PL 122: A “Benção” que chegou antes da VERGONHOSA igreja.

14

Vendo o alarido dos que ainda não se conformam com a tal lei a ponto de insistirem na guerra da moral e dos “bons costumes”- ambos duvidosos -, me lembrei de uma conversa que tive com meu irmão há uns 8 anos atrás…

Na conversa, eu dizia a ele entre outras coisas, que, apesar de tanta controvérsia em torno das “causas homossexuais” e a igreja, a lei que pudesse ser aprovada e de certa forma protegeria uma minoria, viria também por uma justiça de Deus ao oprimido…

 

Silencio…

Ele ficou calado e depois desconversou. Estávamos ao telefone numa conversa longa…

 

De lá pra cá, depois de tantas leis municipais aprovadas e outras, que se tornaram crimes, atos tidos como homofóbicos em outros países, sempre me vem à memória, não a conversa que tivemos, pois falamos de vários assuntos, mas sem dúvida, a frase que eu soltei em seu ouvido:

 

“Deus é justo e faz justiça ao oprimido… De uma forma ou de outra, ELE faz.”

 

Ele, um Pastor sensível até onde o conhecia, com toda certeza filtrou e guardou o que eu disse.

Se, “dialogou” com a ideia à luz do evangelho de Jesus, daí, eu não sei… Nunca mais falamos sobre o assunto.

 

Mas a igreja tem falado…

E como tem… Além de falado, tem combatido, guerreado (com um saldo de muitas “mortes”), com “estratégias” e forças que deixariam Lutero e os reformistas boquiabertos…

 

Mas para que fim? Qual a causa? Será mesmo pelo pobre e oprimido??

 

Para o oprimido, Jesus levou defesa, cura, amparo.

Para o pecador, Jesus levou descanso, alimento, e cura… Exatamente nessa ordem.

Para o pecador, Jesus não mediu amor e o surpreendeu, quando este, pensava estar condenado.

Ao pecador, Jesus deu o conforto de sua presença, deus seus ouvidos, comeu junto, ouviu suas dúvidas, queixas e dores… Ao pecador, Jesus perdoou, perdoou, perdoou e mostrou que continuava ali para dar todo o suporte que ele, o pecador necessitava.

 

Com o pecador, Jesus comeu na mesma mesa; e você sabe o por quê?

 

Porque quando sentamos com alguém para comer, estabelecemos um código de ética que é nos “nivelarmos” à pessoa.  Quando comemos com alguém, o coração deve estar com espaço, senão, a convivência é insuportável e a comida… “não desce”.

 

Em tempos de “defesa” da igreja em face de possíveis leis, onde está este pecador, este oprimido que quer, segundo a sua ótica,  a sua necessidade atendida?   Na mesa?

Não… Ele está do lado de fora, à margem… Não é de se espantar que, logicamente, queira sobreviver a seu modo.

 

Em tempos de uma Defesa insana por parte de instituições religiosas – porque a igreja de Jesus não precisa de defesa, Jesus a defende -, em tempos de “guerras”, onde “morrem” tanto os “pecadores”, quanto os que já se julgam “santos” por sua insólita “separação” do resto do mundo, os homossexuais ou, qualquer outro grupo que se levante em nome de uma defesa ao que entendem como dignidade, são vergonhosamente combatidos, ao invés de serem acolhidos… E eu, me entristeço…

Entristeço-me ao ver que a igreja, mal se dá conta de que, o homem que tem sua “dignidade” não assegurada, seja  qual for a causa,  nada mais tem, do que a falta do abraço amigo, a falta do comer junto, falta da mão estendida de Jesus através da igreja…

Falta da possibilidade de comunhão que trás a presença e o agir de seu Espirito; o único capaz de curar qualquer dor.

Me entristeço ainda mais por ver que a “igreja” se importa mais com a cura que seus olhos querem ver, do que com a dor de quem a sente.

 

Jesus se compadecia das dores alheias…  Por compaixão, parava enterros, e calava as línguas de religiosos, não dando ouvidos aos que o acusavam de comer com gente “maldita”…

 

E então, volto a me lembrar da fala ao meu irmão naquela noite:

“Deus é justo…” Ele se compadece e cuida dos que estão à margem… Ele pegas os “sábios” e os confunde pra mostrar a sua benignidade e favor…

Não estou eu, aqui, concordando com nenhuma prática pecaminosa… Principalmente, as práticas da igreja, que, tem nas mãos a verdade mas age como se não a tivesse… (Se é que você me entende…)

Estou aqui apenas fazendo uma análise e perguntando a mim mesmo e você:

A PL 122 é uma afronta ao “povo de Deus” ou é apenas a “benção”, ou um “alívio” que o mundo soube se dar?

 

Fica para você pensar…

 

Uma coisa é certa: Bênçãos da igreja, estes oprimidos não receberam.

 

 

Rogério Ribeiro.

 

COMPARTILHAR
Rogério Ribeiro é um cristão livre do sistema religioso. É Cineasta, roteirista e cronista. Escreve no blog "edição de amanhã", no "Antireligiosidade (http://antirel.blogspot.com.br/), entre outros. É autor de "Descansado sobre a Relva", livro que fala do relacionamento pessoal com Jesus Cristo, acima de qualquer coisa ou "impedimento" proposto pelo mundo religioso. Observador atento, Rogério Ribeiro aceitou o dever de alertar a igreja e, desde então é um compromissado "atalaia" dos nossos dias, às ordens de um só Senhor: Jesus Cristo.

14 COMENTÁRIOS

  1. O problema é que lei mal-feita não aniquila a dor, apenas a muda de lado. A lei que aí está apenas torna o oprimido em opressor. Leis ruins é especialidade do nosso legislativo.

    • O oprimido??
      Que eu saiba, quem leva predrada na rua, é espancado, expulso de casa, abandonado pelos pais, dificilemente consegue emprego e serve de chacota, e tudo por sua condição de sexual, a qua é não de sua escolha é uma condição humana dada por DEUS em seu íntimo, e isto DEUS faz em toda sua criação pois indivíduos homoafetivos existem em todos os seres criados por ELE.
      Então quem é o oprimido???
      Aquele que quer continuar com seu direito de utilizar o homossexual como chacota e trampolim de poder.
      Ou o homossexual, que tem de passar toda sua vida sem o direito de se casar, ser feliz, e ter seus direitos de cidadão, sendo respeitados??
      DEUS fará justiça ao oprimido, pena que neste intervalo de tempo muitas, crianças, e jovens homossexuais estão sofrendo, e muitos muito cedo cometem suícidio, como acontecia a séculos atraz com outras minorias, como negros, e deficientes, que hoje com muita luta e muito sangue conseguiram seus direitos.
      DEUS fará justiça, e os bodes fundamentalistas, prestaram contas a Cristo de cada alma que afastaram de seu amor.

  2. Vejo que o texto não está embasado nos artigos do PLC 122 que de fato oprime tanto a liberdade de expressão como a de culto. Em nenhuma parte deste texto foi citado extratos do PLC 122 e a contestação dos mesmos, ponto a ponto.

    Percebo que há muita filosofia e divagações sobre o PLC 122.

    É preciso conhecê-lo melhor, e refutá-lo à luz da Carta Maior, a Constituição. Só assim poder-se-á ter uma ideia que o tão propalado PL, de fato, colide com incisos constitucuonais e infraconstitucionais.

    Não era nem preciso citar a Bíblia ou os cristãos nesse debate, mas somente a Constituição Federal para derrubá-lo.

  3. Essa lei como tambem outras que vem dos comunistalhas so servem para a DESTRUIÇÃO DA MORAL CRISTÃ OCIDENTAL, mas alguns colunistas, burros e alienados que são, não fazem ideia disso, e ficam de blablabla, estão coando o mosquito mas engolindo o camelo.

  4. Existe lugar mais homossexual que a igreja empresa?Que quer padronizar o mundo pela doutrina e costumes que eles proprios criaram.Eles nao pregam o evangelho do reino que salva eles falm de outras coisas que lhes convem.Vcs querem mudança preguem o evangelho do reino e vejam vidas mudarem.NAO E POR FORÇA OU VIOLENCIA MAS SIM PELO MEU ESPIRITO.

  5. Dos 100%, ou seja 90% dos casos o assassino era um ex companheiro da vitima, o que caracteriza crime passional e não de homofobia. E muitos são ludibriados pela mídia, considero estes um bando de fantoches!!!

  6. Mas q discurso de modinha mais irracional q eu já vi. Se deu ao trabalho de ler a constituição e a tão falada PL?
    Leis protegendo os oprimidos já existem. O q a referida lei quer é dar direitos específicos a um grupo, em detrimento aos meus. Os próprios entendedores de leis ñ são unânimes no referido Projeto. É IMPOSSÍVEL UMA PESSOA Q SE DIZ CRISTÃ CONCORDAR COM O ARTIGO 7 DESSA PL 122! Se o gay quiser se beijar dentro da igreja vai poder, se o gay quiser te lascar um beijo na praça vai poder tb, pois se vc for contra se configurará crime. Se eu for responsável de um local, e permitir um beijo entre casais HETEROS (casal normal), e ñ permitir o beijo gay, vou ser preso tb. Com isso querem q achemos o relacionamento gay uma coisa normal, como um homem e uma mulher. Vc leu o q diz o artigo 8, sobre a mudança do artigo 20 parág. 5 da lei 7716: se eu pregar contra a homossexualidade, COMO A BÍBLIA FALA, vou ser preso por praticar uma AÇÃO FILOSÓFICA contra os gays. É pra matar de rir! E o pior de tudo: querem dar um status de RAÇA aos gays. É o cúmulo isso!
    Se eles querem proteção, blz, sei q são discriminados e precisam serem acolhidos, MAS Q CRIEM UMA OUTRA LEI! Serem inseridos no texto da lei 7716 é um atentado à liberdade do restante dos brasileiros!

  7. O que eu acho mais engraçado é o fato da maioria dos evangélicos repetir o que os líderes fundamentalistas falavam nos programas e nos cultos. Quando inventou o divórcio também os fundamentalista cristãos dizem cada barbaridade. E hoje o mundo acabou por isso? Infelizmente, é triste ver um rebanho de adeptos de uma religião achando que todo mundo só terá salvação se virar crente! O mais revoltante também é ver um bando de “evanjegues” aplaudindo os líderes que vivem da luxúria e vivendo graças aos dízimos. No dia que eu ver um grupo de evangélico protestando contra a sujeira que rola nos bastidores realmente acontecerá o apocalipse. Todo mundo sabe que a bancada evangélica é mais suja que pau de galinheiro, e algum evangélico protesta? Parabéns pela a fé cega de vocês!

  8. Deus é justo! e espero que sua justiça não permita que milhares de seus servos sejam presos, porque uns que dizem que conhecem a Cristo são a favor a PL 122. AS vezes da nojo ler certos artigos, gente que não tem o que falar sobre o assunto”PL122″ devia fechar a boca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here