Quem tem medo de Marisa Wolf?

20

Ela luta por questões de importância vital para a família como diz?

Não creio.

Talvez, para a maioria arraigada na religiosidade e no preconceito ela seja um “baluarte” na guerra que tenta destruir a igreja “cristã” e suas práticas.

Talvez para eles, ela seja a “musa” inspiradora do fascismo “cristão” já em vias de extinção… Mas acredite; É só para eles.

Nas redes sociais pipoca o dramalhão e a comoção, é mais um show que move o mercado gospel: “Cassaram” Marisa Lobo…

E sem me estender muito, pois está “doendo na garganta”, eu pergunto:

O que ela queria? Que entendessem a sua crença?? Que esta, fosse o prisma por qual a sociedade enxerga suas necessidades?

Respondam-me: É ingenuidade ou alienação?

Mesmo não havendo respostas, pela obviedade do pensamento cativo que sempre espera a outro líder ou pastor se posicionar pra então formar sua opinião, não é difícil entender que já está lançado o novo marketing jogado como a banana jogada no campo de futebol pra vender camisetas.

A diferença é que no caso evangélico, quem joga esse tipo de “marketing” são os mesmo que o consomem.

Os religiosos; alicerçados por seus aproveitadores – os lobos que enchem as esquinas -, fomentam sem pausas seus desejos em reviver o que nem Jesus Cristo se preocupou em sua  vida : O vivenciar os fatos, histórias e os relatos bíblicos. Daí, remontam em suas vidas, personagens “mártires” egóicos,  para se alimentarem em sua própria concupiscência.

Essa prática é comum na religiosidade desde a idade média…

Acontece no intimo de uma família que quer ver a filha “virando santa”, fazendo milagres, ou no seio da igreja evangélica, à revelia, como vemos até hoje.

É a necessidade religiosa de manterem-se “semideuses”; Onde o “Deus-Pai”, é  o próprio umbigo e que, caminha opostamente ao caminhar cristão.

Jesus Cristo em sua vida lidou com os mesmos lideres que tinham como estes atuais “lobos” interesses políticos e pessoais sob a mesma “capa” de santidade que ainda os cobre.

O fim deles você já sabe…

Independente do legado bíblico, o homem para nutrir-se de seus desejos é capaz de coisas tão sórdidas e imorais, que para “balancear”, no final das contas, ele alega, crendo piedosamente, que foi Deus que o colocou em tal tarefa.

E é bem possível que, nesse interim de obscenidades cristãs em nome da moral e dos bons costumes, Marisa Lobo seja de vez, como a “Joana Dar’c Gospel”, a “mártir”;  A “lenha” que mantenha acesa a chama da religiosidade insana que os movimenta, mas que os tornará “em cinzas”…

Porque a chama do Espirito que reúne em Jesus Cristo o mundo ao amor de Deus, parece neles,  já ter se apagado.

Em contrapartida, os sofredores que buscam o direito à vida da maneira como entendem e conseguem, continuam a usar a força de que dispõem para lutar contra os abusos que só enxergam quem os sofre.

Se quiserem fazer disso o “motivo” para se adequarem à perseguição dos últimos dias, ou a “mola” que não permite que o show religioso chegue ao fim, fiquem à vontade…  O homem sempre faz o que bem quer.

 

Só não digam que ninguém os avisou…  Pois o “deserto”, anda cada vez mais, repleto de “Joãos Batistas”.

 

 

 

Rogério Ribeiro.

 

 

COMPARTILHAR
Rogério Ribeiro é um cristão livre do sistema religioso. É Cineasta, roteirista e cronista. Escreve no blog "edição de amanhã", no "Antireligiosidade (http://antirel.blogspot.com.br/), entre outros. É autor de "Descansado sobre a Relva", livro que fala do relacionamento pessoal com Jesus Cristo, acima de qualquer coisa ou "impedimento" proposto pelo mundo religioso. Observador atento, Rogério Ribeiro aceitou o dever de alertar a igreja e, desde então é um compromissado "atalaia" dos nossos dias, às ordens de um só Senhor: Jesus Cristo.

20 COMENTÁRIOS

    • Respondendo a pergunta: “- o que ela esperava?”, creio que esperava que seu direito de liberdade de expressão e de crença fossem respeitados.
      Da mesma forma que psicólogos de outras crenças o fazem em suas páginas nas redes sociais, ou ainda quando em seus consultórios promovem a terapia de vidas passadas com anuência de seus conselhos locais.
      Sobre o “fascismo Cristão’, é meio inadequado o suo nesta situação. O fascismo real se manifestou de forma agressiva ao agredir e reprimir uma pessoa por sua opinião diferente do consenso atual.
      O que vejo Hoje aqui neste site é que alguns colunistas pregam não a obediência a Jesus, mas sim negligência frente a ideologia que hj domina o país.
      Mas Jesus foi negligente no mercado?
      Pregam sim que os cristãos sejam coniventes com práticas anti-cristãs; que se calem diante de quaisquer mudança na direção da vida nacional; que as igrejas não mais se manifestem como propositora de posições que influenciem a sociedade.
      É um apoio velado, uma submissão, a um regime socialista que se implanta no Brasil e uma retórica contra qualquer forma de resistência a essa idéia. E que a gente simplesmente baixe a cabeça e aceite. Não reclame. Seja indiferente.
      Mais chocante ainda é o fato muitas vezes se posicionarem de forma contendente contra valores que considerem de direita.
      Li um artigo chocante aqui de conteúdo anti-semita, anti-sionista,de cuja autora, já li também ataques a líderes cristãos sequenciadamenteem cuja escrita sibilava-se opiniões que se comparariam aos piores ataques já sofridos por pregadores cristãos no país e, ironicamente,citava por referência de liderança espiritual ex-pastor que se envolveram em grandes escândalos de corrupção nacional e hoje relativizam tudo.
      E ainda, essa pregação de negligência e silêncio diante da vida não caracteriza uma vida cristã.
      Lembro de:
      ” Rm 1: 21 Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
      22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
      23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
      24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
      25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
      26 Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
      27 E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
      28 E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
      29 Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
      30 Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
      31 Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
      32 Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.”
      Não entendo colunistas que se dizem cristãos, mas pregam o conformidade com o mundo,a relativização dos valores, contendas e divisões entre o povo cristão.
      Um cristão ser neopentecostal não é um motivo para ser desprezado e destratado pelos tais.
      Ela a Marisa lobo foi umas das poucas vozes que manifestou convicção real.
      A despeito de quaisquer críticas ela acredita no que defende. A denuncia da tentativa de implantação ideologia de gênero no PNE e a tomada pelo estado da educação sobre sexualidade extrapolando os aspectos sanitários e fisiológicos a que se devia ater a instrução( que contraria o pacto de são josé- que prevê que a sexualidade seja ensinada a criança pelos pais e e acordo com suas crenças) e dá a esse mesmo estado a possibilidade de doutrinação sexual na faixa mais frágil da infância;
      Vejam os fatos- assistam os vídeos do kit-gay e avaliem cada um seu seus filhos deveriam ter aquele material na sala de aula. E se você não fosse cristão, fosse por exemplo, mulçumano que opinião teria sobre o vídeo.
      E ainda, a campanha:” maconha não!”. quantos outros líderes cristãos estão se levantando contra a discriminalização das drogas? quantas vezes a gente ainda pode campanhas como se tinha antes? do tipo:( Diga não às drogas!)
      E a defesa da manutenção do conceito tradicional de família, quantos tem vindo defender?
      Defender contra a relativização dos papéis que um pai e uma mãe têm no desenvolvimento de uma criança.
      Ou ainda quem vem levantar a voz contra a desconstrução da heterossexualidade? Quantos têm se manifestado contra os conceito que a heterossexualidade é imposição cultural( uma grande falácia! a heterossexualidade é o comportamento predomintante na natureza.).
      Sinceramente não me surpreenderei se a qualquer momento me der diante artigos defendendo o poliamor, o vício, a fornicação e a inexistência de pecado. (talvez esta já seja a próxima programação.
      Quanto a “Em contrapartida, os sofredores que buscam o direito à vida da maneira como entendem e conseguem, continuam a usar a força de que dispõem para lutar contra os abusos que só enxergam quem os sofre” é irônico.
      O fato de você decidir a sua forma de vida, o seu caminho, e este é a maior manifestação do livre-arbítrio, não pode ser usado como forma de calar ou de impedir outros que pensam de forma diversa de anunciarem um outro caminho e de ter discordâncias. E as Igrejas têm de pregar a sua doutrina para seus membros e mesmo que do lado de fora, todos digam que 2+2 são cinco a igreja tem a responsabilidade de lembrar que 2+2 são 4.
      O que vai se propor que a Igreja mude sua doutrina para satisfazer o interesse de grupos?
      Que você pode ver alguém em uma prática questionável frente a palavra de Deus e ser negligente e conivente?talvez dizer : (-é isso aí, cara. É besteira esse negócio de pecado não existe. Segue teu coração. faz o que tua cabeça te disser. Não tem nada. ) é isso que se defende neste artigo?.
      Quanto a Marisa Lobo, a qual tem um parcer da OAB local, entidade secular, caracterizando seu processo como perseguição religosa também acho que cabe a sua afirmação citada parágrafos antes.
      Quanto ao colunista, creio que se sentirá muito confortável na igreja de Corinto.

  1. Nem ingênua, nem alienada.

    O que me deixa perplexo é como isso te desequilibra.

    Não há uma crônica sua que não seja ofensiva a algo ou a alguém.

  2. ah então quer dizer que o profissional perder o direito de trabalhar por se declarar cristão, chama-se auto-promoção,o senhor deveria ter atentado para o fato de que não houve:
    – queixa no conselho de ética local
    – denuncia formatada no CRP
    – não foi achado nenhum cliente, ou paciente dela que tenha sido tratado na sua concepção afetiva e tendo como resultado sua mudança de pratica.
    Não me surpreende que um raciocínio metonímico desse, traga esse tipo de opinião a respeito de um fato tão importante, uma vez que a maior parte da imprensa desse país pouco se debruça sobre o assunto que defende com uma propriedade que beira o quixotismo.Vendo esse tipo de “fogo amigo”, tenho por mim que satanás será preso por vadiagem!

  3. ESSA MOÇA ALCANÇOU O OBJETIVO: NOTORIEDADE E CAMPANHA ELEITORAL ANTECIPADA.A CRENTAIADA VAI ELEGÊ-LA FACILMENTE, LEVADA PELO MOTE DE PERSEGUIÇÃO, DE CRUZADA ANTI-EVANGÉLICA. ESTE É O NOSSO PAÍS-POBRE DE ESPÍRITO.DAÍ SURGEM OS APROVEITADORES(AS).

  4. Fui a “Marcha pra Jesus” em Curitiba, e a única coisa que ofuscou um pouco o brilho da Marcha, foram as faixas dos soldadinhos de Marisa Lobo, que também é de Curitiba.
    Que tristeza.
    Entretando acho muito difícil que com o voto de fundamentalistas de maioria assembléiana, ela consiga se eleger no Paraná, nosso estado graças a DEUS tem uma grande maioria de crentes que penssam, e como eu não concordam com voto de cabresto.

  5. Respondendo a pergunta: “- o que ela esperava?”, creio que esperava que seu direito de liberdade de expressão e de crença fossem respeitados.
    Da mesma forma que psicólogos de outras crenças o fazem em suas páginas nas redes sociais, ou ainda quando em seus consultórios promovem a terapia de vidas passadas com anuência de seus conselhos locais.
    Sobre o “fascismo Cristão’, é meio inadequado o suo nesta situação. O fascismo real se manifestou de forma agressiva ao agredir e reprimir uma pessoa por sua opinião diferente do consenso atual.
    O que vejo Hoje aqui neste site é que alguns colunistas pregam não a obediência a Jesus, mas sim negligência frente a ideologia que hj domina o país.
    Mas Jesus foi negligente no mercado?
    Pregam sim que os cristãos sejam coniventes com práticas anti-cristãs; que se calem diante de quaisquer mudança na direção da vida nacional; que as igrejas não mais se manifestem como propositora de posições que influenciem a sociedade.
    É um apoio velado, uma submissão, a um regime socialista que se implanta no Brasil e uma retórica contra qualquer forma de resistência a essa idéia. E que a gente simplesmente baixe a cabeça e aceite. Não reclame. Seja indiferente.
    Mais chocante ainda é o fato muitas vezes se posicionarem de forma contendente contra valores que considerem de direita.
    Li um artigo chocante aqui de conteúdo anti-semita, anti-sionista,de cuja autora, já li também ataques a líderes cristãos sequenciadamenteem cuja escrita sibilava-se opiniões que se comparariam aos piores ataques já sofridos por pregadores cristãos no país e, ironicamente,citava por referência de liderança espiritual ex-pastor que se envolveram em grandes escândalos de corrupção nacional e hoje relativizam tudo.
    E ainda, essa pregação de negligência e silêncio diante da vida não caracteriza uma vida cristã.
    Lembro de:
    ” Rm 1: 21 Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
    22 Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
    23 E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
    24 Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
    25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    26 Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    27 E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    28 E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
    29 Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
    30 Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;
    31 Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;
    32 Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.”

    Não entendo colunistas que se dizem cristãos, mas pregam o conformidade com o mundo,a relativização dos valores, contendas e divisões entre o povo cristão.
    Um cristão ser neopentecostal não é um motivo para ser desprezado e destratado pelos tais.

    Ela a Marisa lobo foi umas das poucas vozes que manifestou convicção real.
    A despeito de quaisquer críticas ela acredita no que defende. A denuncia da tentativa de implantação ideologia de gênero no PNE e a tomada pelo estado da educação sobre sexualidade extrapolando os aspectos sanitários e fisiológicos a que se devia ater a instrução( que contraria o pacto de são josé- que prevê que a sexualidade seja ensinada a criança pelos pais e e acordo com suas crenças) e dá a esse mesmo estado a possibilidade de doutrinação sexual na faixa mais frágil da infância;
    Vejam os fatos- assistam os vídeos do kit-gay e avaliem cada um seu seus filhos deveriam ter aquele material na sala de aula. E se você não fosse cristão, fosse por exemplo, mulçumano que opinião teria sobre o vídeo.
    E ainda, a campanha:” maconha não!”. quantos outros líderes cristãos estão se levantando contra a discriminalização das drogas? quantas vezes a gente ainda pode campanhas como se tinha antes? do tipo:( Diga não às drogas!)
    E a defesa da manutenção do conceito tradicional de família, quantos tem vindo defender?
    Defender contra a relativização dos papéis que um pai e uma mãe têm no desenvolvimento de uma criança.
    Ou ainda quem vem levantar a voz contra a desconstrução da heterossexualidade? Quantos têm se manifestado contra os conceito que a heterossexualidade é imposição cultural( uma grande falácia! a heterossexualidade é o comportamento predomintante na natureza.).
    Sinceramente não me surpreenderei se a qualquer momento me der diante artigos defendendo o poliamor, o vício, a fornicação e a inexistência de pecado. (talvez esta já seja a próxima programação.
    Quanto a “Em contrapartida, os sofredores que buscam o direito à vida da maneira como entendem e conseguem, continuam a usar a força de que dispõem para lutar contra os abusos que só enxergam quem os sofre” é irônico.
    O fato de você decidir a sua forma de vida, o seu caminho, e este é a maior manifestação do livre-arbítrio, não pode ser usado como forma de calar ou de impedir outros que pensam de forma diversa de anunciarem um outro caminho e de ter discordâncias. E as Igrejas têm de pregar a sua doutrina para seus membros e mesmo que do lado de fora, todos digam que 2+2 são cinco a igreja tem a responsabilidade de lembrar que 2+2 são 4.
    O que vai se propor que a Igreja mude sua doutrina para satisfazer o interesse de grupos?
    Que você pode ver alguém em uma prática questionável frente a palavra de Deus e ser negligente e conivente?talvez dizer : (-é isso aí, cara. É besteira esse negócio de pecado não existe. Segue teu coração. faz o que tua cabeça te disser. Não tem nada. ) é isso que se defende neste artigo?.
    Quanto a Marisa Lobo, a qual tem um parcer da OAB local, entidade secular, caracterizando seu processo como perseguição religosa também acho que cabe a sua afirmação citada parágrafos antes.
    Quanto ao colunista, creio que se sentirá muito confortável na igreja de Corinto.

  6. Tem gente ainda acostumada com o politicamente correto. Parece que não se pode criticar, dar resposta à criticas e ataques de certos grupos militantes. O que se vê é perseguição religiosa em cima de uma profissional por motivação político-militante. Isto está claro e evidente. Tenta-se censurar o termo psicologia cristã sendo que tem psicologia budista, espírita, etc nas redes sociais. Não se vê militantes e conselhos de psicologia perseguindo ou querendo censurar, cassar, psicólogos budistas, espíritas, etc Por que será hein? Querem cassar somente psicólogos cristãos. As acusações de que se faz proselitismo religioso dentro de consultório são infundadas e não provadas. Em países desenvolvidos a psicologia cristã é reconhecida. Professor Olavo de Carvalho até falou sobre isso: –> https://www.youtube.com/watch?v=VmigyxexA6A&feature=youtu.be E além de militância nos conselhos se vê todo um jornalismo de militância também em certas mídias.

  7. Comecei a ler e logo me enjoei… Não vale a pena ler um texto de um perdido!! Este Rogério Ribeiro é um idólatra de seu estilo de vida bizarro. Ama mais o seu estilo de vida que é contrário a Palavra de Deus.

  8. “Parabens” Rogério Ribeiro!

    Vc conseguiu o apoio de gays, ativistas gays, ateus e até da Raquel Elana.
    Ë só olhar os comentários e qualquer um pode ver de onde vem o apoio a sua matéria tão chula.
    É apenas mais um prestando um desserviço ao cristianismo.
    Vc ta bem de apoiadores heim?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here