A profanação dos templos evangélicos com futebol, MMA, arraiá e super heróis!

31

Quando você for ao santuário de Deus, seja reverente… (Ec 5:1a NVI)

No Estado do Espírito Santo, numa cidade da região metropolitana até montado a cavalo um dito pastor tentou entrar no templo onde ele é o responsável; só não o fez porque o equino empacou e não houve ninguém capaz de fazê-lo adentrar ao recinto sagrado – será que foi o mesmo anjo que apareceu a jumenta de Balaão (Nm 22:21-31) que por clemência divina impediu tamanha irreverência? Tem também “um pregador que o público jovem curte lá das bandas das Minas Gerais”, já fez suas homílias com suas camisas de super heróis, ou até mesmo vestido de super homem dentro daquilo que parece ser uma “igreja despojadamente jovem”, na maior tranqüilidade sem qualquer constrangimento – onde estamos buscando nossos referencias de pregação ou estilo de vida? Não usem o argumento: “ele está resgatando muitos jovens do mundo”. Ah é? Então justifica trazer os “heróis” do mundo para dentro da igreja? Significa que os fins justificam os meios? Não nos esqueçamos do rei Uzias que pensou de forma semelhante e foi leproso pelo resto da vida – só porque quis “contextualizar” e ampliar a função sacerdotal a si mesmo – o que não era permitido pelo Senhor Deus.

Eu odeio e desprezo as suas festas religiosas; não suporto as suas assembléias solenes (Am 5:21)

Percebe-se uma verdadeira profanação dos locais de culto coletivo em muitas congregações. Infelizmente vários pastores, líderes e membros locais perderam o temor a Deus, ignoraram a sã consciência, rejeitaram a noção do que é absurdo ou impraticável nos âmbitos da igreja cristã. Estranha-me a promoção de campeonatos de MMA, festas juninas, transmissão de jogos da copa do mundo, baladas para jovens e cinemas com exibição de filmes nada cristãos dentro do templo ou nos limites da propriedade de igrejas cristãs, como se tudo isso fosse normal e aceito por Deus. Parece que voltamos no tempo e chegamos a quase dois séculos antes de Cristo quando o templo de Jerusalém foi profanado pelos sírios e macedônios – mas, com uma diferenciação ainda mais repugnante – agora, os profanadores são os de dentro da própria igreja local. Não me tenha por heterodoxo por na sequencia citar um texto apócrifo, mas preste atenção na gravidade da narrativa.

“Nela [na cidade de Jerusalém], instalaram uma gente perversa, homens sem fé nem lei, e aí se fortificaram. […] Tornou-se aquilo uma emboscada para o santuário e um maléfico adversário para Israel todo o tempo. […] e macularam o lugar santo” (1 Mc 1:34-37)

A maioria dos evangélicos nunca leu os livros de 1 e 2 Macabeus que estão entre os sete a mais da Bíblia católica, pois os consideram não inspirados. Discussões a parte, os tenho como fonte histórica já que tais narrativas também foram corroboradas por Flávio Josefo, historiador judeu da época de Jesus (História dos Hebreus, Livro 12º, capítulo 7, página 561 – CPAD). Já que o período dessa invasão ocorreu no período que chamamos de inter-blíbico (de Malaquias a Mateus) as descrições de 1 Macabeus lançam um pouco mais de luz sobre como os judeus foram duramente provados através da imposição da cultura grega sob o Judaísmo. O tirano Antíoco Epifânio IV, um rei da dinastia Selêucida que governou a Síria entre 175 e 164 a.C. invadiu a terra santa, subjugou os habitantes de Jerusalém e intrometeu-se impiamente sobre o culto dos hebreus. Destituiu o Sumo Sacerdote Jasão, saqueou os tesouros e utensílios sagrados, proibiu suas festas religiosas anuais, reprimiu rituais da lei mosaica e profanou o templo com sacrifícios impuros sobre o altar que lá mandara levantar – cometendo o sacrilégio de oferecer uma porca sobre o mesmo dentro do templo.

Por trás do belo discurso de Epifânio IV havia uma armadilha de miscigenação que ele incentivava e desenvolvia forçadamente; coexistia o propósito de fragmentar referenciais religiosos peculiares aos judeus (lei, templo e culto). Antioco buscava minar a fé do remanescente israelita e puir suas crenças milenares, pois estas os uniam. Numa perspectiva espiritual, foi esse monarca um instrumento das trevas para tentar impedir a chegada da plenitude dos tempos (Gl 4:4). A redenção dos judeus deu-se através dos Macabeus que eram integrantes de um exército rebelde judeu e que mais adiante fundou a dinastia dos Hasmoneus, que governou a Judéia de 164 a 37 a.C. Seu membro mais conhecido foi Judas Macabeu, assim apelidado devido à sua força e determinação. Os anais contam que os Macabeus conseguiram com bravura e espírito nacionalista resistir e expulsar os invasores estrangeiros, restabelecer a religião judaica, expandir suas fronteiras e reduzir no país a influência da cultura helenística. O templo foi purificado em 25 de quisleu (dezembro) de 165 a.C. originando a festa da dedicação em Jerusalém (Jo 10:22-23).

Acabarei com a sua alegria: suas festas anuais, suas luas novas, seus dias de sábado e todas as suas festas fixas (Os 2:11)

Algumas igrejas têm atraído os olhares da mídia secular não porque estão promovendo algum trabalho de importância social ou relevância comunitária – mas porque estão apelando ao ridículo e ao abominável. Aquela argumentação de que Paulo era um missionário estrategista e se fazia de fraco para ganhar os fracos, de gentio para ganhar os gentios e de judeu para ganhar os judeus a fim de evangelizá-los (1 Co 9:19-22) querendo com isso justificar esses sacrilégios em espaço separado à adoração – não se firma como interpretação sustentável e menos ainda absolve os bem intencionados que tudo fazem para promover a comunhão da igreja através de suas programações ímpias na casa do Senhor (deveriam ler o versículo 27 que encerra o mesmo capítulo citado anteriormente). Definitivamente não existe fundamento bíblico, justificativa evangelística ou razão cristã para se armar ringues de lutas marciais dentro dos templos; não há qualquer cabimento em transmitir jogos de copa do mundo no interior da casa consagrada a Deus para culto. Ainda tem aqueles que estão transformando o templo em uma sala de cinema com projeção inferior e aqueles outros que abandonaram a bíblia como livro texto do discipulado e adotaram os filmes de Hollywood como conteúdos de evangelização – a que ponto chegamos?

Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim (Mt 15:8)

Parece que precisamos ser uma espécie de “macabeus cristãos” que venham a agir com as armas do amor, profundidade bíblica e autoridade dos céus – nos levantando contra essa falta de noção e ausência de temor; contra “homens sem fé” que montam “emboscadas no templo” e “maculam a casa de Deus”. Por trás de todos esses “discursos evangelistícos” e “koinoníacos” subsistem estratégias do mal, conceitos pós-modernos de que igreja é comunidade, sobretudo e somente no nível sociológico, influenciada pela cultura que a faz e cerca (e não pela bíblia), e conduzida pela compreensão do homem em seu tempo (e não pelo Espírito Santo). Se sua igreja adota esse modus operandi para a prática evangelística ou reforço fraternal, fale com seu líder, dialogue com seu pastor e tente em quanto a tempo para salvar os que ainda restam (Ap 3:2). E se não houver mudanças, ore e fale com Cristo Jesus – o cabeça da igreja (Ef 5:23), pois Ele não te deixará confundido sobre o que você terá que fazer a respeito.

31 COMENTÁRIOS

    • Bobagens mesmo, conheço pessoas que estão na igreja hoje mas que se batizaram em um show de rock gospel, e essa pessoa é meu amigo e apesar de hoje ele não ir em nenhum show a semente foi plantada lá, existem os exageros e coisas desnecessárias mais aí cada caso é um caso, querem que a igreja de hoje seja o mesmo lugar santíssimo do sacerdote do velho testamento, aí não dá…

      • Realmente são bobagens neotestamentárias!

        Quem disse que igreja TAMBÉM em sentido bíblico e exegético NÃO É O LOCAL AMBIENTE (CASA – TEMPLO – SALÃO) onde se reúnem os crentes? Essa interpretação unilateral da igreja como APENAS mistica não retrata todo ensino do N.T a respeito do tema. Recorramos pois a Bíblia!

        “Mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem COMPORTAR-SE NA CASA DE DEUS, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade”.

        1 Timóteo 3:15

  1. O articulista não mencionou que após o final da copa do mundo, os púlpitos das igrejas, se transformarão em palanques eleitorais. As pregações darão lugar aos comícios, sob a desculpa de que precisamos”colocar homens de Deus no poder.”.

  2. Perderam os verdadeiros valores, isto se da porque não pregam mais sobre o inferno, e olhe que o sr. Jesus falou muito mais em inferno que do céu.

    • uai Sr. José.. de onde saiu essa informação estapafúrdia de que Jesus Falou mais em inferno do que no céu???

      olha meu caro, falar em “interpretações’ é algo dificil, pois existem centenas e centenas delas por ai..

      mas essa afirmação ai é facil de ver que não passa de falácia de quem não leu a biblia.

      • REINALDO
        Por favor eu considerava vc. apesar de tosco um pouco mais inteligente, que não iria fazer acusações levianas, mas me enganei, desculpe, mas ai tens donde tiro aquilo que escrevi.
        veja apenas um equivoco a o escrever troquei as bolas, JESUS FALA MUITO MAIS NO CÉU QUE NO INFERNO, 102 DUAS VEZES NO CÉU E APENAS 15 NO INFERNO.
        ESPERO TER TE CONTENTADO.

        • SR. josé.. o Sr. posta uma informação absurda destas, e ao ser questionado me agride?

          pior.. diz que eu faço acusações??

          ora Sr. José, vamos aos fatos reais…

          foi o Sr. que fez uma postagem absurda…

          lembro-me bem que o primeiro que falou essa bobagem foi o PA$$TOR $ILAS MALAFAIA… e em rede nacional…

          quando li sua postagem não quis acreditar… mas como está escrito CLARAMENTE, não houve como não comentar…

          mas se realmente “trocou as bolas” tudo bem.. bastava fazer a correção e não me agredir antes me fazendo imputação de algo que não fiz..]

          mas de boa…

          por mim está esclarecido…

          Jesus buscou enaltecer o reino de Deus.. o amor de Deus para conosco e é isso que devemos pregar a toda criatura… e digo mais.. também A SALVAÇÃO POR MEIO DE CRISTO…

          ficar falando do diabo, ou do inferno acredito que não há tanta necessidade, pois ao conhecer a palavra de Deus… ao sentir esse chamado divino.. ao conhecer melhor Jesus Cristo, o pecador por si passa a ver seus pecados e cabe a cada um individualmente buscar corrigí-los…

          acho que estamos esclarecidos.

          • Está novamente valorizando a informação, está novamente se fazendo, esclareci o engano, qual a duvida quer continuar a mostrar realmente um ser ignorante, além de mostrar que me equivoquei ainda postei o correto, que mais queres, queres ser louvado no lugar de deus?

          • Calma Sr. Antonio…

            não precisa ficar estressado comigo amigo…

            leia o texto inteiro e tente interpretá-lo corretamente…

            não estou “valorizando” a informação… não estou “me fazendo”

            eu só comentei que a sua primeira informação FOI CLARA..

            o que um leitor deveria interpretar ao ler:

            “Perderam os verdadeiros valores, ISTO SE DA PORQUE NÃO PREGAM MAIS SOBRE O INFERNO, e olhe que o sr. Jesus falou muito mais em inferno que do céu”

            ????

            ENTÃO Sr. José, o equivoco foi seu…

            Parabéns por ter se retratado…

            só me chamou atenção a primeira informação E A CORRIGI PARA O SR.

            foi o Sr. que se estressou e ao invés de simplesmente admitir o erro, passou a atacar…

            mas de boa Sr. José.. não precisa ficar “nervosinho”…

            não lhe ataquei..

            não quero ser louvado no lugar de Deus… só quero que a palavra dele não seja alterada como o Sr. “EQUIVOCADAMENTE’ FEZ.. ainda bem que depois de lhe chamar atenção, se retratou.

          • Reinaldo
            Mais uma vez tenta valorizar e menospreza teu amigo tstst, isto não é bom e a maxima que o melhor defesa é o ataque aqui não se aplica.

          • Oww Sr. José.. não seja maldoso..

            não menosprezei o Sr. meu caro…

            eu só lhe chamei atenção para um erro…

            o Sr. se retratou, mas me ofendeu…

            lhe chamei atenção por isso…

            afinal, qual a necessidade em ofender alguém que lhe corrige???

            mas tudo bem…

            importante é que ao contrário do Pa$$tor $ilas, reconheceu que estava errado e reviu a matéria…

            abçs.

  3. Amós e Ageu profetas do vt toa explicitos sobre estas cousas e como Deus vai agir.Restauraçao antes de mais nada e fundamental,o resultados de anos de falsos ensinos,heresias e doutrinas de demonios estao cobrando seu preço,de agora em diate veremos os frutos malditos desta arvore maligna,mas Deus na ose deixa enganr e tudo ve,tudo pesa,Ele e o Senhor dos Exercitos.E hora de RESTAURAÇAO.

  4. Estes falsos cristãos fanáticos e fundamentalistas estão sempre descontentes e querem dominar
    não só o Brasil,mas o mundo e até o sexto céu.Querem ficar ao lado de DEUS pai.Eles tem a mesma presunção de lúcifer.è por isso que JESUS CRISTO nos ensina que é preciso faz^Ç-los calar porque andam pervertendo ( não convertendo) casas inteiras ensinando o que não deve( as frases soltas e oportunistas da Bíblia) por torpe ganância,ou seja, formar currais eleitorais
    para ganhar eleições.Querem fama,dinheirop e poder.Representam o ovo da serpente que está
    chocando e uma hora vai sair pregando e causando a destruição,o horror e o terror.

  5. Na Argélia,País Africano,os crentes chegaram a tomar o poder em 96 e já tramavam um golpe
    de estado contra a população para ipor o regime teocrático.Foi quando o exército,apoiado pela
    França reprimiu-os severamente matando quase todos os líderes religiosos do país e ainda
    dando ordens aos exércitos NINJAS que saiam pelas periferias das grandes cidades procurando
    e matando aqueles fanáticos movidos de preconceitos e que diziam serem ungidos do
    Senhor.Foi um ano de horror e terror onde morrerem milhares e milhares.Foi o mal mata-los,mas
    era preciso para chegr a paz de DEUS,pois, se aquelasvíboras do monassem o País,com certeza
    até hoje estava acontecendo gerra,nsa santas e morrendo gente sem fim.Aquui não vai ser
    diferente.Eles ACHAM que terão o poder.ACHAM.E vão cantar:O nosso general é CRISTO e
    vão partir para a guerra. É quando serão severamente derrotados pelo próprio DEUS VIVO.
    JESUS CRISTO É paz e amor de DEUS e não ganâncias e preconceitos de falsos crentes
    podres e hipócritas.

  6. João: 2. 19. Respondeu-lhes Jesus: Derribai este santuário, e em três dias o levantarei. Mateus: 24. 1. Ora, Jesus, tendo saído do templo, ia-se retirando, quando se aproximaram dele os seus discípulos, para lhe mostrarem os edifícios do templo. 2. Mas ele lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não se deixará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.

    Deus não busca honra em templos modificados por homens mas sim o que Ele mesmo edifica, o triste disto tudo é que os fracos e pequeninos na fé escandalizam-se e alguns até morrem por isto mas, Lucas: 17. 1. Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas ai daquele por quem vierem! 2. Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos.

    Quem teme a Deus Obedeca-O, ao impio acumule ira para o último dia.

    Deus tenha misericórdia da nossa geração

  7. Só vi confusão neste texto… Onde se tirou que a igreja é um “templo evangélico”? Desejo que o autor leia mais a Palavra, e menos livros não inspirados…

    • Realmente há muita confusão como exponho abaixo:

      Quem disse que igreja TAMBÉM em sentido bíblico e exegético NÃO É O LOCAL AMBIENTE (CASA – TEMPLO – SALÃO) onde se reúnem os crentes? Essa interpretação unilateral da igreja como APENAS mistica não retrata todo ensino do N.T a respeito do tema. Recorramos pois a Bíblia!

      “Mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem COMPORTAR-SE NA CASA DE DEUS, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade”.

      1 Timóteo 3:15

  8. Gente. vamos ser sinceros… Jesus disse aprendei de mim que sou humilde e manso de coração. Estão inventado moda trazendo o mundo para dentro da igreja, Jesus disse mais Aquele que for amigo do mundo será inimigo de Deus. Usemos apenas a palavra e façamos o básico anunciar o Reino de Deus quem vem a mim jamais será lançado fora. Agora depois que inventaram esse negócio de que precisamos atrair os jovens eles mesmos trazem o modismo e simplesmente desviamos do foco que é a Cruz e pode ter certeza a cruz continua sendo cruz e não vai mudar, o pecado é pecado e pronto. Nos preocupamos apenas em orar, louvar com sinceridade e aprender através da bíblia prosseguindo em conhecer o Senhor nada mais.

  9. Respeito a opinião dos que são favoráveis a estes “movimentos”, porém não concordo, uma vez que entendo que são reflexos da decadência espiritual das igrejas dos dias de hoje, onde para elas, quanto maior o “número” melhor, o resultado disto são os comentários do tipo “igrejas cheias de pessoas vazias”; vazias porque os seus conhecimentos são pautados em jargões, os quais têm forte poder de influenciar e persuadir; são as principais ferramentas do falsos profetas; exemplo: OBRA, não existe palavra melhor para aprovar projetos que só visam o interesse do homem, e não o de Deus; porque sabem que o rebanho é incapaz de procurar o conceito de “obras” na bíblia, está lá em Tg2:14-18, confirmar com Mt25:31-46. Outro jargão, “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para glória de Deus” (1Co10:31), este tem servido de porta de entrada de muitas heresias nas igrejas, pois dessa forma acreditam possuir a autorização para ir além do que está escrito, quando na verdade existe um limite, o próprio Evangelho (Gl1:8, 1Co4:6, 2Co4:1-2).

    Vejo semelhanças com a época de Amós, onde o povo era também atuante, ” a cada manhã trazei os vossos sacrifícios e, de três em três dias, os vossos dízimos”(Am4:4), porém quando faziam isso, aumentavam suas transgressões(Am4:4), e por que? Porque a adoração passara ser o alvo de veneração, e não mais o Senhor, “porque disso gostais, ó filhos de Israel” (Am4:5), faziam o que queriam fazer; pois Deus, na Lei, não ordenara dízimo de três em três dias.

    Enfim, não é errado adorar o Senhor, errado é quando o foco da adoração está em nós mesmos, quando os sermões tratam dos nossos gostos, e não a pura mensagem do Evangelho.

  10. Fico impressionado como nós “cristãos” estamos sempre prontos a criticar a atitude de outros cristãos dentro da igreja.

    Não estamos nos servindo ao mesmo Deus? Não somos o mesmo exercito? Quem toma o partido de criticar, esta ajudando separar ou ajuntar o povo de Deus?

    Não tiro a razão de algumas coisas tidas pelo Silvio Costa, mas o mundo mudou, os tempos mudaram e infelizmente não viveremos e certamente não veremos nada parecido com a igreja primitiva e por estar de baixo desse novo tempo, Deus é justo pra julgar atitudes de bom coração.

    Tenho CERTEZA que qualquer pai de qualquer jovem que participa de qualquer evento citado no texto acima irá preferir seu filho nesses eventos à qualquer saída com amigos mundanos.

    Chega de criticar o que esta sendo feito, pra isso existe um Deus JUSTO que irá julgar a TODOS no juízo final. Saia do seu trono de julgamento e faça algo pela obra que nao seja apontar a ferpa do olho dos outros!

  11. “estudou teologia no Seminário SEET e na Faculdade FAIFA”
    Kkkkk… O que esse povo tá estudando nos seminários pelo Brasil afora??
    Pra chegar aqui e chamar construção de “Casa de Deus”.

    • Quem disse que igreja TAMBÉM em sentido bíblico e exegético NÃO É O LOCAL AMBIENTE (CASA – TEMPLO – SALÃO) onde se reúnem os crentes? Essa interpretação unilateral da igreja como APENAS mistica não retrata todo ensino do N.T a respeito do tema. Recorramos pois a Bíblia!

      “Mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem COMPORTAR-SE NA CASA DE DEUS, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade”.

      1 Timóteo 3:15

  12. A partir do momento em que “igrejas” começam a virar SHOPPING CENTERS, FEIRAS, ARENAS DE LUTA, é algo em que se deve parar e se perguntar que tipo de fé é essa, ou, melhor ainda: Será que estamos tão tapados assim pra não ver que estamos reduzindo Deus à meros prazeres mundanos?

  13. Quantas almas não foram ganhas para Deus com esss festas, cinemas, futebol, claro que não vamos fazer que nem o mundo faz com apelações sexuais, mentiras, etc…
    Minha igreja faz esse tipo de evangelismo claro tudo dentro da Palavras e ganhamos não só os jovens mas adultos també.
    Quantos parentes, filhos, cunhados, tios(as) mãe, pais, avos, amigos, visinhos que ganhamos para Deus com esse tipo de evangelismo,.
    MEU AMIGO O MUNDO SEMPRE ESTÁ MUDANDO PARA TIRAR NOSSOS FILHOS E FILHAS DE DENTRO DAS IGREJAS. E A IGREJA QUE VIVE DO PASSADO ESTÁ MORRENDO POR FALTA DE SABEDORIA.
    MUITOS PASTORES TACANHOS DO TEMPO DO MEU AVÔ GAROTO, BARRAM SUAS IGREJAS DE CRESCER POR FALTA DE SABEDORIA.
    SE O MUNDO FAZ COISAS NOVAS PARA DESGRALÇAR A VIDA DOS NOSSOS FILHOS, A VIDA D UMA FAMILIA TRADICIONAL EM PROL DE SEUS OBJETIVOS DOS INFERNO.
    A IGREJA TEM QUE SE LEVANTAR E FAZER O QUE JESUS CRSITO DETERMINOU.
    “IDE A TODOS”
    Em Corintios 9:20 -21-22, diz:
    20 E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei.
    21 Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei.
    22 Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.
    O que é se fazer de tolo para ganhar os tolos? O que é se fazer de fraco para ganhar os fracos?
    Se fazer de tolo para ganhar os tolos é você estar no meio de pessoas que estão fazendo coisas erradas, porém ao invés de você atacar estas pessoas abrindo mais a ferida delas você simplesmente pregar a verdade com sabedoria mesmo assim respeitando as diferentes opiniões.

  14. “mas, posso afirmar que o importante é que o evangelho seja anunciado.” esta afirmação a grosso modo parace justificar qualquer coisa… mas vejo poucos defendendo a idéia de sairmos das quatro paredes para a pregação do evangelho, pois este tipo de jargão só é usado para quem não tem coragem de invadir os bairros e vilas, com os carros das igrejas buscando a quem possa ajudar… meu amigo o dia em que a igreja começar a sair de suas paredes e ir em busca dos perdidos a gente não vai ter mais tempo para estes absurdos, pois será tanta gente pra cuidar e ajudar dos carentes, que este tipo de afirmação citada acima nem existira.

DEIXE UMA RESPOSTA