Como falar é tão importante quanto O quê falar

0

O quê fazer? Como fazer? Saber o que temos que fazer é importante. Como fazer, mais importante ainda.

Se você tem que demitir alguém, como demitir tal pessoa é um processo importantíssimo.
Se tem que falar a verdade a alguém, como dizer isto é essencial. Imagine que você tenha que dar a notícia do falecimento de alguém da família de uma pessoa. Dizer que seu parente faleceu é importante, mas como você irá dizer fará toda a diferença. Infelizmente muitos não tem a mínima noção disto.

Para quem é casado sabe que as mulheres tendem a ser mais sentimentais do que os homens. A forma como se falar para uma mulher deve ser sempre considerada.

O quê é o conteúdo, e o como é a forma de colocar em prática. Muitas vezes a nossa ortodoxia é muito boa, mas na hora de colocar em prática pecamos.

Vejo muitos jovens na internet que demonstram um bom conhecimento bíblico/teológico. Mas pouco sabem sobre como colocar isso em prática. Muitos pastores que saem de seminários sabendo alguma coisa sobre homilética, hermenêutica e exegese, sobre as línguas originais, história da igreja, mas pouco ou nada sabem sobre pastoreio, sobre amar as ovelhas, sobre falar com amor aquilo que tem que ser dito, sobre dar a vida pelas ovelhas. Ao estudar homilética, não aprendem sobre como adquirir UNÇÃO e amor pelos perdidos.

Vejo jovens engajados em muitas coisas, mas na hora de colocar em prática, sequer sabem qual seu dom, e menos ainda sobre o que é um ministério. Quando querem fazer algo, pensam apenas no O QUÊ. Então fazem congressos e cultos jovens onde se tem pregação e louvor apenas. Mas pouco ou nada sabem sobre acolhimento, pastoreio, amparar os fracos, consolar os desanimados, admoestar os insubmissos. O cristianismo parte do O QUÊ, mas será percebido pelos outros no COMO.

Se tenho boa doutrina e prego absurdamente bem, mas no trato com as pessoas sou completamente frio e não me importo com o que pensam e como receberão aquilo que digo, então posso saber o quê tem que ser feito, mas não faço ideia de como fazer. É só ver como você trata as pessoas que discordam de você, e logo saberá se realmente se importa com elas ou não.

Muitos pregadores por aí pregam muito bem, mas não tem amor para com aqueles que ouvem. Só querem “bater” nas ovelhas. Dizem tudo o que tem que ser dito, mas são como aquele marido que não quer saber se a esposa ficará chateada com a verdade que ele dirá. Eu digo que este marido não ama sua esposa como Cristo amou a igreja, assim como este pregador, não é enviado pelo Noivo (Jesus) para falar à noiva (igreja).

Que Deus nos dê amor por aqueles que nos ouvem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here