Abra seus olhos espirituais

2

“Orou Eliseu e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos para que veja. O SENHOR abriu os olhos do moço…”

(2 Reis 6:17)

Na vida, há momentos de perda, aflição, dor e falta de respostas. Às vezes, nessas horas, quando colocamos todas as fichas na fé para o milagre, e ele não acontece, nasce um sentimento de autopreservação: “Não quero correr o risco de sofrer novamente”. Todas as decisões posteriores são tomadas com base no medo de se machucar, por isso, você passa a gerenciar as emoções.

O medo não é o exato oposto da coragem. Coragem não é a total ausência do medo. É sentir medo, mas não ser paralisado nem dominado por ele. Muitas pessoas continuam aprisionadas por um temor surgido em consequência de um trauma do passado. Todo o destino passa a ser regulado para evitar que a situação traumática se repita. A pessoa é vencida pelo pânico, e dele se torna escrava, pois o apóstolo Pedro nos ensinou: “Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo” (2 Pedro 2:19).

Não podemos deixar que nossas vidas sejam reguladas por emoções, pois estas são voláteis. Precisamos exercitar a mente para que vivamos de modo que os anseios sejam regulados pelo intelecto. Não podemos tomar decisões com base no que sentimos. Agindo assim, o final será trágico.

Em momentos de crise, inicia-se o conflito entre o que sei e o que sinto. Quando a expectativa é frustrada, torna-se impossível entender essa equação. A pessoa pensa: “Se Deus me ama, por que ignora minha necessidade?”. É a hora em que se engole a esperança a seco, tudo passa a ser questionável e o testemunho pessoal é colocado em cheque. O fracasso se transforma no assunto da vez, e todos passam a criar suas teorias pessoais sobre tua história.

Nessas horas, desperte os olhos espirituais, abra o coração por completo. Busque a Deus de todo a tua alma, pois, agindo assim, haverá entendimento e revelação.

COMPARTILHAR
Nascido em um lar evangélico em São Paulo, Rinaldo Seixas Pereira, o Apóstolo Rina é o fundador da Bola de Neve Church. Após uma experiência sobrenatural do amor de Deus e de constatar a existência real do inferno, quando sobreviveu a um acidente de carro, passou a dedicar sua vida a pregar a salvação.

2 COMENTÁRIOS

  1. O cego não vê, o surdo não ouve, o paralítico não anda, o mudo não fala e quem não tem Fé e nem o conhecimento de Deus está perdido. “Quão difícil é seguir as pisadas do Mestre” A Bíblia nos ensina com perfeição o que Deus quer fazer em nossas vidas. Mas são poucos que a examinam pedindo ao Espírito Santo que lhes esclareçam, assim como também tem muitos que são incapazes de dobrar os joelhos no seu quarto e chorar aos “Pés de Jesus”. Eu tenho feito isso e Deus tem me consolado e me dado as saídas necessárias para as adversidades.Clama-me diz-nos Jesus. Porque sem Fé é impossível agradar a Deus. E essa Fé, lembrem-se tem que ser precedida de uma vida reta diante de Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here