Entendendo melhor os dons para melhor servir

0

 Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes. 1 Coríntios 12:1

 

Paulo escrevendo aos Coríntios acerca dos dons ensina alguns princípios que deve reger a igreja contemporânea sobre este assunto tão importante e controverso. Antes de estudar os ensinamentos dados por Paulo é preciso entender a diferença entre Dons e Talentos.

Talento Natural – CAPACIDADE concedida por Deus a todos os homens indistintamente, com o objetivo de capacitá-los ao serviço à humanidade e à própria realização, na esfera natural.

O Talento Natural pode e precisa ser desenvolvido ao longo da vida.

Talento Adquirido – CAPACIDADE conquistada e desenvolvida através da perseverança individual, motivada pelas circunstâncias ou pela apreciação do talento natural. O Talento Natural, na maioria das vezes, será superior ao Talento Adquirido. Sua serventia, porém, é igual ao do Talento Natural.

Dom Espiritual – Dom: Dádiva, presente; Capacidade, habilidade especial que nos é dado por Deus para realizar determinada função; Poder, virtude. Dons (palavra grega charisma)

O talento é algo natural, o homem já nasce com ele ou pode desenvolver, seja cristão ou não. O dom é dado por Deus, é uma capacidade, habilidade sobrenatural que é dada exclusivamente ao crente para edificação do corpo de Cristo. Todo salvo em Jesus tem um ou mais dons dados por Deus. (Ef 4:8) A diversos dons, ministérios, atividades, mas o Espírito é o mesmo que opera tudo em todos. Para melhor servir na obra do Senhor é de suma importância descobrir qual a sua vocação.

Onde as necessidades do mundo se cruzam com as suas capacidades e possibilidades ai está a sua vocação. Aristóteles

Deus em sua soberania criou a cada ser humano para um propósito especifico dentro da sua obra e neste mundo. Essas ferramentas “dons” que são dadas por Deus não torna este ou aquele melhor ou pior por não ter um dom extraordinário (externo) pelo contrario revela a importância de cada pessoa no corpo de Cristo. (I Co 12:12-20) No verso 11 Paulo diz que Deus deu a cada como quis. Será que Deus comete erros? É claro que não! Sendo assim desenvolva o dom que Ele lhe deu com excelência.

Pedro em sua carta corrobora com Paulo, exortando cada um a administrar aos outros o dom que recebeu. O dom é para ser utilizado com equilíbrio, temor, ele deve gerar união e jamais ser usado em beneficio próprio. Se você ainda não sabe qual seu dom busque a Deus, esteja disponível, atente ao que seus lideres lhe orientam e o principal esteja ocupado com as coisas de Deus.

Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. 1 Pedro 4:10

 

COMPARTILHAR
Uma pessoa apaixonada pelo ser humano, visionário, missionário por vocação, Blogueiro, uma pessoa simples disposta a marca minha geração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here