Namoro Cristão – Jugo Desigual entre Pessoas Evangélicas:

13

Nesse artigo quero abordar um assunto que é pouco falado nas igrejas evangélicas,  o relacionamento de pessoas que professam a mesma fé mas que, uma torna-se um julgo desigual para a outra. Geralmente quando se comenta sobre o tema julgo desigual é em relação a pessoas que não professam a mesma fé. O propósito desse artigo é ajudar os jovens que estão no estágio do conhecimento ou aqueles que já estão juntos em relacionamento. Meu desejo é que este artigo seja edificante para sua vida.

Em toda igreja tem uma fase em que a maioria dos jovens começam a namorar entre si.  Ao passar essa fase quase todos os relacionamentos terminam. Também é muito comum os jovens cristãos iniciarem um relacionamento com uma pessoa de outra igreja e às vezes cidade,  é lindo de se ver, mas com o passar do tempo descobrem que não é aquilo que eles querem para o futuro. A questão básica é, para se começar um relacionamento se observa tudo: beleza, papo, qual a área que esta cursando na faculdade, situação financeira, etc. Mas existe uma característica muito importante que é pouco observada em nossos dias atuais a VOCAÇÃO ou o Ministério da pessoa que se está flertando “pensado em iniciar um relacionamento”.

Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?  II Coríntios 6:14

Ao lermos este texto a primeira impressão é que não existe comunhão entre luz e trevas, justiça e injustiça, exemplificando,  uma pessoa evangélica e uma pessoa que não é cristã. Essa interpretação esta correta, só que não se resume a isso. O texto e o contexto dessa passagem traz a idéia de um boi e um jumento sobre o mesmo jugo. Algo que era proibido em Dt 22:10, pelo fato do jumento ser um animal impuro para os judeus e o outro motivo é que ambos são de naturezas opostas e sequer são capazes de trabalhar adequadamente em conjuntos. Seria cruel atá-los um ao outro. Do mesmo modo é errado um cristão namorar com outro cristão, mas que tenha a vocação diferente um do outro. Um casal de jovens apaixonados por missões se interessam um pelo outro, porém o desejo dela é ir fazer missões na África e o dele é ir para a Argentina será que esse casal daria certo? A jovem deseja se formar em advocacia e exercer a função advogando pela causa trabalhista ele tem o chamado para ser pastor. Ambos os casos são de jovens cristãos, mais de vocações diferentes, a maioria dos jovens não se preocupam com um dos pontos mais importantes de um relacionamento que é a soberania de Deus na vida ambos.

É doloroso afirmar isso, mas é uma verdade espiritual – Os propósitos e a vocação de ambos devem convergir, se isso não vier a acontecer busque ao Senhor e procure a sua direção para saber se deve continuar com esse relacionamento ou não. É melhor sofrer enquanto esta só, se conhecendo, do que passar o resto de suas vidas infelizes tanto no sentido físico quanto no sentido espiritual. Um sempre colocará a culpa no outro por não ter apoiado seu ministério ou sonhos, como também a frustração no âmbito espiritual de não ter cumprindo o chamado de Deus.

Deus não dará nada a ninguém para afastá-lo de sua presença, pelo contrário, todas as coisas que Deus em sua soberania colocar em seu caminho é para lhe levar para mais perto Dele. Aceitar a soberania de Deus é descansar e entender que Ele é Deus! Vai existir momento que Ele vai literalmente tirar do seu caminho aquilo que no futuro vai lhe atrapalhar de cumprir o propósito Dele em sua vida. Então agradeça!

13 COMENTÁRIOS

  1. O único mandamento deixado pelo Senhor Jesus foi o Amor.

    Amar é o ÚNICO mandamento.

    Andar em jugo desigual com alguém, ou não andar, nada tem a ver salvação, com requisito moral a ser cumprido, ou qualquer coisa do gênero.

    Repito: amar é o ÚNICO mandamento deixado pelo Senhor. Eu disse mandamento! O Pai nos ajuda a caminhar no Amor a Ele sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.
    Um mínimo de bom senso nos esclarece que não há como dois andarem juntos na vida se não houver um mínimo de compatibilidade entre ambos.

    No entanto, estar em jugo desigual, para o mundo evangélico, é uma questão reduzida para o caso de um casamento de uma pessoa evangélica com uma outra não evangélica. Isso quando não se parte também para o âmbito das amizades, pois para um evangélico clássico apenas é possível ter amizade com alguém que confesse o seu mesmo pacote doutrinário.
    E se olharmos para o ambiente evangélico vamos ver que grande parte dos casamentos ali são situações de jugo desigual.

    No entanto, casais espíritas, ou católicos, ou agnósticos, por exemplo, vivem em plena harmonia, cônjuges casados de alma de fato, com amor verdadeiro sendo o vínculo que os une.

    O que nivela o jugo de duas pessoas que caminham de mãos dadas pelo chão da vida é o Amor, vínculo maior.

    • o doutrinado pensa oque vcs fazem com infiéis é erra ,só por que ele não acredita ele não tem direito de amar . nesse livro que ta escrito que tem o livre arbítrio e uma evangélica ou católica etc não pode ser feliz porque tem que glorificar uma pessoa que nunca viram.. pensa você nasceu em uma cultura cristã é óbvio que vai acreditar em cristo , se vc nascesse em uma família candomblé iria ser candomblé …deixem nós ateus ser felizes não é um misero livro que vai fazer com que pessoas como nós sejam rejeitado na sociedade..analisa bem Julgo desigual é a mesma coisa que Hitler faziam com os judeus

  2. Com certeza esse artigo é uma verdade. Eu costumo dizer aos meus amigos que querem namorar que Deus não unem apenas pessoas, mas sobre tudo propósitos…Ele une as pessoas para cumprir seu propósito.

  3. lamento, mas a colunista foi muito infeliz em algumas de suas afirmacoes, principalmente ao afirmarq que pessoas com chamadas diferentes estao em jugo desigual. Comecou usando um versiculo que esta em outro contexto que tem haver com cristianismo e mundanismo… Afinal nao somos todos nos membros de Cristo? Se tiverem todos os mesmos dons como irao se edificar?. A minha melhor amiga tem chamada diferente da minha, dons diferentes dos meus, mas eu tenho aprendido dela e crescido afinal tudo que ela tem eh importante para a minha edificacao, assim ela tem aprendido comigo, eu lhe acompanho e ela me acompanha, quanto a lugar onde ir, africa ou australia, nao tem haver com chamada, tem haver com direccao de Deus, se a pessoa se deixa levar pelos seus instintos vai sempre ter problemas, mas se os dois oram Deus vai ensinar como conciliar seu dons e vai indicar e confirmar onde devem ir.

  4. Ola para todos! Eu vou dizer com toda convicção de que, jugo desigual de crença é realmente como Deus fala na bíblia. Eu sou prova viva disso, estou casada com uma pessoa que veio de uma denominação diferente de mim… No começo da relação a pessoa aceita tudo, depois que conquista fica tudo difícil, não aceita discute quer mandar, não deixa mais você ir a igreja por ciúmes ou fala que é sacrifício de tolo, não quer que eu saia sozinha e vá para a igreja sozinha, não quer levar. Aí começa os atritos. Começa a te maltratar xinga palavrões e te prende. Olha eu sofri muito por conta da minha crença, agora parece amenizar um pouco por conta de eu deixar ele algumas vezes e voltar por promessas da parte dele. Hoje ele acredita em algumas coisas da bíblia, aceita algumas doutrinas, mas não pratica então eu ainda não vou para a igreja, Me sinto vazia, sinto saudades de Jesus em minha vida, saudades de ir a igreja ficar mais em comunhão com Deus. Gente vcs não sabem o quanto é duro você abrir mão do que você acredita para não ter brigas com o cônjuge, Deus não se agrada desse tipo de relacionamento, estou completamente fora dos planos de Deus. Ele é uma boa ele é um bom amigo para as pessoas… So no relacionamento que ele é possessivo, ciumento. Todos esses sentimentos não provem de Deus. Pensamentos diferentes em relação a crença não da certo. Então minha gente não namore e nem case com pessoas diferente da sua crença… Isso trará consequências graves em sua vida. Ore e ore muito pedindo para que Deus te de sabedoria para escolher sua parceira ou parceiro. PENSE NISSO FUGIR DO PROPOSITO DE DEUS È RELACIONAMENTO FRUSTRADO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here