“Em defesa de Hitler” – uma resposta à Johnny Bernando e seu método de defesa de ditaduras

24

O presente artigo é uma paródia em resposta ao publicado aqui, ontem, por Johnny Bernado.

Em “Júlio Severo e temas relacionados”, Johny nos convida a ver “o lado bom” do chavismo porque, supostamente, o ditador teria contribuído com a erradicação do analfabetismo, combatido a miséria e outras coisas legais.

É o mesmo que dizer: “Sim, o cara é um ditador… Mas veja pelo lado bom: ele construiu umas pontes. Vamos dar um crédito!”

A argumentação de Johnny Bernando – a versão chavista de Poliana e seu “veja o lado bom!” – é o que chamo de método esquerdista de defesa de ditaduras.

Castro mata dissidentes? Ah, veja pelo lado bom: as crianças cubanas aprendem a ler na primeira infância! Antes de completar seis anos, já sabem toda obra de Marx!

Faço aqui uma experiência para mostrar como o método esquerdista de defesa de ditaduras, tão bem utilizado por Johnny, serve para qualquer coisa!

Ele relativiza qualquer crime, do infanticídio indígena ao holocausto, e a esquerda o usa sempre, sem cerimônia. Ditadores de estimação não faltam na esquerda.

[Recomendo ao leitor o livro “Fascismo de Esquerda”, de Jonah Goldberg, que comprova o óbvio: as teorias ultra-estatistas de Hitler, Stalin e Mussolini são frutos do mesmo culto ao “deus Estado” que une comunistas e fascistas, como os dois abaixo]

camaradas

Enfim, abaixo republico alguns trechos mais estridentes do artigo de Johnny. Apenas troquei Chávez por Hitler, Venezuela por Alemanha, chavismo por nazismo e opositores por judeus:

“Crise na Alemanha? Certo, o populismo, o protecionismo, o assistencialismo são elementos que enfraquecem uma sociedade, que a torna extremamente dependente do Estado, quando o ideal é o estado reduzido, que dê condições técnicas, logísticas, para que um país cresça, produza riquezas.

Mas não devemos tirar alguns méritos do nazismo: igualmente o analfabetismo foi erradicado, foram construídas 11 universidades, mas também o erro é que a democracia foi posta em colapso.

Por outro lado, quem são os opositores do chanceler Hitler? Que tipo de revolução está em curso? Revolução burguesa? As figuras carimbadas de judeus oposicionistas – cujas famílias dominam vários meios de comunicação da Alemanha, cujos proeminentes líderes tiveram formação em Princeton, de família rica – colocaram a massa em prol de interesses pessoais.

O que está em jogo é o poder. Os judeus querem o poder. Não é o povo, não é a massa que lhes interessa – é o poder!”

Espero que o leitor tenha conseguido entender como o método esquerdista de defesa de ditaduras – profana combinação entre o polianesco “veja o lado bom!” e o puro relativismo moral – serve para a defesa de qualquer tipo de crime ou imoralidade.

Some a isso a narrativa walt-disneyana que o esquerdista sempre oferece: Chávez é o bem; Capriles é o mal. Ao bem, tudo. Ao mal, nada.

O bem não tem adversários: tem inimigos. Chame o inimigo de burguês, de elitista, de branco privilegiado. Faça com ele seja visto como a encarnação do mal.

ideia20preconceituosa20de20um20judeu

Os nazistas despersonalizavam os judeus. Os tratavam como a encarnação do mal. É o que Johnnny faz em seu artigo com todos os adversários de Chávez e Maduro.

Liberdade por um colchão

Mas ele nos prestou um grande favor ao demonstrar, com seus rios de absurdos, que o típico esquerdista está preparado para defender qualquer regime ditatorial desde que os assassinos de plantão sejam politicamente corretos.

A esquerda está pronta para trocar a liberdade por bandeiras politicamente corretas: “justiça social”, “ambientalismo”, “educação”, etc. Nunca leve a sério um esquerdista que se diz preocupado com a sua liberdade: ele está simplesmente mentido.

O bom esquerdista negocia a liberdade por um bolsa-família ou um colchão.

Se o ditador de plantão – e Johnny parece sofrer deste fetiche típico que pessoas de esquerda nutrem por “messias” em trajes militares – sacar do seu bolso um discurso anti-imperialista, ganhará o eterno o amor da esquerda!

O anti-semita, perseguidor de minoras, assassino de gays e ex-ditador Ahmadinejad, do Irã, contava com o entusiasmo da esquerda brasileira. Por que? Só porque fazia uns discursos cheios de gritinhos contra o “terrível” império americano.

Hitler combateu o analfabetismo na Alemanha, e também soltava uns gritinhos contra a América. Eu suponho que ele é merecedor do amor eterno de muitos esquerdistas “libertários” e limpinhos dos nossos dias.

Não é mesmo, Johnny?

PS.: As frases desconexas do começo do artigo do colega, que supostamente formam uma crítica a Julio Severo, merecem outra resposta. Assim que eu as entender.  

 

 

COMPARTILHAR
Formado em sociologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política (FESP) de São Paulo, atua como jornalista há mais de dez anos e trabalha como voluntário no movimento Escola Sem Partido. Escreve periodicamente https://thiagocortessite.wordpress.com/

24 COMENTÁRIOS

    • Não gostou nobre Paulo?
      Eis alguns pontos turísticos que talvez o agradaria: Cuba, China, Coréia do Norte; aqui pertinho, Venezuela, Bolívia…. La o caríssimo amigo só iria ler o que o que agradaria…. Discurso UNICO

      • Allan o Paulo é homossexual e sente-se acolhido pelo atual Governo que demoniza a igreja e faz um jogo para nos colocarmos contra essa classe de pessoas.

        Na verdade a verdadeira igreja é a única que deveria acolher a TODOS independente de suas opções de vida e levar o evangelho da reconciliação a estes, porém, a maioria das “igrejas” entraram no jogo e não souberam lidar com a questão.

        A igreja precisa se posicionar mostrando que sua luta não é contra os homossexuais e sim contra a Ditadura Gay imposta por grupos organizados.

        São coisas bem distintas.

        Amado Paulo, caso queira segue o convite em visitar minha comunidade, lá, você será bem recebido e amado e encontrará o que precisa, por favor, não ache que este governo é a favor dos homossexuais, eles manipulam e USAM toda a classe chamada de “minorias” desde que sejam organizadas e lhes ofereça apoio.

        Regimes ditatoriais são Sionistas, homofóbicos e racistas, mas se colocam como defensores dos tais para angariarem apoio.

        Tente um homossexual se opor ao esse estado de coisas e verá o quanto eles o amam, com certeza será queimado na fogueira do assassinato de reputações.

        • Marcos Oliveira, quando foi que eu te disse que ser homossexual? Vc chegou a essa brilhante conclusao pq eu defendo os direitos civis desse grupo que por sua vontade seria extirpado da terra? E ainda que eu fosse, isso nao desabonaria a minha integridade como pessoa e como cidadao. Vc e’ um demente lunatico e uma besta falante tao quanto o seu idolo, aquele quadrupede do Julio Severo que vc tanto tenta defender.

      • Nao entendi o que vc quis dizer Allann, em nenhum momento meu comentario faz defesa do discurso unico nem demonstra desejo de minha parte em querer calar vozes dissonantes, Eu apenas expressei a minha opiniao, que reitero aqui, que o autor desse artigo faz parte da torcida organizada do Julio Severo.

        • Paulo,
          Esses dois vão atrás do Clamando e do Vai arrebentar, rsrs…. Vê se pode?
          Eu gostaria de dar um pequeno depoimento. Eu sempre posto e comento na internet e já dialoguei com gays e não gays… Não é intuição, mas tem uns pequenos detalhes que consigo identificar só pela forma de comentar. Posto isso, afirmo, Paulo não é gay, é um cara bem humorado e charmoso.

          • clamando vc e’ um promiscuo com essa capa de santo, quem vc pensa que engana? hahahaha quer levar todo mundo no barquinho, eu que nao caio na sua lábia kkkkkkk

          • QUE EU POSSO FAZER ESTOU APAIXONADO DE NOVO PELA MARY, TO DOIDO ARA LEVAR ELA PARA PASSEAR NO BARQUINHO AO SABOR DOS VENTOS CARIBENHOS QUE ACHA HEHEHE

          • Clamando tira o cavalo da chuva, a Mary e’ bem casda e nao vai trocar o marido dela de ouro por um octagenario reumatico como vc que so’ tem papo hahahaha acorda clamando ninguem aqui vive de papo kkkkkkkk

          • Ai que gracinha esses dois rsrs…
            Paulo,
            Não ponho a mão no fogo por ninguém, nem por mim. Mas, desvios, experimentos, todos podem fazer… Cada um que cuide de si mesmo, não acha?
            Clamando eu vou no seu barquinho se o Tour Natrak me levar no seu caminhão até o ancoradouro e o Paulo for o comandante!
            Nossa, quanta audácia kkkkkkk…
            Só papo furado como falou o Paulo, rsrs…
            Fui…. (pra minha casa)

  1. Valeu Thiago Cortês, esses esquerdistas são apoiadores de ditadores e de uma estrutura política assassina desde a origem. Fico pensando como esses ditos “Pensadores cristãos” defensores das ditaduras socialistas dormem sabendo que o socialismo são os maiores assassinos de cristãos.

  2. Tem muito lobo, “apologeta”, disfarçado nas igrejas hoje. Infelizmente, a teologia da missão integral, não satisfeita em acabar com a igreja presbiteriana do Brasil e com a assembléia de Deus, agora, mira nas igrejas pentecostais. Olho vivo. Parabéns por desmascarar mais um lobo em pele de cordeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here