as ocultas ainda não, por enquanto são somente para Deus. Então, para que ficar meditando em algo que é um mistério? Ficar meditando na anatomia de Deus? Será que no mundo espiritual fica um sentadinho do lado do outro, como aqui, lá a matéria ocupa o mesmo lugar no espaço? Como vamos saber essas coisas? Quanto mais vamos saber a natureza de Deus. Não é mais sábio meditarmos no que está na Luz para nós?

    Não podemos ter idéia de como funcionam as coisas lá no Céu. Mas tudo que Deus quis revelar de si mesmo a nós, está em Jesus Cristo, não precisamos de mais que isso. Quando Cristo falava, era Deus quem estava falando, quando ele curava, era Deus quem estava curando, quando ele chorava, era Deus quem estava chorando. Ele era Deus Conosco, que permanece no nosso meio como o Espírito Santo. Agora, o que isso significa no plano espiritual, está além da nossa alçada.

    “Mas, estes foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e que, por crerdes, tenhais vida por meio do seu nome.” (João 20:30, 31).

    Pedro respondeu: tu és o Cristo, o Filho do Deus Altíssimo.

    Só isso não basta?

  2. Foi com essa coisa de trindade e unicidade que virei cético, acreditem. Tô até melhor assim, vai saber quem eu adorava né… não sabia se eu orava a deus ou a jesus já que os três são um, mas são pessoas distintas, tremenda confusão para mim. Imagina eu viver assim minha vida toda dentro da igreja com dúvida de quem é Deus, e no final ir para o inferno, é um paradoxo rs. Quem tem certeza e realmente conhece a Deus como eu não conheço, continuem assim, eu faria de tudo para está no lugar de vocês.

    • a Biblia nos fala claramente que Jesus é Deus, e que o Espirito Santo é uma pessoa!!
      Não deixe que as duvidas dos outro atrapalhe vc de orar a Deus!!

      Oração sempre ao Pai e em nome De Jesus e o ESPITRITO SANTO intercede por nos!!

      qualquer dúvida estamos ai!!

    • Ecko, vou te explicar o que entendi: a primeira coisa é esquecer essa palavra Trindade, que só causa confusão. Jesus nos ensinou a orar não foi? Então é só orar como ele no ensinou: orar ao Pai, e pedir em nome de Jesus, confiar em Jesus como único mediador entre você e Deus, confiar na justiça de Jesus, confiar no sacrifício dele como ato de redenção para a humanidade, que por intermédio de Jesus, você pode ter acesso a Deus, e chamá-lo de Pai, pois em Cristo você retornou à casa do seu Pai, como o filho pródigo. Jesus está no nosso meio ainda, por meio do Espírito Santo.

      Agora, o que isso significa “literalmente”, não importa. Isso só divide os irmãos e causa confusão. Não sabemos entender nossa própria mente e as coisas visíveis criadas por Deus, vamos ficar loucos se tentarmos entender a anatomia de Deus.

      Esqueça Trindade, e siga Jesus e pronto.

      Mas agora um estudo:

      “Deus disse a Moisés neste verso: “Vê, eu te fiz Deus (Elohim: אֱלֹהִים) para Faraó, ao passo que Arão teu irmão te servirá de profeta” – Êxodo 7:1.

      Elohim (deus, deuses) é definido como sendo :
      I. Deus, deus, deuses
      II. governantes, juizes, anjos
      III. Pl. intensivo – deus, deusa

      O Salmo 82:1 se refere a Juízes humanos e os chama de “deuses”. Lemos que o Deus Todo Poderoso “preside na grande assembléia e julga entre os deuses…”.

      Salmo 82:6 prossegue na mesma linha… “Vós sois deuses e todos vós sois filhos do Altíssimo”.

      Portanto, por Jesus ser chamado de Deus, não significa que ele seja o Deus Todo-Poderoso (IHVH), seu Pai, a quem ele orava e a quem ele era submisso.

      Em diversas ocasiões, aparece o Anjo do Senhor, e este recebeu adoração, sacrifícios, e falava como se fosse Deus, pois era ele um representante oficial de Deus, e muitos teólogos acreditam que se tratava de Jesus.

      Até o diabo foi chamado de o deus (Elohim) desse século. E no hebraico e grego, não há diferença entre letra maiúscula e minúscula. Portanto, a mesma palavra Elohim que se refere ao Pai, foi usada para Moisés, Jesus e até para o diabo. Mas isso não significa que eles sejam o Deus Todo-Poderoso, o único Deus verdadeiro.

      Em uma empresa você tem diretores, chefes, e o presidente. Mas todos podem ser chamados de chefe.

      • “Jesus é simplesmente o filho de Deus”.

        “Para que todos honrem O FILHO, como honram O PAI. Quem não honra o Filho NÃO HONRA O PAI, que o enviou.” (João 5: 23).

        No momento A. da silva, Jesus está revestido de todo o poder e autoridade sobre os Céus e a Terra. No momento, não somente o Pai, mas o que está sentado no trono (Pai) e o cordeiro (Filho) são dignos de toda honra, toda a glória, e todo o louvor (Apocalipse). Se dirija com respeito para quem vai te julgar no fim dos Dias.

        • Meu caro Val Him, eu não estou desrespeitando meu Salvador. Disse “simplesmente” no sentido de ele não ser O DEUS Criador. Mas o filho amado de Deus que deu sua vida por mim e por todos os que o aceitarem! Entendido?

    • Deus não se explica se sente!!
      e Nos seres Humanos não temos o pensamento de DEUS e nem sabemos como Ele é!!
      A unica coisa que ele nos fala é em Joao onde >:

      No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
      Ele estava no princípio com Deus.
      Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
      Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.

      João 1:1-4

      E verbo se fez carne e habitou entre nos!!

      E vc pode ver que temos que ser Batizados em tres nomes: PAI FILHO E ESPIRITO SANTO

      Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
      Mateus 28:19

      vC SÓ VAI ENTENDER QUANDO LER A BIBLIA TODA!

      • Dayana, falou com sabedoria: Deus não se explica.

        Quem prova, não liga para a química, mas para a experiência. E se aquele que provamos é infinito, finita é a curiosidade, e infinita a satisfação.

  3. Veja bem,

    “No princípio era o Verbo [*Pai], e o Verbo estava com Deus [*Espírito Santo], e o Verbo era Deus [*Jesus]. E o Verbo [*Jesus] se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai” (João1:1, 14).

    Deduzimos,

    “Quando vier o Ajudador [*Espirito Santo], que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai [*Pai] procede, esse dará testemunho de mim [*filho];
    e também vós dareis testemunho, porque estais comigo [*Espirito Santo] desde o princípio” (João 15:26, 27).

    Também,

    Disse Jesus: “E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” Mateus 28:20b).

    Outra vez,

    30 Eu [*Jesus] e o Pai [*Pai] somos um” (Joaõ 10:30).

    Por quê?

    ” Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido” (I Corintios 13:12).

    Contudo,

    “Sabemos também que já veio o Filho de Deus, e nos deu entendimento para conhecermos aquele que é verdadeiro; e nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna” (I João 5:20).

  4. Entre as dúvidas dos mais jovens, seria prudente ouvir os cristãos dos primeiros séculos, certamente menos seculares e relativistas.

    “Um Deus, um Cristo, um Espírito de graça” (Clemente de Roma, ano 96, Carta aos Coríntios 46,6).

    “Como Deus vive, assim vive o Senhor e o Espírito Santo” (Clemente de Roma, ano 96, Carta aos Coríntios 58,2).

    “Vós sois as pedras do templo do Pai, elevado para o alto pelo guindaste de Jesus Cristo, que é a sua cruz, com o Espírito Santo como corda” (Inácio de Antioquia, ano 107, Carta aos Efésios 9,1).

    “Procurai manter-vos firmes nos ensinamentos do Senhor e dos apóstolos, para que prospere tudo o que fizerdes na carne e no espírito, na fé e no amor, no Filho, no Pai e no Espírito, no princípio e no fim, unidos ao vosso digníssimo bispo e à preciosa coroa espiritual formada pelos vossos presbíteros e diáconos segundo Deus. Sejam submissos ao bispo e também uns aos outros, assim como Jesus Cristo se submeteu, na carne, ao Pai, e os apóstolos se submeteral a Cristo, ao Pai e ao Espírito, a fim de que haja união, tanto física omo espiritual” (Inácio de Antioquia, ano 107, Carta aos Magnésios 13,1-2).

    “Que não somos ateus, quem estiver em são juízo não o dirá, pois cultuamos o Criador deste universo, do qual dizemos, conforme nos ensinaram, que não tem necessidade de sangue, libações ou incenso. […] Em seguida, demonstramos que, com razão, honramos também Jesus Cristo, que foi nosso Mestre nessas coisas e para isso nasceu, o mesmo que foi crucificado sob Pôncio Pilatos, procurador na Judéia no tempo de Tibério César. Aprendemos que ele é o Filho do próprio Deus verdadeiro, e o colocamos em segundo lugar, assim como o Espírito profético, que pomos no terceiro. De fato, tacham-nos de loucos, dizendo que damos o segundo lugar a um homem crucificado, depois do Deus imutável, aquele que existe desde sempre e criou o universo. É que ignoram o mistério que existe nisso e, por isso, vos exortamos que presteis atenção quando o expomos” (Justino Mártir, ano 151, I Apologia 13,1.3-6).

    “Os que são batizados por nós são levados para um lugar onde haja água e são regenerados da mesma forma como nós o fomos. É em nome do Pai de todos e Senhor Deus, e de Nosso Senhor Jesus Cristo, e do Espírito Santo que recebem a loção na água. Este rito foi-nos entregue pelos apóstolos” (Justino Mártir, ano 151, I Apologia 61).

    “Eu te louvo, Deus da Verdade, te bendigo, te glorifico por teu Filho Jesus Cristo, nosso eterno e Sumo Sacerdote no céu; por Ele, com Ele e o Espírito Santo, glória seja dada a ti, agora e nos séculos futuros! Amém.” (Policarpo, ano 156, Martírio de Policarpo 14,1-3).

    “De fato, reconhecemos também um Filho de Deus. E que ninguém considere ridículo que, para mim, Deus tenha um Filho. Com efeito, nós não pensamos sobre Deus, e também Pai, e sobre seu Filho como fantasiavam vossos poetas, mostrando-nos deuses que não são em nada melhores do que os homens, mas que o Filho de Deus é o Verbo do Pai em idéia e operação, pois conforme a ele e por seu intermédio tudo foi feito, sendo o Pai e o Filho um só. Estando o Filho no Pai e o Pai no Filho por unidade e poder do Espírito, o Filho de Deus é inteligência e Verbo do Pai. Se, por causa da eminência de vossa inteligência, vos ocorre perguntar o que quer dizer “Filho”, eu o direi livremente: o Filho é o primeiro broto do Pai, não como feito, pois desde o princípio Deus, que é inteligência eterna, tinha o Verbo em si mesmo; sendo eternamente racional, mas como procedendo de Deus, quando todas as coisas materiais eram natureza informe e terra inerte e estavam misturadas as coisas mais pesadas com as mais leves, para ser sobre elas idéia e operação” (Atenágoras de Atenas, ano 177, Súplica pelos Cristãos, 10,2-4).

    “Como não se admiraria alguém de ouvir chamar ateus os que admitem um Deus Pai, um Deus Filho e o Espírito Santo, ensinando que o seu poder é único e que sua distinção é apenas distinção de ordens?” (Atenágoras de Atenas, ano 177, Súplica pelos Cristãos 10).

    “Igualmente os três dias que precedem a criação dos luzeiros são símbolo da Trindade: de Deus [=Pai], de seu Verbo [=Filho] e de sua Sabedoria [=Espírito Santo]” (Teófilo de Antioquia, ano 181, Segundo Livro a Autólico 15,3).

    “Com efeito, a Igreja espalhada pelo mundo inteiro até os confins da terra recebeu dos apóstolos e seus discípulos a fé em um só Deus, Pai onipotente, que fez o céu e a terra, o mar e tudo quanto nele existe; em um só Jesus Cristo, Filho de Deus, encarnado para nossa salvação; e no Espírito Santo que, pelos profetas, anunciou a economia de Deus…” (Ireneu de Lião, ano 189, Contra as Heresias I,10,1).

    “Já temos mostrado que o Verbo, isto é, o Filho esteve sempre com o Pai. Mas também a Sabedoria, o Espírito estava igualmente junto dele antes de toda a criação” (Ireneu de Lião, ano 189, Contra as Heresias IV,20,4).

    “Foi estabelecida a lei de batizar e prescrita a fórmula: ‘Ide, ensinai os povos batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo'” (Tertuliano, ano 210, Do Batismo 13).

    “Cremos… em um só Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, nascido do Pai como Unigênito, isto é, da substância do Pai, Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não feito, consubstancial com o Pai, por quem foi feito tudo que há no céu e na terra. […] Cremos no Espírito Santo, Senhor e fonte de vida, que procede do Pai, com o Pai e o Filho é adorado e glorificado, o qual falou pelos Profetas” (1º Concílio de Nicéia, ano 325, Credo de Nicéia).

    • Quanta tolice. Yeshua não veio pregar um Elohim novo, mas o mesmo YHWH de Abraão, Isaque e Jacó.

      Yeshua disse à samaritana: “nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus”.

      Todos os escritores dos livros que estão inseridos na Brit Chadashá (Nova Aliança) são judeus, e Paulo mesmo disse que o Caminho que ele seguia, Yeshua, era o mesmo de seus pais, pois Yeshua era o cumprimento da Lei e dos Profetas.

      E, com muito mais autoridade que qualquer teólogo cristão, Moisés recebeu diretamente de Deus, quando este se manifestava à vista de milhares de hebreus, a seguinte declaração:

      “Ouve ó Israel, O Eterno nosso YHWH é o Único YHWH”.

      “Deus disse a Moisés neste verso: “Vê, eu te fiz Deus (Elohim: אֱלֹהִים) para Faraó, ao passo que Arão teu irmão te servirá de profeta” – Êxodo 7:1.

      Elohim (deus, deuses) é definido como sendo :
      I. Deus, deus, deuses
      II. governantes, juizes, anjos
      III. Pl. intensivo – deus, deusa

      Yeshua era Elohim, mas Yeshua não era o YHWH.

      • Vocês testemunhas de Jeova e adventistas não se corrigem, vejamos:

        “Tendo em vista a forte evidência da Bíblia, consideramos como uma verdade estabelecida que o fim cabal dos reinos deste mundo e o estabelecimento total do Reino de Deus na Terra se realizarão no final de 1914” (Estudos das Escrituras 2, pp. 76, 78 e 285 [versão em espanhol]).

        “Neste capítulo apresentamos a evidência bíblica que afirma que os Tempos dos Gentios terminarão em 1914. Isto quer dizer que nesta data o Reino de Deus estará estabelecido firmemente na Terra. O Reino do qual Cristo nos ensinou: ‘Venha a nós o vosso Reino'” (Estudos das Escrituras 3, pp. 247 e 306 [versão em espanhol]).

        “Esta guerra culminará na batalha de Armagedon, o que significará o estabelecimento permanente e total do Reino do Messias” (A Atalaia, 01.04.1915 [versão em inglês]; reimpressão)..

        No entanto, chegando 1915, nada ocorreu. Ao invés de aprenderem com seu erro, voltaram a tropeçar na mesma pedra outras vezes.

        Sendo adventista

        Para os adventistas o AT e o NT possuem a mesma autoridade. Defendem esta tese com as seguintes palavras de S. Paulo: “Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça” (2 Tm 3,16).

        Dizem eles “Toda é Toda”, concluindo que não se pode ter preferência pelo NT em detrimento ao AT.

        Com efeito, de forma alguma negamos a inspiração divina do AT, nem tampouco dizemos que dele não se deve tirar proveito. Entretanto é o próprio Apóstolo que diz que a Lei não vale mais com o advento de Cristo.

        E nós é que propagamos tolices ! A empáfia parece ser maior do que o conhecimento.

        • Mauro 2011, eu não sou nem adventista e nem testemunha de jeová, sou judeu messiânico unicista, e minha tradição é muito mais antiga que a sua, visto que Shaul e todos os outros apóstolos eram judeus e messiânicos (criam em Yeshua como o Machiach).

          Vocês é que devem esquecer o latim e estudar um pouco de hebraico. Yeshua não pregou um Eterno diferente do que os judeus adoravam, pregou o mesmo Eterno, e Nele (no Machiach) se cumpriram a Lei e os Profetas. Nunca Israel teve noção de um deus trino, e Yeshua nunca negou o Eterno de Israel.

          • Quero deixar bem claro que não nego a divindade de Yeshua, e que este seja Elohim junto ao Eterno. Mas que Yeshua não é o Eterno de Israel, pois o próprio Yeshua se declarou como o Filho do Eterno de Israel.

            “Ouve ó Israel, O Eterno nosso YHWH é o Único YHWH”.

            Yeshua disse à samaritana: “nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus”.

            Os judeus nunca tiveram “a menor noção” de um deus trino, e se os judeus estavam errados, não tendo completa noção da natureza do Eterno (como vocês dizem, uma natureza trina), então eles não conheciam o que adoravam (o Eterno), e Yeshua estava mentindo.

  5. Observe a água (H2o),e veja que ela se apresenta de varias maneiras.

    Gelo
    Liquido
    Vapor

    nem por isso deixou de ser água….pensem nisso!

    Assim também é o Pai, porque se apresenta de varias formas não deixando de ser Deus

  6. Não sei que base biblica voce tirou isso, a biblia em momento algum fala de pessoa e Pai é pronome de tratamento. agora para você estudar e examinar as escrituras um pouco mais; Porque Jesus diz ´´ Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós. Pergunto quem que deixa órfãos? outra coisa se Jesus foi gerado do espirito santo o pai não seria Deus e sim o espirito santo. oro a Deus para que abre os olhos do seu povo porque muitos são os chamados mas poucos os escolhidos. e esses poucos é porque nao conhece verdadeiramente quem é Deus.

  7. O dia que o homem começar a entender as quânticas, formulas , químicas, formações dos bilhões e bilhões de galaxias do universo, ai, ele vai começar a entender a Trindade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here