Artigos

Eu e meu Cristianismo…

Comments (4)
  1. Pitagoras disse:

    Há aqui um mau exemplo de fraternidade cristâ, daqueles que lhe viram a cara. Mas há também a constatação de que Vc. precisa da aprovação dos outros para manter sua fé. Penso também que é impossível imitar um cristo, e acho que Vc. não é responsável pela fé dos outros. Assuma seu espírito, tire esse peso de seus ombros, e torne-se livre. Paz

  2. aguinaldo disse:

    POIS É IRMÃO A TRISTEZA MAIOR SUA DEVERIA SER SABER QUE VOCÊ SEGUE SIM ESSE jesus QUE VOCÊ DIZ FAZER PARTE DE 80% DO CORPO.E ATÉ FAZ MUITO MAIS DO QUE DEVERIA PARA ELE.ESPERO QUE COMO FILHO DO PAI E IRMÃO DO SALVADOR VOCÊ CREIA QUE TUDO ISSO AI É UMA MENTIRA TERRÍVEL DE HA SATAN (QUE ESTÁ VENCENDO A BATALHA ATRAVÉS DESSAS IGREJAS,TEMPLOS E TODO TIPO DE COISA QUE O CRIADOR FOI MUITO CLARO EM RELAÇÃO A ESSES “PROSTÍBULOS”)PESQUISE E DESCUBRA A VERDADE PARA QUE EU NÃO SEJA CLASSIFICADO COMO UM FALSO PROFETA(NEM PROFETA SOU)NEM COMO HEREGE.

  3. Disse um dia o prof. Willians James, primeiro psicologo da America, que a melhor coisa que podemos adquirir em nossa vida é consumi-la em algo mais duradouro que a propria vida… sendo assim amar a Cristo acima de tudo é verdadeiro , não devemos corrigir, ser corrigido é melhor, disse Drummond achar não existe temos que ter certesa.

  4. levi varela disse:

    Vamos lá, meu caro, vamos conversar.

    Não me vem à cabeça agora algum embate de ideia com o caro, mas se o fiz, ao certo não mais que certo, o foi em nível de idéias, nada pessoal, num diálogo urbano, de irmãos, de amor fraterno em Cristo Jesus.

    Meu caro, se eu disser que você não está usando uma das qualidades de Cristo?

    Cristo nos recomenda que sejamos sagazes e prudentes ao modelo da serpente, como seja, sem barulho, sem agitação, na paciência.

    Veja, bem provável que os discípulos de Cristo perceberam coisas não corretas praticadas pelos que falavam e pregavam no nome de Cristo sem pertencer ao grupo deles, afinal não haviam recebido os mesmos ensinamentos durante anos em que viveram com Cristo.

    Ou seja, podia haver nesse grupo interpretação errada dos ensinamentos de Cristo como também podia ser que estivessem explorando o povo, justo o ponto que você se combate, esperneia, se injuria.

    O que foi que Cristo fez em ralação a esse grupo de supostos aproveitadores e que você não O está seguindo?

    A paciência, o esperar, pois logo está tomando da espada e partindo para cima à semelhança de Pedro.

    Ora, se Cristo que é o dono da obra viu isso acontecer quando Ele ainda estava aqui e “contra”, vamos dizer assim, a sua pessoa diretamente, então porque não ocorreria agora também, aliás como sempre aconteceu?

    Meu caro, vou falar uma coisa, uma confissão e o faço com lágrimas, nós fazemos isso também, como seja, nos aproveitamos Dele, da sua morte, do seu calvário, não somos diferente dos nossos irmãos, não.

    Sim, é que nós, por interesse muito pessoal nos achegamos a ele: o de nos livrar do inferno, e por puro interesse, ir morar no céu, que segundo Ele é muito bom, muito especial, meu caro, somos uma lástima, somos vis, porcos, desgraçados.

    Isso não bastasse, quantas vezes nos achamos com o direito de pedir por cura, de pedir pelos filhos dagente, e quando não recebemos logo manifestamos a nossa birra, o nosso descontentamento, pedimos para sair, para afastar dagente o Cristo que não nos ouve, que deixa tamanhos sofrimentos, tamanhas incredulidades e barbaridades acontecerem?

    Tem mais. Cristo não se deixa ser usado por ninguém. A gente chega querendo usá-lo, Ele finge que não percebe, nos dar corda, depois da algum tempo, Ele é que está nos usando. Consegue, sim, inverter o polo das coisas.

    É tão certo, que na parábola do gerente da fazenda, isso ficou bem claro: não os impedis, deixai-os, pois poderão modificarem-se e se corrigirem, ou então o Pai, acertará contas no último dia.

    O que são vinte ou trinta anos para Deus? Nada. Então, fiquemos em paz, pois igrejas de muito mais tempo estão a pagar, Deus o julgador está agindo. Tenha paz, não fomos convocados para julgar, sim pregar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Colunas Gospel+ é um espaço de opinião, voltado ao público cristão, com abordagem de diversos assuntos ligados à jornada de fé, sociedade, política, música e muito mais.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.