Artigos

Gene gay? Com ciência não cabe malabarismo

Comments (45)
  1. luiz mota disse:

    Em quem devemos dar credito ? A uma pessoa que estuda há anos genética, que faz doutorado numa universidade conhecida, seria e respeitada pela comunidade cientifica mundial, uma pessoa que tem um bom curriculo latte na área(que se encontra a disposição na internet para todos consultar), não sendo então uma pessoa que caiu de paraquedas nesse assunto, ou devemos dar credito a Marisa que nem nos mostra o seu currículo latte, por ter se formado em uma universidade de pouco irrelevância, especializações feitas no portal da educação ou em universidades sem nenhuma irrelevância, que não consegue distinguir a profissão de psicologia de sua vida pessoal, misturando religiao e psicologia como uma coisa so.

    1. João Batista disse:

      Ela e o Silas citaram ‘n’ fontes mais gabaritadas (Phd’s…) do que esse imberbe e novo ”Lombroso Gay” (Pq ”Lombroso Gay”? Quer encontrar razão para toda degeneração e depravação moral por ‘nascimento’. Gene que influencia a pedofilia, homossexualismo, infidelidade congugal, prostiuição, troca de casais, crime e por ai vai…

  2. Elias f gomes disse:

    A “VIADAGEM ESTÁ ENLOUQUECIDA, totalmente desnorteada , não sabem o que está acontecendo! De repente o castelo que estavam construindo DESMORONOU, afinal, era de areia, o BRASIL (e vários outros países) tomou conhecimento da VERDADE a cerca da PEDERASTIA ,ésta aberração que desiquilibrados mentais “ESTAVAM” tentando fazer a sociedade aceitar como NORMAL . Parabéns à DRA. MARISA LOBO por seus esclarecimentos TÉCNICOS, EXCELENTE !!!

    1. João Batista disse:

      DEVEMOS SER PRAGMÁTICOS NESSE ASSUNTO, PORQUE OPINIÃO E INTESTINO TODO MUNDO TEM, MAS NÃO ESTÔMAGO PARA A VERDADE :1 -O HIV continua a ser de longe a maior causa de falecimento precoce entre os homossexuais .Há comunidades com até 50% de infectados.( GOLDMAN, Clinical Psichiatry News).
      2- É muito maior entre os gays certos tipos de cânceres malignos como o linfoma e o câncer anal ( KOBLIN, American Journal of Epidemiology, nov/1996, p. 916-923). Infecções pelo vírus do papiloma humano(HPV) entre gays são os principais responsáveis pelo alto índice de câncer anal ( PALEFSKY, Journal of AIDS, abril/1.998, p.320-326).
      3 – 30% dos gays que estão hoje na casa dos 20 anos serão soro positivos por volta dos 30 anos (pesquisa de E. L. Goldman, PhD, Dr in Psichological Factors Generate HIV Ressurgence in Young Gay Men).
      4 – Os relacionamentos homossexuais são altamente instáveis e
      terrivelmente infelizes. Em média, 1.100 relacionamentos durante a vida (há casos de 20 mil !), seg. o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA( CAMERON, JOTF Research Institute, , Jun/Jul de 2.000), . Uma vida assim produz medo, raiva, culpa, e outros distúrbios emocionais que podem causar grande dano à psique humana.
      5 – A perspectiva de vida média de um gay não soropositivo é de 42 anos. A de um soropositivo é de 39 anos (Periódico OMEGA, KENNEDY, Today’s Conflict, Tomorrow’sCrisis, 2.001).
      6 – Rapazes envolvidos em relações homossexuais tem poucas chances de chegar à aposentadoria. A incidência de mais de 30 doenças infecciosas além da AIDS reduziu a expectatva de vida em cerca de 30 anos. A “alegria” da prática homossexual práticamente desaparece a partir do momento em que os sintomas das doenças são detectados ( Hogg, Robert S. et al. Modeling Impact of HIV Disease on Mortality in Gay and Bissexual Men. International Journal of Epidemiology 26, 1997, p.657).
      7 – Estatísticas oficiais mostram que 80%dos casos de pedofilia envolvem sexo com GAROTOS, portanto, foram cometidos por homossexuais. Logo, há um risco quatro vezes maior de se encontrar um pedófilo dentre aqueles que são homossexuais, podendo-se fazer associação de casos de pedofilia e homossexualismo.(Ex.: Glenn Wilson, professor de Psicologia na Universidade de Londres, Inglaterra, realizou extensa pesquisa para definir o padrão de um pedófilo. De acordo com ele, a maioria dos pedófilos tem entre 30 e 45 anos e é do sexo masculino (95%). Desses, 71% gostam de meninos.

      1. Jonatan Lussolli disse:

        Sua recíproca é falsa e você está ignorando outros estudos. A pedofilia é hétero também, menino.

        1. João Batista disse:

          Que outros estudos ? Não tem nada de falso nestas pesquisas, são todas reais e autênticas. É só pesquisar´para confirmar.
          E “menino” é o teu namorado.

          1. André Centeno disse:

            1º realmente, o risco relativo de se contrair AIDS é maior entre os homossexuais, mas isso não se deve a orientação sexual, AIDS não tem nada a ver com a orientação e com com os cuidados que aqueles que fazer sexo deveriam ter. (http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-89102008000300007&script=sci_arttext)

            2º O HPV é um vírus que pode causar Cancer, se for em sexo heterossexual a menina pode ter Cancer de útero, se for sexo anal, Cancer no anus e se for oral, Cancer de garganta. Obviamente como os homossexuais masculinos fazem sexo anal, eles tem algum risco de contraírem o HPV, da mesma forma das mulheres que fazer sexo ter risco de contraírem o HPV e terem Cancer de útero.

            3º achei varias referencias a esse estudo, mas não o estudo em si. Porém isso é estatística básica, é uma previsão feita se nada no mundo mudar. Se as campanhas governamentais investirem mais grana na prevenção com os LGBT, ao invés dos 5% habituais e os outros 95% para os heterossexuais. Eu afirmo que esse número diminui. Esses dados apresentados pelo Goldman não se referem a homossexualidade e sim a Políticas Públicas. (http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-71832002000100008&script=sci_arttext)

            4º Não achei esse estudo em lugar nenhum, mas achei esse mesmo comentário em vários sites gospel. Sério mesmo? Vc copiou e colou o item 4. De qualquer forma, relacionamentos homossexuais enfrentam problemas, como qualquer relacionamento. Com a diferença que além das dificuldades normais de todo casal, eles ainda tem uma sociedade detonando com ele.

            5º Mais um estudo que não achei, apesar de achar um livro cristão com esse nome. Acho que vc também copiou esse estudo de algum outro comentário manjado e não embasado. Mas, eu procurei sobre o assunto. Bem, quem teve essa afirmação foi a igreja católica.

            6º Todas essas doenças também são riscos da pratica heterossexual. O que falta é um maior cuidado na escolha de parceiros e nas questões preventivas. E isso não tem nada a ver com o fato de serem ou não homossexuais.

            7º Não existe relação entre pedofilia e homossexualidade. Em media 7,9% dos homens foram abusados na infância, contra 19,7 % das mulheres (http://en.wikipedia.org/wiki/Child_sexual_abuse). Nos abusos femininos, 98% dos abusadores eram homens e cerca de 90% do meninos foram abusados por homens também. O que a estatística nos da é que homens tem mais chances de serem abusadores do que mulheres. E os casos de abuso masculino não formam necessariamente cometidos por homens gays. E sim por homens com sérios problemas na sexualidade, onde a violência e a dominação esta presente. Sendo assim, podemos concluir que os casos de abuso tem muito mais a ver com a nossa sociedade machista do que com a homossexualidade.

          2. Marcos disse:

            Quer-se encontrar razão para tudo. Gene que influencia a pedofilia, homossexualismo, infidelidade congugal, prostiuição, troca de casais, crime e por ai vai. E muitos proffissionais com claro ativismo politico e ideologico afirmam que é para combater e acabar a sociedade com sua moral e seus bons costumes.

          3. João Batista disse:

            Ausência de evidência não é evidência de ausência. Não é pq vc não coseguiu achar que a pesquisa não existe. E suas’ pesquisas”, que nem fonte têm ?
            E sim, vc tem razão quando diz que essas doenças atingem tanto gays como heteros,logo o problema da alta incidência é comportamental, ou seja, os gays fazem muito mais…pq o homossexualismo é decorrente da corrupção humana, assim como o adultério. As doenças decorrentes também não podem ser ignoradas, ou de outra forma, os doentes morrerão! Isto não é amor. Alguém disse que o oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença. Por favor, não seja indiferente ao clamor de milhares de vítimas deste desvio de suas almas, não o trate como “natural”! Não aprove o problema, mas trate-o e arranque as suas raízes! Não venham com uma reedição, agora ‘gay’, das teorias do milênio passado, de Lombroso.

  3. Jonatan Lussolli disse:

    Eli Viera deixou explícito em seu vídeo, de modo que qualquer mula que sofra com anencefalia, que ele não estava defendendo o inatismo, mas sim o desenvolvimento de uma sexualidade.

    Ninguém está tentando provar que existe um gene gay ou uma ordem cromossômica homossexual. Mas que existe sim muitos estudos que demonstram que a sexualidade humana possui influências genéticas, mesmo que não definam ela.

    Eli disse que o determinismo genético não existe mais e que coisas como altura, cor da pele e comportamento são fenótipos.

    Deus é criador de todas as coisas. Ao dizer que Deus criou o homem para sentir atração com mulheres, vocês criam uma contradição: se Deus é criador de todas as coisas, ele criou a homossexualidade.

    Deus nunca mencionou nada sobre a homossexualidade. Todos as supostas condenações a homossexualidade ocorrem dentro de um contexto histórico onde as pessoas praticavam prostituição cultual. O povo cananeu o fazia, por isso Levítico usa toevah em vez de zimah, pois sexo para idolatrar deuses é uma ofensa ritual. No templo de Corinto existia prostitutas que idolatravam Afrodite. Em Roma a posição social era decidida por quem você era penetrado, isso que é anti-natural e é por isso que Paulo diz que Deus serviu a criatura antes do Criador.

    Deixe dessa visão binária de que somente existe heterossexualidade, homossexualidade e bissexualidade. O ser humano não tem uma sexualidade exclusivca, a natureza não funciona assim. Somos predominantemente héteros, gays ou bis. Pergunte para um bissexual se ele sente atração igual pelos dois sexos ou se ele sente mais por um ou por outro.

    1. Jonatan Lussolli disse:

      Ignorem esse, por favor. @_@

  4. Jonatan Lussolli disse:

    Isso se chama falácia do espantalho. Consiste em pegar algo que foi dito, distorcer e atacar para enganar os bobos.

    Eli Vieira deixou explícito em seu vídeo para qualquer mula entender que ele não estava defendendo o inatismo, pois o determinismo genético não existe mais. Ele defendeu o desenvolvimento genético, simples assim.

    Ninguém sério da comunidade científica admite atualmente que exista um gene gay ou uma ordem cromossômica homossexual. Mas é impossível negar atualmente que existe sim uma influência da genética na homossexualidade.

    Para de confundir genético com hereditário. Eli deixou claro que comportamento, altura, cor da pele, etc. são fenótipos. É óbvio que não existe um gene gay, existe milhares de genes no genoma humano, e alguns dele desenvolvem a sexualidade e são ativados durante o desenvolvimento.

    Não significa que este seja o único fator que decida a sexualidade. Pare de olhar a sexualidade humana de forma binária, isso não funciona assim, a natureza não é assim. O ser humano tem um hábito de rotular tudo, decidir o que é bom com sua própria moral e criar um oposto para isso, rotulando este suposto oposto de forma negativa para atacá-lo.

    Homossexualidade não é o Yang do Yin, não é o 0 do 1. Homossexualidade é a demonstração de afeição. No máximo, podemos dizer que o oposto de sexualidade é a assexualidade, não a homossexualidade um oposto da heterossexualidade.

    Ninguém tem uma sexualidade exclusiva. Ou você é predominantemente hétero, ou predominantemente gay, ou está pelo meio termo. Eli deixou claro que se espera que o ser humano demonstre todas as combinações possíveis de sexualidade.

    É por isso que em casos extremos como isolamento uma pessoa que pensava ser hétero desencadeia o seu lado homossexual. Não existe nenhuma forma de tratar a homossexualidade atualmente, o cérebro do homossexual funciona de forma diferente do hétero em relação a atração. Todas as tentativas de alterar a sexualidade humana atualmente são falhas e causam mais problemas do que ajudam. Talvez seja possível fazer uma pessoa desencadear a sua parte hétero, mas é impossível fazer ela deixar de sentir atração pelo mesmo sexo.

    Deus é criador de todas as coisas. Não faz sentido dizer que Deus criou o homem para sentir-se atraído por mulheres. Se ele criou tudo, ele criou a homossexualidade.

    Deus nunca mencionou nada sobre a homossexualidade. Todas as supostas condenações ocorrem em um contexto histórico envolvendo arsenoskoiten. Esta palavra significa “aquele que se deita com” e era usado para se referir aos prostitutos cultuais, mas foi erroneamente associado a homossexualidade.

    Levítico 20:13 ocorre dentro de um Código de Santidade criado para separar os israelitas dos pagãos. O objetivo era impedir que os israelitas, que iriam passar a viver junto dos pagãos, não usassem de práticas sexuais para idolatrar deuses cananeus. É por isso que abominação no Lev na Bíblia Hebraica é toevah, ou seja, uma ofensa ritual; e não zimah, que é aquilo que é abominável por ser um pecado.

    Mulheres se prostituíam para idolatrar Afrodite no templo de Corinto na antiguidade. Não existia os termos homossexual passivo e ativo naquela época, o que é condenado são os arsenoskoiten/prostitutos cultuais novamente.

    Em Roma eles faziam prostituição cultual e, além disso, decidiam a sua posição social com penetração. É por isso que Deus diz que entregou suas paixões infames à aqueles que idolatravam imagens criadas pelo homem e serviam à criatura antes do criador. Isso que é anti-natural, dar o ânus para idolatrar.

    Na verdade, não faz sentido rotular homossexualidade de anti-natural. Se ela existe, ela passa a ser natural pois faz parte da natureza. O ser humano é natural, um prédio não é mais anti-natural que um formigueiro, uma colmeia, um terremoto, uma erupção, a explosão de uma estrela…Tudo isso está mudando a natureza.

    Sodoma e Gomorra não foram destruídos pela homossexualidade. Mas sim pela falta de hospitalidade e os estupros.

    Todas as tentativas de condenar a homossexualidade com a Bíblia são julgamentos pessoais, que são condenados por Deus, aliás.

    Marisa Lobo, você não é tão diferente do Silas. Só usou um texto enorme para dificultar o encontro de falácias e causar poluição visual.

    Como o Eli Viera deixou bem colocado…

    “Eu não tenho nenhuma lição de moral. Pois, diferente de você, eu não misturo minha moral com os fatos.”

    1. Filipe Rodrigues Lima disse:

      Bonitinho pra você chamar a mentira de verdade, né?

      1. Jonatan Lussolli disse:

        O quê?

    2. João Batista disse:

      Vc tb, Jonatan, “…usou um texto enorme para dificultar o encontro de falácias e causar poluição visual.” (‘Condena-te a ti mesmo naquilo que acusas”…)

      FATOS ..que falam por si… e diante dos quais não há argumentos:
      1º FATO – Razões ‘gays’ apresentadas para a orientação homossexual; seg.o próprio relatório Kinsey (pró-gay ), citado por Cameron e Bell : 22% – Experiência precoce com adultos ou pares; 16% – contato contumaz com ambiente homossexual ; 15% – relacionamento distante com a mãe; 14% – relacionamento distante com o pai; 15% – Desenvolvimento incomum (“bulling” de ‘mariquinha’, ‘bichinha’,etc.); 12% – Parceiros heterossexuais indisponíveis ; 9% – Falta de habilidade social; 9% – “nasceu desse jeito”; ( Bell, Allan; Weinberg, Martin; Hammersmith, S. Sexual Preference Its Development jn Men and Women. Bloomington: Indiana University Press, 1.981. – iden : Cameron, Paul; Camern, Kirk. What is an Homossexual. Journal of the Family Research Institute, 16/06/2.000 ).
      2º FATO – Centenas e centenas de pessoas que buscaram tratamentos psicológicos voltaram à prática heterossexual e constituíram famílias normais. (Se não fosse opção, como explicar este FATO ?)
      3º FATO – Segundo a psicologia e a psiquiatria, gays, lésbicas, bissexuais e transgêneres (como gostam de ser chamados), são pessoas que sofreram trauma emocional ou abuso sexual nos primeiros anos de vida e desenvolveram a atração pelo mesmo sexo como defesa, associando com estimulação erótica inapropriada na adolescência. Os estudos de Freud, o PAI DA PSICANÁLISE, já jogavam alguma luz nas causas da homossexualidade, onde três fatores determinam o homossexualismo: a forte ligação com a mãe, a fixação na fase narcísica e o complexo de castração. No primeiro, o homossexualismo teria início devido a uma forte e incomum fixação com a mãe o que impediria essa pessoa de se ligar a outra mulher. O segundo fator, o narcisismo, faz com que a pessoa tenha menos trabalho em se ligar ao seu igual que em outro sexo. A estagnação na fase narcísica faria com que “o amor fosse para eles sempre condicionado por um orgão genital semelhante ao deles” (Ferenczi). O terceiro fator, aponta problemas relativos à travessia da castração, isto é, sofrimentos relativos as perdas e a idéia de morte que deixariam a pessoa acomodada ou acovardada na sua psicossexualidade.” Essa síntese de Freud sobre o homossexualismo leva a crer que este é um distúrbio psíquico provocado por meios externos. Diante dessa afirmativa seu registro seria cassado pelo CFP, pois, sendo um distúrbio, pode ser tratado.
      4º FATO – Menos de 2% das crianças de famílias biológicas convencionais sofreram algum tipo de abuso sexual, mas o número correspondente às crianças de casais homossexuais é de 23%. Além disso, 14% das crianças de casais homossexuais passaram algum tempo em abrigos governamentais, comparado com 2% da média nos EUA. Os índices de prisão, uso de drogas e desemprego são bem maiores dentre filhos de casais homossexuais. Quando comparados com adultos criados em casais tradicionais, as pessoas criadas por duas mães lésbicas tiveram resultados negativos em 24 de 40 categorias, enquanto os adultos criados por pais gays tiveram resultados negativos em 19 categorias. (famosa pesquisa de Mark Regnerus, professor de sociologia na Universidade do Texas).
      O homossexualismo é decorrente da corrupção humana, assim como o adultério. As doenças decorrentes também não podem ser ignoradas, ou de outra forma, os doentes morrerão! Isto não é amor. Alguém disse que o oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença. Por favor, não seja indiferente ao clamor de milhares de vítimas deste desvio de suas almas, não o trate como “natural”! Não aprove o problema, mas trate-o e arranque as suas raízes!

      1. João Batista disse:

        “Deus nunca mencionou nada sobre a homossexualidade.”
        – Errou de novo.

        Alegam os gays que Jesus nunca se preocupou com o homossexualismo. Mas não é verdade…:

        “ESCÂNDALO! ! !”

        (cenário: A Judéia sob jugo do Império Romano vinha à décadas absorvendo à força hábitos sexuais pagãos…)

        “Disse Jesus a seus discípulos: ’É inevitável que venha o homossexualismo, mas ai do homem pelo qual ele vêm!” – Lucas 17:1

        Ou, na versão João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada, :

        “Disse Jesus a seus discípulos: ’É inevitável que venham escândalos (*qãdhes*), mas ai do homem pelo qual eles vêm!”- Lucas 17:1
        (escândalo, em hebraico, é *qãdhes* = DEVOTO À IDOLATRIA LICENCIOSA; PROSTITUTO BISSEXUAL – CULTUAL; SODOMITA).

        Ou você pensa que Jesus pregava em grego ? (*Scandalus*)

        *Qãdhes* aparece fartamente nas escrituras :

        “Havia também rapazes *escandalosos* na terra;
        fizeram conforme todas as abominaçõesdas nações que o SENHOR tinha
        expulsado de diante dos filhos de Israel”.– I Reis 14.24– (Também em I Reis 22.46-47; I Reis 15:12 ;etc.).
        E a pedofilía homossexual :
        “E, lançando mão de um *menino*, pô-lo no meio deles e, tomando-o nos seus braços, disse-lhes: -“Qualquer que receber um destes meninos em meu nome, a mim me recebe; e qualquer que a mim me receber, recebe, não a mim, mas ao que me enviou” .(Marcos9:36-37) – (…) “E qualquer que *escandalizar* um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma mó de atafona, e que fosse lançado no mar”. Marcos9:42 (Versão: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel.)
        Em concordância, Mateus:
        “Mas, qualquer que *escandalizar* um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar”.Mateus18:6 (Versão João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel.)
        Aí está a razão da ira santa de Jeová, que seria a de todos nós também, contra as culturas e civilizações cananitas: 80% dos casos de pedofilia ocorre contra meninos, logo, uma simples regra de três estabelece uma associação concreta entre homossexualismo e pedofilia.
        Moisés mandava apedrejar. Jesus sugeriu amarrar uma pedra no pescoço e jogar no abismo do mar. Deus é o mesmo ontem , hoje e sempre.”Eu, O Senhor, não mudo” (Malaquias 3.6).
        Repare como o texto escatológico (fim dos dias) fica mais identificável com as tendências atuais da nossa sociedade, em Mateus 24 ( o nº deve ser coincidência):
        “Mas todas estas coisas são o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos SERÃO ESCANDALIZADOS, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.” (Mateus 24:7-10). (…)”E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. (Mateus 24:14) (…) “Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, (casamento gay não é novidade, é ante-diluviano!!) até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem”. (Mateus24:38-39..).
        Ou seja, “muitos serão sodomizados” e “este evangelho”,isto é, “esta notícia que vos dou”, esta informação (incluindo casamento gay), “será a Minha prova testemunhal” (“em testemunho”) de que o fim estará próximo.
        O Mestre dos mestres cumpriu sua Palavra…mais uma vez…

        1. Jonatan Lussolli disse:

          Já refutei nos comentários do facebook.

          1. João Batista disse:

            Conversa. Não há refutação verossímil sem dar voltas e mais voltas para disfarçar as falácias…

      2. André Centeno disse:

        João Batista,

        1º o que é apresentado aqui é o que os gays pesquisados acreditam que causou a homossexualidade deles. Não são dados reais, são dados de opinião. Pois não foi feito um acompanhamento e nem uma investigação da história deles. Seria a mesma coisa que eu achar que sou heterossexual pq papai me incentivou a jogar futebol. É só o meu achismo, não diz nada sobre as correlações reais.

        2º Sou psicólogo, acho que deveria ter algum conhecimento sobre o assunto. Por favor, mostre-nos dados sobre tais Fatos. Onde estão essas centenas? Onde elas foram tratadas? Como elas estão agora? Pq todas as terapias que eu conheço foram altamente nocivas para o indivíduo. Segue o link de uma delas: http://olharbeheca.blogspot.com.br/2011/08/terapia-para-homossexualidade-o-tragico.html

        3º absolutamente tudo que vc disse não é verdade. Existem gays infelizes, assim como heteros, existem gays que foram abusados assim como heteros. Freud nunca viu a homossexualidade como um problema e sim como uma condição da sexualidade humana. Para Freud o bebe era um polimorfo perverso, ou seja, não se tinha como saber e nem como controlar o que ele iria se tornar. Essa forte ligação com a mãe, a fixação na fase narcisista e complexo de castração vem da criança e não dos pais. Vem do próprio inconsciente da pessoa. Então, para Freud homossexualidade e heterossexualidade eram apenas duas manifestações próprias da construção do inconsciente. Não sendo causadas pelos pais.

        4º 30% dos abusadores tem proximidade familiar: pai, irmão, primo… E os outros 60% são feitos por babas ou “amigos” da família.

        A maioria dos abusos são realizados por pais, padrastos ou tios. E não existe nenhum dado que diga que exista um índice maior de abuso entre os casais homossexuais em relação aos heterossexuais.

        1. João Batista disse:

          “Sou psicólogo, acho que deveria ter algum conhecimento sobre o assunto.”
          – Grande coisa, Malafaia tb é, tanto quanto Marisa Lobo; Hoje tem um psicólogo em cada esquina com uma opinião diferente e só não o é quem não quiser…
          ” Onde estão essas centenas? Onde elas foram tratadas? Como elas estão agora?” – Em toda parte, tv, Google, neste próprio site, e todo mundo sabe, é fato público e notório; fala sério…
          “…o bebe era um polimorfo perverso, ou seja, não se tinha como saber e nem como controlar o que ele iria se tornar…” – essa é dose ! Va´ver se eu estou na esquina…
          “4º 30% dos abusadores tem proximidade familiar: pai, irmão, primo… E os outros 60% são feitos por babas ou “amigos” da família. ” – segundo. pesquisas gay, né ? Não, nem isso. Nem existe.
          “E não existe nenhum dado que diga que exista um índice maior de abuso entre os casais homossexuais em relação aos heterossexuais.”
          – Não existe ou vc não conhece ? Existe sim, mané, e é famosíssima, feita por Mark Regnerus, professor de sociologia na Universidade do Texas :
          “Menos de 2% das crianças de famílias biológicas convencionais sofreram algum tipo de abuso sexual, mas o número correspondente às crianças de casais homossexuais é de 23%. Além disso, 14% das crianças de casais homossexuais passaram algum tempo em abrigos governamentais, comparado com 2% da média nos EUA. Os índices de prisão, uso de drogas e desemprego são bem maiores dentre filhos de casais homossexuais. Quando comparados com adultos criados em casais tradicionais, as pessoas criadas por duas mães lésbicas tiveram resultados negativos em 24 de 40 categorias, enquanto os adultos criados por pais gays tiveram resultados negativos em 19 categorias. “

    3. Carlos disse:

      1 Coríntios 6.10

      Não se engane,
      Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sadomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores hedarão o reino de DEUS.

      Todos nós indistintamente somos pecadores e merecedores da condenação eterna. A palavra de Deus diz: “Atire a primeira pedra quem nunca pecou”. Entretando, aqueles que acredita na miséricordia e na graça de nosso SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO, deve ter como prícipio fundamental o amor. E o amor, não consiste só em agradar aqueles que se oponhe as verdades bíblicas, mas em falar com contundencia as palavras de fé que temos em nossos corações a respeito da salvação.

      Quero te dizer, que independetimente da tua situação e condição, Jesus te ama. Buscai-o em oração e ele se revelará a ti.
      Deus te abençoe ricamente com entendimento espiritual.

  5. Ewerton Torreão disse:

    Excelente texto, muito imparcial, lógico e contextualizado com nossa vivencia. Afinal, ninguem é obrigado a acreditar nos pecados exceto os cristãos praticantes. Porem, quem não se preocupa com as iniquidades biblicas (porque não cre genuinamente em Jesus e nos seus apostolos), deveria respeitar os que creem em vez de inventar calunias como Homofobia; quando simplesmente se acredita que a sodomia é pecado. Para homosexuais que desejem ser cristãos o proprio Jesus so deu uma alternativa que esta em Mateus 9: permanecer casto, celibatario, sem cometer fornicação, lascivia, luxuria ou sensualidade… para os bisexuais ou heterosexuais ainda resta a opção de exercer a sexualidade apenas por meio de (e apos) um casamento heterosexual. Quem cre segue, quem nao cre nao segue. Porem o que se ve do movimento LGBT e quem cre pe homofobico, quem não cre e vitima discriminada. Ja esta na hora de pararem com esta infantilidade de se fazer de vitima quando se e o opressor que quer super-direitos em detrimentos do direito do outros.

  6. Abraão gomes disse:

    O ser gay e tomado por uma forca maligna que faz o homem se transformar em mulher e mulher se transformar em homem Deus criou Adao e Eva e não eviadao tudo e sujeira do inimigo ainda se perde tempo com essa imundície . Esses homossexuais sao uma cambada de sem vergonha que querem impor lei nesse pais pra se promover o governo corruptos aprova leis que o favorecem vamos fazer um plebiscito ver se a população aprova essa imundice

  7. Mada disse:

    telecurso 2000 português para Marisa Lobo, sim ou com certeza?

    1. João Batista disse:

      Quem pode ser tão imbecil que não saiba que o erro foi de digitação pelo pessoal do site ?
      É muita debilidade mental a dessa turma de depravados…

  8. benjamim disse:

    Graças a Deus pela vida de Marisa, Malafaia, julio e outros apologetas que defendem os princípios cristãos desse bando de loucos, querem a todo custo lançar a verdade por terra.

  9. pr:Carlos disse:

    Prezado João gostei das palavras e como servo de DEUS: Gostaria de saber como entrar em contanto contigo.Os dados citados por vc são otimos.

    1. João Batista disse:

      Pr. Carlos, mande uma solicitação de amizade para esse ‘João Batista’ dos comentários do FaceBook aí em cima, nesta mesma página. Tenho a face da imagem que ‘cientistas’ afirmaram ser próxima da aparência que Jesus devia ter…Como era primo de João Batista, também serve para este aqui…(rs).

  10. Diego Sousa disse:

    Quantos erros de português, meu Deus. Sinceramente eu teria vergonha de publicar um texto desses com inúmeros erros de gramática. Até no título – NO TÍTULO – tem um erro de concordância grotesco. Uma dica pra você: em Oséias 4:6 Deus diz que o povo perece porque lhe falta conhecimento. Então, vamos aprender a usar a língua. Por falar nisso, aparência também conta muito. Se você já começa um texto com erros crassos, duvido muito do seu conhecimento em genética. Outra coisa: Paulo diz em Hebreus 13 que a fé é a certeza das coisas que não se veem. Ou seja, a fé atua onde a ciência chegou em seu limite. Negar fatos científicos não é fé, é ignorância. Marisa Lobo, a gente só deve falar do que sabe. Mostre seu curriculum Lattes. Aliás, você é formada em psicologia por qual faculdade particular? Compre uma boa gramática. Sugiro a do professor Evanildo Bechara. Abraços e a paz de Cristo.

  11. Cesar disse:

    Parabéns a Doutora Marisa Lobo, estamos vivendo um” “xiitismogay”, no Brasil, é querem nos empurrar guela abaixo, acredito que pessoas de bem neste país sejam maioria e os sodomitas minorias.

  12. Gabriel disse:

    Engraçado como essa maluca fala que não se deve induzir ao erro, mas fala em “molécula de deus” …

    Ela deve ter se referido ao Bóson de Higgs, que só ganhou esse nome estúpido “de deus” por causa dos idiotas que não gostaram do nome original “goddamn particle” (partícula maldita).

    Quem está induzindo ao erro, hein?

  13. Jonatan Lussolli disse:

    Qãdhes = Prostitutos cultuais que, além de práticas héteros, podiam fazer práticas homossexuais para idolatrar deuses.

    Seu argumento de que qãdhes significa homossexualidade é absurdo, pois nenhuma das práticas de sexo homossexual atual são prostituições cultuais.

    1. João Batista disse:

      Nananinanão, fessô !
      Tanto no hebraico da época quanto no aramaico, ”escãndalo”(Qâdes) tinha um amplo significado. Não adianta vc escolher apenas um, aquele que lhe interessa…
      …………Tudo que Jesus disse nos evangelhos, em aramaico, foram traduzidos muitos anos depois para o grego, e obviamente, sempre se perde algo na tradução (como nostalgia e saudade, por exemplo), mais ainda quando uma língua é muito mais rica do que outra, caso do hebraico. Mas o Rabi dos rabis pregava em cima das Escrituras, e certamente a palavra aramaica que usou intermediando o hebraico para o grego estava muito mais próxima do hebraico do que o grego.
      ……….De toda forma, as palavras em aramaico usadas por um povo que vivia estudando as Escrituras em hebraico, certamente estavam muito mais próximas do hebraico do que do grego usado na tradução décadas depois da ressurreição, ainda mais se considerarmos que a história da conquista das terras cananeias pelo povo judeu e, portanto, das raízes de sua formação (sua identidade nacional), estava repleta de combates contra culturas sodomitas, fazendo disto um ponto de identificação nacional em que todos conheciam bem o significado de “rapazes escandalosos”, coisa que podia escapar à percepção de um estrangeiro.
      Eles foram o “povo eleito”…para quê ? Para guerrear e conter a contaminação sobre a terra. Jesus não pregaria sobre isto ?

  14. clamando disse:

    este assunto e discussões só interessam, a midia que está nas mãos dos gays, tanto no Brasil como no exterior, eles vem a o longo dos anos ajustando, o cenario midiatico tanto como politico, estão quase la´, então esta cortina de fumaça, só interessa a eles, pois pelas madrugadas do congresso quando menos se esperar, votam a pl 122, tem grande pressão com o agora paulo paim, senador com destaque dentro da casa. abramos nossos olhos e foquemos apenas o que interessa. pressão nos nossos politicos que ja venderam seu voto

  15. josué disse:

    geni macho e femea, no campo da especulação até eu sou geneticista heheh

  16. Amanda Soares disse:

    totalmente apoio o que disse… se querem dizer que a religião condena a homossexualidade é uma coisa, mas falar que a ciência apoia é uma imbecilidade e falta de conhecimento de causa imensa… mesmo um retardado entende isso após ver o vídeo de Eli, ele sim, um especialista com uma opinião válida no assunto.

  17. nunes sousa disse:

    A “VIADAGEM ESTÁ ENLOUQUECIDA, totalmente desnorteada , não sabem o que está acontecendo! De repente o castelo que estavam construindo DESMORONOU, afinal, era de areia, o BRASIL (e vários outros países) tomou conhecimento da VERDADE a cerca da PEDERASTIA ,ésta aberração que desiquilibrados mentais “ESTAVAM” tentando fazer a sociedade aceitar como NORMAL . Parabéns à DRA. MARISA LOBO por seus esclarecimentos TÉCNICOS, EXCELENTE !!!

  18. anonimo disse:

    Essa mulher só sabe falar disso?

  19. clamando disse:

    NO CAMPO DA TEORIA, AINDA EXISTE GENTE QUE ACREDITA QUE O HOMEM DESCENDE DO MACACO, TEORIA NÃO PROVA NADA

    1. Alexandre Ribeiro disse:

      Se pelo menos existisse essa teoria que você citou: não existe nenhuma teoria que diga que o homem descende do macaco. Existe, sim, uma teoria que diz que o homem e o macaco vêm do mesmo ser comum, o que é bem diferente. E em ciência, teoria não é sinônimo de hipótese. Vocês não lêem as fontes, passam pra frente informações de teorias sem terem lido 1 única página delas, e ainda querem ter razão. Vão estudar cambada…

  20. DKAN disse:

    Até que enfim alguém rebateu essas teorias com base.. artigo muito bom, parabéns!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Colunas Gospel+ é um espaço de opinião, voltado ao público cristão, com abordagem de diversos assuntos ligados à jornada de fé, sociedade, política, música e muito mais.

Aproveite o conteúdo e compartilhe o conhecimento através das redes sociais.