PESCADORES X PECADORES

5

A luta começou desde que a igreja deixou de ser igreja.

E isso faz tempo…

A igreja que era responsável por anunciar a graça, o convite de Deus à salvação, resolveu estabelecer suas metas de divisão para manter-se como instituição.

O convite era simples: “Tome conhecimento do quanto Deus o ama e entenda que as “portas” estão abertas para você!”

Simples e bem de acordo com a incapacidade e falibilidade humana.

 

Mas a gente não entendeu bem as palavras de Paulo em seu cuidado com a igreja e fez toda esta balburdia institucionalizada; toda esta separação absurda que faz com que a salvação seja um monopólio e não uma dádiva que também (desculpe-me lembra-lo), não cabe a nós administrarmos.

O trabalho é sim, do Espirito santo e só.  Sua função é “pescar” – se é que você é um pescador e não um “tripulante” de mais um “cruzeiro evangélico”, ou de qualquer outra denominação que por conta de tanta celebração, deixou Jesus no “porão” para que não houvessem interrupções que lembrassem o que era igreja ou o que era pescar homens.

Talvez você, diante dos hospedes do navio (aqueles que, quer você queira ou não, tem entrada gratuita garantida para pelo menos, tentarem “crescer” ao seu lado e que, na maioria das vezes não percebem que Jesus está preso no porão), talvez, nesse barco do amor fingido e interessado você  não os queira por perto “atrapalhando” as metas de seu reino (falo do seu reino, não do Reino de Deus), “travando” a sua “vida abundante” de dinheiro e poder, ou simplesmente, atrapalhando o seu cenário “perfeito” com suas imperfeições.

Talvez você se comporte como aqueles fariseus que, vez por outra, estavam fazendo o mesmo que você ou sua igreja fazem.

Eu me lembro de Jesus ter dito a eles quando foi interrompido porque estava comendo com pecadores e gente de má fama:  “… Os que tem saúde não precisam de médicos, mas sim os doentes. Eu vim para chamar os pecadores e não os bons”

Não se lembra de ter lido isso em algum lugar??  Se não lembra, eu o ajudo: Está no livro de Marcos no capitulo 2, verso 17.

 

Desculpe-me se pareço por demais, “duro” com o meio chamado “Cristão”…  É que o mundo em suas dores, com a falta do convite à mesa  – o convite que você insiste em não entregar – , tem sofrido muito mais que você quando se sente ofendido…

Vale lembrar, que você até convida o “pecador” para ir à sua igreja, mas convenhamos: Mesa é bem diferente de “plateia”.

 

Cá entre nós… Conta pra mim:

Você tem é ódio do mundo??  Quer mais, é que o pecador tenha como fim, o inferno porque ele não simpatiza muito com você??

Ou seu discurso de ódio é somente porque você não se julga mais pecador??

Pode até parecer brincadeira, mas eu gostaria de ouvir o que você, cristão, tem a dizer sobre isso.

 

Eu sei, eu sei… Você vai me dizer que ama ao pecador… Ama mesmo?

Desculpe-me mais uma vez, mas você não ama, não…  Amor é outra coisa.

Não sou eu que o julga, mas sim, o mundo que o cobra…E com muitas e muitas razões.

Discorda?  Pergunte a Jesus.  Isto é… Se ele não estiver preso no porão de seu navio…

 

O fruto de tais “pescadores” tem sido este. Não merecem ser chamados de “Pescadores de homens”.

Além de “pescarem” apenas para abastecerem a seus barcos, tendem a se tornar “peixeiros”. Querem eles mesmos, “limpar” o homem, tentando fazer o que somente o Espirito de Deus pode fazer…  E Ele não precisa da sua ajuda.

Sua tarefa era entregar o convite; “pescar”.

 

Promovido, de pecador a pescador, você só ganhou a letra “S” e nada mais. Continua pecador, dependente da mesma graça que, em suas atitudes, parece julgar só sua.

A nova letra em sua alcunha deveria lembrar SABEDORIA e não “SUJEIRA” como infelizmente tem sido.

O mundo… Quem diria?!  O mundo,  está lembrando a você que você, é tão carente da graça de Deus quanto ele.

 

É triste que seja desta forma, mas…

Se você não tem ouvido a Deus…

Pelo menos ouça às dores do Mundo.

 

 

Rogério Ribeiro.

 

 

COMPARTILHAR
Rogério Ribeiro é um cristão livre do sistema religioso. É Cineasta, roteirista e cronista. Escreve no blog "edição de amanhã", no "Antireligiosidade (http://antirel.blogspot.com.br/), entre outros. É autor de "Descansado sobre a Relva", livro que fala do relacionamento pessoal com Jesus Cristo, acima de qualquer coisa ou "impedimento" proposto pelo mundo religioso. Observador atento, Rogério Ribeiro aceitou o dever de alertar a igreja e, desde então é um compromissado "atalaia" dos nossos dias, às ordens de um só Senhor: Jesus Cristo.

5 COMENTÁRIOS

  1. rogério estás tremendamente enganado, mentiram para ti, a igreja de antes só pregava e esta a verdade, se fosse gay abandonava a pratica promiscua e miseravel se fosse ladrão drogado prostituta pecadores de todos os tipos, sim JESUS veio para eles, e os que criam se arrependiam se convertiam….hoje é mel na chupeta, quase ninguém prega a verdade, e se depender de ti…toda a igreja evangelica vira inclusiva

  2. Discordo de quase todas as publicações do Rogério Ribeiro, porém, nesta ele está coberto de razão em todos os sentidos.

    Quanto à Cristo estar no porão isso é fato. Quem como eu é dispensacionalista como eu e entende que as 7 igrejas de Apocalipse são proféticas e mostram a historia da igreja em todas as eras irá se deparar com a igreja de Laodicéia que é a igreja de nossos dias e a descrição é o retrato fiel do que estamos vendo e lá Cristo diz “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Ap 3:20.

    Este texto é usado de forma errada como um texto evangelistico quando na verdade Cristo está se referindo às igrejas “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Ap. 3:22

    Em resumo, Cristo está do lado de fora da igreja contemporânea, batendo à porta, e somente os que a abrirem participarão da ceia.

    Que Deus nos ajude a não estarmos inseridos nessa babilônia evangélica e possamos exalar o amor e a misericórdia que Cristo um dia teve conosco.

    Meu maior receio e tenho visto isso nos nossos dias é a igreja errando como erraram os judeus que eram os detentores da lei, que cumpriam suas exigências mas como Cristo disse esqueceram do coração da lei que era a misericórdia, fé e o amor, hoje a igreja é detentora da graça mas insiste em continuar na lei e através das doutrinas de homens, mercantilistas, legalistas e até de demônios tem se esquecido da misericórdia, fé e o amor.

    E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. Apocalipse 18:4

  3. Boa palavra meu caro está de parabens ,mais será que vc está ganhando algo para estar escrevendo nesse site???

    reflita, atirem a primeira pedra quem nunca errou .
    recebeis de graça esse dom dar de graça,tem muitos com sede dessa palavra divina .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here